Macaúba

Nome científico: Acrocomia Aculeata, Lodd.

Família das Palmáceas.

1) Aspecto geral :

macauba_1

Acima, palmeiras gêmeas. Abaixo, outro exemplar, mais próximo, mostrando os espinhos do tronco.

macauba_1a

2) Floração :

macauba_2

3) Flor (estudo a ser realizado futuramente):

4) Frutos :

macauba_4

4) Frutos, um deles com a casca semi-extraída, mostrando a polpa amarelada que envolve a semente. O cheiro forte do fruto lembra o da manteiga. Em Mato Grosso do Sul esse coquinho, muito apreciado pelas crianças, é chamado, jocosamente, de “chiclete de bugre”.

macauba_4a

5) Folha (ou super-folha, de 1 metro e meio de comprimento):

macauba_5a

6) Tronco (detalhe) :

macauba_7

7) Outras informações.

Fenologia. A Macaúba floresce principalmente nos meses de outubro a janeiro, com amadurecimento dos frutos nos meses de setembro a janeiro. Pode ocorrer florescência fora desse período padrão.

Fotos originais. Bibliografia consultada:

  1. “Cerrado: Espécies Vegetais Úteis”, de Semíramis Pedrosa de Almeida et all, edição Embrapa, 1998, página 14;

  2. “Dicionário das Plantas Úteis do Brasil, e das Exóticas Cultivadas”, de M. Pio Corrêa, edição do I.B.D.F., 1984, vol. II, página 329.

63 Respostas to “Macaúba”

  1. DINALDO MACAUBA Says:

    MACAUBA É A OITAVA MARAVILHA DO MUNDO.

    _____

    Do blog: Dinaldo, Macaúba é de fato uma planta extraordinária. Mas espero que você, sendo um Macaúba, tenha pelo menos uma (de preferência duas) macaúba plantada no quintal (se tiver quintal) . . .

  2. neide Says:

    MACAUBA É UMA DELICIA

    quando criança morava em Passos M.Gerais, meu cunhado tabalhava em uma Fabrica de oleo de macauba chamava PLUS ULTRA e as crianças se fartavam com montanhas de macauba; que saudade!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  3. José Antonio Souza dos Santos Says:

    Senhores,

    Gostaria de saber onde posso encontrar mudas da palmeira macaúba no Espírito Santo, nas redondezas de Alegre, Jeônimo Monteiro, etc.
    Antecipadamente grato,
    José Antonio
    _____
    resposta do blog:
    José Antonio: Macaúba é uma palmeira comum, nativa praticamente em todos os estados brasileiros. Acho que você deve contactar um viveiro de sua cidade, e se eles não tiverem as mudas, provavelmente saberão informar onde você poderá obtê-las…

  4. Geraldo Pinto de Mello Says:

    Socorro às Macaúbas de Queluzita MG.
    Algum imbecil comentou que vacas se engasgam com o coquinho da macaúba por isso as motoserras já dizimaram quase totalmente as macaúbas da região.
    Tenho colhido mudas e plantado em uma pequena reserva ecológica que possuímos (família), mas elas não têm sobrevividos. Os coquinho são de difícil germinação e quase todos são chochos – sem amêndoa _. Portanto não germinam.
    Não encontro mudas de macaúbas para serem compradas.
    Como posso salvar as poucas que ainda existem. O pessoal do IEF e da Polícia Ambienal não percebem os danos e são inoperantes na região.
    Macaúbas são cortadas nas beiras de estradas até pela Prefeitura. Nas barrancas do rio Paraopeba já não existem mais. Algumas mudinhas que ainda nascem são arrancadas com raiva por pura ignorância.
    O que posso fazer? Ajudem-me a salvar as macaúbas por favor.
    Os Gerivás também estão em perigo nesta illha do atraso.
    Geraldo P. Mello
    _____
    do blog:
    Geraldo: a melhor maneira de combater a escuridão da ignorância é acender uma luz (ou às vezes, “botar a boca no trombone”, como você faz). Às vezes uma planta dá frutos com sementes inviáveis num ano, recuperando-se no ano seguinte. Não desista!
    De acordo com Harri Lorenzi (“Árvores Brasileiras”, vol. 1, pág. 272), para fazer mudas deve-se “colocar os frutos ou os caroços para germinação logo que colhidos”, em recipientes com “substrato arenoso bastante rico em material orgânico”, mantidos em ambiente sombreado. “Cobrir apenas levemente [as sementes] com o substrato e irrigar 2 vezes ao dia”. O desenvolvimento das mudas é mesmo lento…

  5. Raul Golinelli Says:

    Também estou obtendo informações a respeito da germinação das macaúbas, a exatos 30 minutos acabei de colher um pequeno cacho desses coquinhos e u punhado de frutos ja caidos, alguns apresentavam apodreciemto apenas da polpa que envolve a “amêndoa”, voi prosseguir da maneira como tenho feito com outras variedades de palmeiras, hidratar os frutos em água por uns dias lavando diariamente os frutos e vou germina-los em areia 100%, esse é o metodo que a maioria dos viveiristas me indicou, apesar de falarem pra deixar apenas 20 horas na água, eu deixo mais que isso, uns 5 dias no mínimo lavando as sementes 2x ao dia, dessa forma ja deixei sementes 3 semenas na água e não apodrecem, sementes de caju, flamboyant,… germinei assim, uns 15 dias na água ou até mais, o importante é lavar !
    quanto ao relato acima só lamento e temo pela fonte de minhas sementes pois o local onde tem as macaúbas com cachos carregados fica ao lado de um pasto, espero que não atuem desse jeito por aqui tb, dizimando nossa maior riqueza a troco de dinheiro rápido.
    abraço a todos!
    _____
    do blog:
    Informações preciosas, Raul! Obrigado pelas dicas.

  6. Curisco Says:

    Olá, já foi citado em um dos comentários como é feito o cultivo inicial da palmeira macaúba. Mas gostaria de saber como faço para quebrar a dormencia da semente……obrigado.
    _____
    resposta do blog:
    Curisco: A literatura de que disponho não cita dormência para sementes de Macaúba. Mas, segundo Harri Lorenzi, ela demora bastante (de 3 a 5 meses) para germinar, e apenas parte das sementes “vingam”. Você pode semear o fruto ou a semente (liberada pela quebra do “coquinho”) propriamente dita, mantendo ambiente sombreado e com regas diárias. Boa sorte.

  7. carlos Says:

    posso plantar , o lucro e garantido?
    _____
    resposta do blog:
    Carlos: o objetivo do blog é disponibilizar fotos e informações que ajudem na identificação de espécies vegetais. Quanto à comercialização de produtos dessa e de outras espécies, você tem que “sondar” o mercado local para ver se é viável a exploração comercial dos produtos…

  8. jose joão Says:

    quanto tempo demora para nascer o fruto da macauba??
    por favor nascessito da resposta
    _____
    resposta do blog:
    José João: de acordo com Harri Lorenzi, no livro “Árvores do Brasil”, Editora Plantarum, volume 1, página 288, a emergência (ou seja, o aparecimento do primeiro broto, ou folha) ocorre depois de no mínimo 3 meses após o enterrio (pode demorar mais, até 5 meses). A taxa de germinação é moderada (isto é, no geral, de cada 10 frutos semeados, é provável que 5 germinem).

  9. João Henrique Delfrate Says:

    Olá, trabalho há dois anos com essa palmeira e respondendo ao colega que perguntou como quebrar a dormência das sementes, ainda não conseguimos tal prodígio. Sei de alguns pesquisadores de Viçosa- MG que conseguiram, mas foi tudo patenteado. Meu laboratório vem realizando experimentos para quebra de dormência sem resultados positivos. O único método eficaz foi isolar o embrião e cultiva-lo in vitro, ai ele germina e desenvolve-se…
    _____
    do blog:
    Obrigado pela informação, João Henrique! Essa planta é bem complicada, hem?!

  10. Marcelo Says:

    Trabalho no departamento de Meio Ambiente de minha cidade, e sou responsável pelas autorizações de corte de árvores( sou biólogo). Recebi uma solicitação de corte de uma Macaúba de cerca de 12 metros de altura plantada no jardim de uma residência. Motivo: os vizinhos têm medo que ela caia devido ao mau tempo. A proprietária acredita que a árvore tenha 50 anos de idade. Por isso, gostaria de saber quanto vive uma Macaubeira e se realmente ela pode apresentar risco, mesmo aparentemente estando saudável.
    _____
    resposta do blog:
    Marcelo:
    Consultei Dona Edith, de 79 anos, proprietária de uma fazendinha no município de Terenos, lugar onde faço muitas fotos. Ela disse que nas pastagens, de vez em quando, com vento muito forte, cai uma Macaúba (lá elas costumam estar isoladas), havendo caso de cair em cima, e matar, uma rês.
    É uma pena, mas acho que há risco de queda no caso citado, pela grande altura da árvore e pelo fato de estar isolada de outras árvores que pudessem neutralizar parcialmente a força do vento…
    Quanto à idade-limite da Macaúba, ainda Dona Edith me informa que na fazenda há duas árvores “gêmeas” (uma distante 3 metros da outra) que há 55 anos, quando adquiriu a propriedade, estavam “novinhas”, de tal modo que ela e o marido podiam alcançar facilmente as folhas verdes (para dar ao gado, depois de retirados os espinhos com o facão). Hoje essas árvores estão com cerca de 12 metros de altura, e talvez nunca caiam. Mas o risco existe…

  11. Marcelo Says:

    Agradeço a resposta.

  12. Marcelo Lobo Masetti Says:

    Tenho dúvida na identificação de uma espécie vegetal. Possuo uma vagem com sementes bem peculiares e gostaria de saber como posso inserir a foto para que possamos identificá-la. Aguardo resposta.
    _____
    do blog:
    Marcelo:
    Mande e-mail para valmar@top.com.br , anexando a(s) foto(s). Indique o tamanho das sementes (comprimento, largura, espessura) e outras informações que tiver. Se tiver informações e fotos (folhas, tronco, etc.) sobre a árvore, melhor ainda. Ficamos aguardando.

  13. Marcelo Lobo Masetti Says:

    Já mandei a foto da vagem que estava há mais de um ano no local que trabalho hoje. Não tive acesso à árvore. è só o que eu tenho.
    Agradeço a atenção.
    _____
    do blog:
    Ok, Marcelo. Vamos ver se temos sorte de topar com uma semente conhecida…

  14. marcilio fontes Says:

    Necessito contato com o sr Dinaldo Macaubas, se for possivel faça contato com este email. muito grato.
    Marcilio Fontes RJ

  15. jocelio camilo Says:

    eu tenho muitas arvores de carnauba em nossa fazenda e nos estados do ceara,piaui e rio grande do norte tem milhoes de hectares desta planta que e da mesma familia da macauba que hoje ela e usada para fazer a cera da carnauba e que da emprego a milhares de pessoas mas o consumo mundial ainda e muito pequeno, sera que a carnauba nao podera ser utilizada para o biodiesel tambem?

    gostaria de saber se tem algum estudo para o uso da carnauba no uso da produçao de biodiesel
    _____
    do blog:

    Jocelio Camilo:

    Há um estudo, publicado em pdf pelo sítio do governo federal ( clique aqui ), que lista a Carnauba como uma das possíveis matérias primas para a produção de biodiesel…

  16. Fabrizio Soares Souza Says:

    Ola, eu fiz um trabalho sobre a macaúba e achei muito bacana, e bom ver que as pessoas estão si preocupando mas com os coqueiros.
    Obrigada Pelas informações. morro em. Paraíso – To e estudo no IFTO Campos Paraíso.
    _____
    do blog:

    Nós é que agradecemos, Fabrizio! Palmeiras são realmente plantas magníficas!

  17. Jose Blanco Says:

    Bom dia, estou muito interessado em negociar produtos como, shampoo, sabão, sabonetes e outro derivados da macaúba. Assim peço a gentileza de informar algum email em Montes Claros para novas informações.

    Fico agradecido pela atenção,

    Grato, Blanco.

  18. Eunice Imai Says:

    eu sou na região de S.Paulo, moro em uma chácara condomínio queria plantar a macauba, estou procurando a muda, encontra em qualquer viveiro? quando era criança, gostava muito de comer o fruto e resolvi procurar onde possa encontrar e entrei no site. Vi a foto, pois, é esse fruto mesmo. Não sabia que era espinhoso, vi na foto. Obrigada Eunice
    _____
    do blog:

    Eunice:

    A maioria dos viveiros trabalham com mudas de plantas ornamentais, mas a Macauba, apesar de ornamental, tem os tais terríveis espinhos…

    Você só vai encontrar mudas dessa palmeira em viveiros especializados em árvores frutíferas. Talvez seja mais prático tentar pela Internet. Andei pesquisando e achei um viveiro em Herculândia – SP, perto de Marília, no centro do Estado. Eles têm mudas de Macauba (nome científico, Acrocomia Aculeata) e provavelmente podem despachar pelos Correios (Sedex). Clique aqui para verificar. O site é http://www.mudasliriosdovale.com.br. Boa sorte!

  19. jesus chaves Says:

    Boa tarde, tenho uma arvore de macauba no meu quintal,e preciso corta-la. Mas isso nao e possivel devido ao local em que ela esta plantada, tem mais ou menos 8 metros de altura, e oferece riscos ao cair. gostaria de saber se ha algum meio de destrui-la sem precisar corta-la. por favor preciso de uma resposta se for possivel. Me ajude. desde ja obrigado.
    _____
    resposta do blog:

    Jesus:

    1. Nas cidades maiores (não sei se é o seu caso) existem profissionais especializados em corte de árvores, capazes de fazer o serviço sem prejudicar as construções em volta. Eles sobem pelo tronco, com equipamentos especiais e vão cortando de cima para baixo, pequenos pedaços que descerão ou cairão com segurança.
    2. No caso da Macaúba, creio que bastaria cortar a sua copa para a árvore morrer. Morrendo, com o tempo vai secando e depois de seca será mais fácil cortá-la parte por parte.
    3. Outro método, de dar arrepios em nós que amamos as árvores, é envenená-la, fazendo furos em seu tronco (não muitos, para não enfraquecer a estrutura dela e fazê-la desabar) e injetando óleo diesel ou óleo de motor usado. Demora algum tempo até dar resultado…
    4. Acho melhor, entretanto, você entrar em contato com a prefeitura de sua cidade, que lhe dará a autorização para o corte e eventualmente ela mesma fará o serviço.

  20. valdeci Says:

    sou apaixonada pela natureza. Amo macaubas. gostaria muito de obter mudas, para plantar . Tenho uma roçinha, em Amargosa, gostaria muito de poder ter alguns pés desse fruto tao desconhecido nessa regiao.
    por favor me indique como conseguir.
    Lá é muito comum pés de Licuris (coquinho catarro), palmeiras em geral, acredito que será possivel cultivar as Macaubeiras tambem.
    aguardo com urgencia uma resposta.
    obrigada.
    71 3266-8111
    _____
    do blog:

    Valdeci:

    1. É possível que você encontre mudas de macauba em algum viveiro de mudas aí na sua cidade ou cidade vizinha.
    2. Pela Internet, encontrei à venda sementes pré-germinadas de macauba. O link é este: http://comprar-vender.mfrural.com.br/detalhe.aspx?cdp=57172&nmoca=culturas-sementes-pre-germinadas-de-macauba .

  21. Queliton Says:

    a macauba é medicional?
    _____
    do blog:

    Queliton:

    O livro Plantas Medicinais no Brasil, de Harri Lorenzi e E. J. Abreu Matos, editora Plantarum, não menciona a Macaúba como planta medicinal.

  22. Átila Teixeira Villela Says:

    A empresa Entaban Brasil está fornecendo o plantio da macaúba na região de Lima Duarte – MG em parceria com os produtores rurais. A empresa facilita o financiamento do plantio.
    A vantagens da plantação da macaúba é que ela pode ser consorciada com pasto ou culturas anuais, fora outras vantagens como a conservação do solo das aguas.

  23. estefany Says:

    e ruimmmmmmmmmm

  24. sandra samogim Says:

    Boa tarde moro na região de campinas e gostaria de ter uma muda de macauba por favor quem souber de algo me avise obrigado
    _____
    do blog:

    Sandra: há um viveiro em Herculândia – SP, perto de Marília, no centro do Estado. Eles têm mudas de Macauba (nome científico, Acrocomia Aculeata) e provavelmente podem despachar pelos Correios ou por transportadora (caso de mudas maiores). Clique aqui para verificar. O site é http://www.mudasliriosdovale.com.br. Boa sorte

  25. dinaldo macauba Says:

    marcilio fontes-rj – ligar 027-99560996- ou dinaldomacauba@bol.com.br.vitoria- vila velha-es

  26. Rogério Atanásio Says:

    Acabei de apreciar um copo de vitamina ou suco da polpa da macauba ou macaiba como é também chamada aqui em minha Região do Nordeste. Minha gente, afirmo que é uma delícia após extraida sua polpa, usando a principio, um pano para apoio, pois é bastante escorregadia e, uma faca bem amolada de corte fácil. Em seguida, passar a polpa de até três frutos em liquidificador com um pouco de leite ou não, fica a criterio de cada um. Essa quantidade dá para um litro.
    Alguns falam que é ótimo para as articulações. informe empírico, mas faz sentido pelo poder oleoginoso e natural. Um sabor extremamente exotico. vale a pena experimentar.
    Por mim posso afirmar, é delicioso !
    Att. Rogério Atanásio
    Recife- PE.
    _____
    do blog:

    Obrigado pela dica, Rogério! Valeu!

  27. LINDOJO Says:

    Negada, Macauba é bom d+ o problema que pra comer uma o caba passa 2 horas mastigando e num sai quase nada valew

  28. francisco de Assis Says:

    Bom dia, prezados amigos que se interessam pela macaúba, trabalho com um grupo de pesquisa liderados pelo Prof: Sérgio Motoike na Universidade Federal de Viçosa onde desenvolvemos a tecnica de germinação de sementes de macaúba e trabalhamos com pesquisas em todo o processo do plantio a colheita, temos condições de conseguir sementes pré-germinadas, mudas e qualquer outras informações referente a macaúba.
    Grato
    Francisco de Assis
    email: f.assis@ufv.br

  29. renan Says:

    olá,gostaria de saber se o oleo da macauba e patenteado pois estou desenvolvendo uma pesquisa do rendimento da planta e do oléo na região do pará, para tentar montar uma industria na região
    _____
    do blog:

    Renan: você pode consultar, no google, pelas palavras (por exemplo) “patente óleo macauba”. Há também um saite com informações de patentes agrícolas ( clique aqui ), da CIFlorestas.

  30. Carlos Ribeiro Says:

    A Macaúba é uma palmeira nativa na minha fazenda em Vargem Grande do Sul – SP, e se desenvolve espontaneamente. Não sabia que ela tinha tantas propriedades. O que mais me chamou a atenção foi o óleo que pode ser usado como combustível (biodiesel) quando extraído da polpa ou comestível, quando extraído da semente. Li que a produção pode chegar a 25ton/ha/ano com 200 palmeiras/ha, isto me parece muito bom. Como se compara com o pinhão manso? Pensei inicialmente em extrair o óleo seja da Macaúba ou plantar o pinhão manso e extrair o óleo para usar nos meus tratores, mas me parece ser um bom negócio. Talvez considere ter nisto uma atividade econômica da fazenda além do café. Onde posso conseguir estudos ou informações adicionais sobre a Macaúba como atividade econômica. Onde posso obter informações sobre a compra de equipamentos para extrair o óleo e maquinas para descascar o coco da Macaúba? Parece que o mais difícil é fazer a colheita, não é? Tem que trepar lá em cima? Ou espera cair o coquinho?
    Agradeço
    Carlos Ribeiro
    S Paulo
    e-mail: catribeiro5@gmail.com
    _____
    do blog:

    Carlos:

    1. Tive uma vez uma gata (nome Timblindim, que originou o deste blog) que, perseguida por cachorros, subiu num pé de Macauba. Mas não conseguia descer, pois os espinhos do tronco são ligeiramente direcionados para cima. Tive que descê-la levando até a copa da árvore uma caixa na ponta de um bambu.

    2. Talvez consiga alguns resultados se pesquisar, no Google, pelas palavras macauba óleo ou macauba derivados. Tente depois macauba pdf (deve haver trabalhos acadêmicos – dissertações ou teses, geralmente em formato pdf – sobre o assunto).

  31. Magda Cardoso Says:

    Boa Tarde, tenho um terreno de 1.000 metros e vamos construir uma casa de campo. Já fizemos uns 10 projetos tentando manter um coqueiro de Macaubas que se encontra no meio do terreno. Ele deve ter uns 15 metros.Seu tronco não tem espinhos, está cheio de coquinhos e as galhas sim tem espinhos.
    Todos os projetos ficam a no máximo 2 metros de distancia .Tem perigoso essa distancia da casa? Ele pode cair? Como saber a idade dele e quantos anos ele vive ? Aparentemente ele é saudável. Há risco de atrair raio ?
    Aguardo retorno,
    Magda
    _____
    resposta do blog:

    Magda:

    1. Qualquer estrutura, viva ou inerte, que se destaque, pela altura bem maior, de outras estruturas ou conjunto de estruturas, tem forte possibilidade de atrair os raios que devam cair naquela área. Caindo o raio nessa macaúba, o maior problema seria a provável queda, em seguida, de uma parte do estipe da palmeira, que é muito pesado. Pode acontecer dessa árvore permanecer ali por mais 50 anos, sem que seja atingida por um raio. Mas penso que seria melhor retirá-la do local, repondo-a a uns 15 metros de distância da futura casa (e de outras vizinhas). Outra solução seria simplesmente eliminar a árvore (consultando, antes, a prefeitura de sua cidade). Num ambiente urbano ou suburbano 1 árvore faz pouca ou nenhuma diferença; e sempre é possível plantar árvore igual, já adulta, naquela distância mais segura.

    2. Não temos informações sobre a idade que essa árvore pode atingir. Talvez algum viveirista que comercialize dessas palmeiras tenha dados empíricos…

  32. Magda Cardoso Says:

    Agradeço a resposta !

  33. Ana karina Says:

    gostaria de saber se existe esse maravilhoso fruto na cidade de assu no rn estou fazendo um trabalho e gostaria de incluir ele me lembra muito minha infancia.
    _____
    resposta do blog:

    Ana Karina: A Macaúba, também conhecida como Bocaiuva, Coco-de-Espinho, Mucajá, Mucajuba (conforme a região do Brasil) deve existir também no Rio Grande do Norte, e possivelmente em Assu, a “Cidade dos Poetas”. Procure, numa feira livre ou num mercadão municipal, por um raizeiro. Ele poderá lhe informar onde encontrar dessas árvores…

  34. Lourdes Pires Says:

    Olha, sou apaixonada por bocaiuva. Ganhei umas bocaiuvas do meu primo Lenilton, vindas do Pantanal. Que delícia!!!
    Como é feito o plantio da fruta???? Quero colocar num vazinho no apartamento. Será que vinga?????
    Lourdes Pires/RJ
    . . . .
    Lembrei que já vi árvores de bocaiuva plantadas no Aterro do Flamengo/RJ. Porém, o sabor é salgado. Por sorte eu vi a poda da árvore e com os coquinhos. Que saudades!!!
    _____
    resposta do blog:

    Vale a pena experimentar, Lourdes! Coloque no vaso terra misturada com humus de minhoca (meio a meio). Pressione o coquinho até afundá-lo na terra do vaso. Cubra levemente com um pouco da mistura. Regue 1 ou 2 vezes por dia, de modo a manter a terra úmida. No mais, paciência: deve demorar, segundo Harri Lorenzi, de 3 a 5 meses para germinar.

    Melhor colocar no vaso três coquinhos, pois nem toda semente germina.

  35. Carlos Alberto A. Ortega Says:

    Estou achando muito interessante a pesquisa que estou fazendo sobre o cultivo da macaúba como uma opção de plantio para o oeste do estado de São Paulo.
    Aguardo informativos a respeito.

  36. Sandra Says:

  37. Almir Figueiredo Says:

    Bom dia , sou um pequeno colecionador de palmeiras nativas e minha “floresta alimentar no quintal de casa” além de varias arvores frutíferas “exóticas” hoje conta com Palmeiras plantadas: (1)Tucum, (3)Jussara, (4)Jerivá, (1)Licuri, (1)Pupunha, (1)Açai, (1)Guariroba, (1)Indaiá, (3)Macaúba,(1) Coco-anão) .
    Tenho um lote com 25 mudas de macaubeira com quase 3 anos prontas para serem plantadas em local definitivo.

    Estou vendendo do lote (R$50,00 unidade) a ser retirado ou troco por um caminhão (8 metros – aproximado) de terra boa para plantio.

    Falar com: Almir
    Moro na cidade de São Vicente-SP
    meu email : contato@tvfiscal.com.br

  38. carlos marinho Says:

    Em Corumá MS esta Palmacea é conhecida com BOCAIUVA

  39. dinaldo josé vasconcelos costa Says:

    eu quero perguntar, porque o pé de macaúba aqui em pernambuco começa fino engrossa no meio e afina novamente pra cima? eu estive olhando um comercial na globo e notei que os pés de macaúba são finos de baixo até em cima, e aqui onde eu moro que é em gameleira – PE são diferentes. se alguem poder me responder eu fico muito agradecido.
    __________

    resposta do blog:

    Dinaldo: De acordo com o livro Flora Brasileira (Arecaceae), de Harri Lorenzi, há uma palmeira parecida com a Macaúba (nome científico de Acrocomia aculeata) mostrada aqui no blog, mas uma palmeira que só ocorre no Nordeste do Brasil (ao norte do Rio São Francisco). Essa palmeira nordestina tem nome científico de Acrocomia intumescens e é “parente” próxima da Acrocomia Aculeata. É também chamada de Macaúba, como a outra, e também pelos nomes de Macaíba e Palmeira-barriguda. A palmeira daí deve ser, portanto, a Macaúba barriguda.

  40. ronaldo craveiro martins Says:

    Moro em Macaé aqui perto de minha residencia tem um pé parecido com a macaúba desejo saber se há alguma arvore parecida com a macaúba. A daqui tem espinhos e os ramos são parecidos,desde já obrigado pela resposta.

    __________
    resposta do blog:

    Ronaldo: de acordo com Harri Lorenzi, no livro Flora Brasileira Arecaceae, existem no Brasil 6 espécies de Acrocomia (o gênero das Macaúbas). E a única Macaúba que nasce naturalmente no Estado do Rio de Janeiro é a Acrocomia aculeata, mostrada neste blog.

    Das outras 5 espécies, apenas 2 têm porte alto, sendo as outras três “anãs”. Das 2 de porte alto, uma só ocorre naturalmente ao norte do Rio São Francisco (é a Acrocomia intumescens, com nome popular de Macaúba e Palmeira Barriguda), e a outra só ocorre no sul do Mato Grosso do Sul, com “manchas” no PR e RS, próximo ao Rio Paraná.

  41. maria josé toledo Says:

    GENTE!eu estou com muita vontade de macauba ,só de falar me da água na boca, se alguem tiver entre em contato comigo por favor. zezertoledo@gmail.com

    obrigada…

  42. monique Says:

    ola!! gostaria de saber como se faz a germinação das sementes de macauba para posterior plantio!
    Grata!
    __________

    resposta do blog:

    Monique: leia os comentários acima, de Raul Golinelli, de Curisco, de João Henrique e de Francisco de Assis. Há várias informações sobre o tema que você propõe.

  43. Paixao Says:

    Valew essa foi massa obrigada achei td o q precisava ate a proxima

  44. Ozelite Alcântara Says:

    eu ozelite fui em tocantins mas precisamente em miracema
    fui em um sítio lindo .achei macaúba uns pés altos e um baixinho trouxe bastante .mas estava verde bastante apodreceu .q pena paguei a mas pelo o peso da mala .neste momento estou chupando uma q. delícia .

  45. João Henrique Delfrate Says:

    Eu gostaria de saber se alguém por aqui tem frutos ou disponibilidade para coletá-los em sua propriedade. Preciso coletar frutos maturos para continuar as pesquisas com a macauba e não tenho mais quem forneça os frutos. Eu posso viajar para pegá-los se for necessário. Obrigado
    __________

    O blog diz:

    João Henrique: informe a cidade e estado onde você mora (redigindo em um novo comentário nesta postagem). Sem isto, impossível algum possível “vizinho” atendê-lo…

  46. geraldo barbosa de araujo Says:

    sou geraldo de sao paulo andando no polo petroquimico de mauá encontrei um pe de macaúba e queria saber qual a época que a macauba da fruto , obrigado

    __________

    resposta do blog:

    Geraldo:

    Informação do livro Árvores Brasileiras, volume 1, de Harri Lorenzi: Macaúba floresce quase o ano inteiro, mas principalmente entre outubro e janeiro. Os frutos amadurecem principalmente no período de setembro a janeiro.

  47. erika Says:

    quero saber os beneficios medicinais

  48. William Oliveira Resende Says:

    Temos centenas de macaubeiras em produção e gostaria de saber como ou para onde vender os cocos ou outras alternativas para aproveitar esse produto que fica a deriva do gado.

    __________

    resposta do blog:

    William:

    Procure a Embrapa da sua região, ou então o órgão de assistência rural do seu Estado. A Prefeitura de sua cidade poderá encaminhá-lo para um desses órgãos.

  49. Mario Sergio Guilherme Says:

    Eu, quando criança conhecia a macauba, por bacauva, como ja foi falado por aqui, a polpa de três frutos batidos no liquidificador com agua da um exelente suco. Moro em Espirito Santo do Pinhal, SP, e numa cidade vizinha, tem uma sorveteria que fabrica um delicioso sorvete de macauba, inclusive a sorveteria se chama Macauba, fica em São João da boa Vista, SP, tchau…

  50. lidia Says:

    eu moro em maceió alagoas , tambem pode ser a farinha se for da fruta da macauba. Gostaria muito de comprar essas polpas da macauba.

  51. Katia Says:

    Gostaria de saber se alguem [tem pra vender], onde e qto é a muda.

  52. Carlos alves de Souza Says:

    Katia veja site abaixo:

    http://www.entabanbrasil.com.br/

    abraços Carlos Alves

  53. joel Says:

    gostei muito não sabia que macajuba era tão importante assim como chamam na minha terra viçosa do ceará e só o que tem de pé de macauba é muita fartura.

  54. Carlos Alves de Souza Says:

    Tem gente no Brasil com bom conhecimento que duvida do potencial da macaúba, isto comprova a falta de preparo e desconhecimento do potencial escondido em nosso País.

  55. Lindalva Maria da Conceição dos Santos Says:

    macaiba, como e conhecida em pernambuco e muito saborosa na forma de vitamina,no ultimo dia 15 de abril ganhei um pacote de aproximadamente 1k. da polpa retirada do coquinho. gente eu amei

  56. cledimilson Says:

    e verdade qe amendoa da macauba e bom ora fezer espeli calculo renal. ? e como se usa ?
    __________
    O blog diz:

    Cledimilson:

    Não temos conhecimento sobre fitoterapia.

  57. Alberto Dalla Costa Says:

    Moro na cidade de Araras SP e são poucos os exemplares disponíveis e que são centenários os que conheço, porém, a árvore simbolo da comemoração da Primeira Festa das Árvores da América Latina que aconteceu na minha cidade, e hoje tive a notícia que um exemplar que se encontra em um terreno perto de um condomíno de alto padrão vai ser cortada.. Uma pena realmente pois vou colher os frutos e tentar formar mudas para plantar em áreas que sei que jamais serão incomodadas pelas mãos dos inoportunos seres humanos.
    __________
    Valdir diz:

    Boa idéia, Alberto! Para cada árvore arrancada, vamos plantar 10 mudas, pelo menos!

  58. Eduardo Says:

    onde eu consigo achar macaubaa em sao paulo
    a fruta”
    __________
    resposta do blog:

    Os “coquinhos” da Macaúba são frutos exóticos, pouco procurados. Em São Paulo, capital, talvez você ache no Mercadão Municipal.

  59. JOSE ARGEMIRO ABREU Says:

    acho que o coquinho seja bom para curar azia

  60. Celso do Lago Paiva Says:

    Acrocomia totai Martius.
    __________
    Valdir diz:

    Obrigado pela informação, Celso!

  61. Eduardo Garrido Says:

    Boa noite, alguem teria uma referencia bibliografica de uso medicinal?? E se alguem conseguiu realmente sementes aqui em Sao Paulo??

  62. juliana Says:

    macaúba no pasto atrai raios ?
    __________
    resposta do blog:

    Pode atrair, sim. Aliás, qualquer palmeira ou outro gênero que estiver isolada num descampado poderá atrair raios.

  63. Marcos Silveira Says:

    Muito interessante esta página… de grande valia para os interessados na bocaiuva e principalmente na propagação do prazer de chupar o “chiclete de bugre”, como conhecemos por aqui também… De posse dos contatos de algumas pessoas e empresas, vou verificar se tenho exito na produção de mudas… Verifica-se no site da Entaban Brasil, que ela produz em tubetes… vou me informar com eles sobre essa técnica… do mais, o meu muito obrigado e continuem com o site… isto estimula uma nova geração a descobrir o gosto de antigamente… pretendo arborizar minha cidade Cuiabá/MT… tenho algumas mudas de pitomba, ata, caja manga, caju, abacate e vou plantar nas áreas verdes disponíveis…
    Um abraço
    Marcos Silveira
    marcos.silveira@sirius.cnt.br
    __________
    O blog diz:

    Marcos:

    Obrigado pelas informações e parabéns pelas iniciativas!…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 74 outros seguidores