Archive for the ‘Gente’ Category

A Abadiânia de João de Deus

março 7, 2014

Abadiânia, pequena cidade de 17 mil habitantes, situada entre Brasília e Goiânia, no planalto central do Brasil. O blog esteve lá nos dias 4, 5 e 6 de março de 2014, visitando a Casa de Dom Inácio de Loyola, local, na parte norte da cidade, onde pessoas de todo o mundo são atendidas pelo médium João de Deus.

Rua de acesso. No seu final, João de Deus atende na Casa de Dom Inácio de Loyola.

Rua de acesso, que tem início junto à BR-060. No seu final, João de Deus atende às quartas, quintas e sextas-feiras na Casa de Dom Inácio de Loyola.

A mesma rua, um pouco mais adiante.

A mesma rua, um pouco mais adiante.

Ainda a mesma rua.

Mais à frente, à esquerda, a entrada da Casa de Dom Inácio.

O pátio de estacionamento da Casa. Ônibus estacionam em outro terreno, situado no outro lado da rua.

O pátio de estacionamento da Casa. Ônibus estacionam em outro terreno, situado no lado oposto da rua.

Espaço interno da Casa, entre os locais de atendimento, à direita, e os locais de repouso e terapias complementares (esquerda).

Espaço interno da Casa, entre os locais de atendimento, à direita, e os locais de repouso e terapias complementares (à esquerda). A árvore em primeiro plano tem duas casas de João-de-Barro.

Mirante para um fundo vale. Área de descanso e meditação.

Mirante para o vale. Área de descanso e meditação.

O mirante e o vale.

O mirante e o vale.

Área de contemplação, junto ao mirante.

Área de contemplação, junto ao mirante.

Manhã de quarta-feira. Pacientes à espera de atendimento.

Manhã de quarta-feira. Pacientes à espera de atendimento.

No salão ao final do corredor, as salas dos Médiuns e das Entidades.

No salão ao final do corredor, as salas dos Médiuns e das Entidades.

A rua de acesso, vista na saída da Casa de Dom Inácio. À esquerda, estacionamento para ônibus.

A rua de acesso, vista na saída da Casa de Dom Inácio. À esquerda, estacionamento para ônibus.

O que nos causou forte impressão na Casa de Dom Inácio de Loyola foi o ambiente harmonioso, com o silêncio possível numa aglomeração de mais de mil pessoas. Nada de gritos, vozes tonitruantes e histerias coletivas, como as que se presenciam (ou se escutam, a centenas de metros de distância) nas reuniões dessas seitas que cultuam o deus Dízimo (*). As construções são simples, sem qualquer luxo, mas espaçosas,  confortáveis e muito limpas (inclusive os banheiros). Os atendimentos são gratúitos, inclusive a sopa terapêutica que sucede aos atendimentos de primeira vez. O blogueiro não foi atendido, pois apenas acompanhava algumas pacientes. (**)

____________________

(*) Cultos esses alicerçados em Psicologia do Rebanho, em práticas clubísticas  e principalmente no Minoripacto (ou seja, um grupo minoritário faz um pacto de preferências recíprocas, aproveitando-se da desorganização das maiorias e destas tirando proveito unilateral). É principalmente por causa desse Pacto de Minorias  (mas também, é claro, e em ponto menor, pela aposta na Educação e no Trabalho) que os imigrantes estrangeiros que chegam ao Brasil logo conseguem extraordinário progresso, enquanto os nacionais se acotovelam nas periferias, contentando-se com “ver passar” o ônibus da prosperidade…

(**) Outras fontes sobre Abadiânia e João de Deus:

“A Dupla Face de Abadiânia” (revista Brasileiros),
“Os Poderes de João de Deus” (revista IstoÉ) e
“João de Deus: Charlatão?” (blog TextosParaReflexão).

Anúncios

A nova Cidade do Natal

dezembro 13, 2013

NovaCidadeDoNatal-01

NovaCidadeDoNatal-02

NovaCidadeDoNatal-03

NovaCidadeDoNatal-04

NovaCidadeDoNatal-05

NovaCidadeDoNatal-06

NovaCidadeDoNatal-07

NovaCidadeDoNatal-08

NovaCidadeDoNatal-09

NovaCidadeDoNatal-10

NovaCidadeDoNatal-11

NovaCidadeDoNatal-12

NovaCidadeDoNatal-13

NovaCidadeDoNatal-14

NovaCidadeDoNatal-15

NovaCidadeDoNatal-16

NovaCidadeDoNatal-17

NovaCidadeDoNatal-18

NovaCidadeDoNatal-19

NovaCidadeDoNatal-20

Ontem, perto das 20 horas, foi inaugurada, pela primeira-dama de Campo Grande, a nova Cidade do Natal.

A equipe do prefeito Alcides Bernal mostrou competência na renovação do espaço. Em primeiro lugar, aproveitou as casas do projeto anterior (com exceção do chamado “Castelo de Papai Noel”, que apresentava falhas estruturais), renovando suas pinturas, com o acréscimo do amarelo nas fachadas e do rosa nos telhados.

O antigo “castelo” transformou-se numa “Oficina do Papai Noel”, com uma infinidade de brinquedos, acabados e em construção. E os visitantes deparam, integrados a esse ambiente, com dois jovens casais que parecem ter saído de algum Conto de Fadas, tal a propriedade de sua caracterização.

O caminho para se chegar à Oficina de Papai Noel é ladeado, de espaço a espaço, por quiosques temáticos, todos com decoração de excelente nível e grande beleza. Destaque para o Presépio, um presépio verdadeiro, e não como o dos anos anteriores, onde estátuas de ouro e prata mostravam o que era importante para o prefeito da época: ouro e prata (e não os personagens do Presépio). Mais um ponto para Bernal.

E tem a árvore luminosa, em belíssimo azul. Na administração anterior, a cada ano a árvore crescia, acompanhando a megalomania do prefeito Nelsinho. E de uma posição marginal acabou longe da “cidade”, do outro lado da avenida Afonso Pena. A equipe de Bernal corrigiu mais essa distorção, colocando a árvore no centro do ambiente natalino, perfeitamente integrada ao contexto.

Antes da inauguração tivemos a bela apresentação do Coral da Assembléia Legislativa, entoando cantos natalinos. E depois, já no ambiente da Cidade do Natal, apresentaram-se a Orquestra Municipal (com atuação e repertório excelentes) e depois, para a criançada, a turma da Galinha Pintadinha.

.

Vídeos e Curtas de Mato Grosso do Sul

junho 23, 2013

AQUIDAUANA

Ficha Técnica

Título: O Primeiro Dia de Trabalho
Gênero: Ficção
Roteiro: Essi Rafael
Direção: Essi Rafael
Atriz principal: Duda Ferreira
Produção: Casa de Cinema de Aquidauana
Imagem e Som: Essi Rafael
Edição: Essi Rafael

CAMPO GRANDE

Ficha Técnica

Título: A Gata Cler
Gênero: Documentário
Câmera: Alexandre Couto
Outros trabalhos do autor: Longa-metragem “Honra“, com pré-lançamento previsto para agosto de 2013 (dias 1, 2 e 3) no Senac da Rua do Parque, em Campo Grande. Assista ao trailer aqui.

CORGUINHO

Ficha Técnica

Título: Corguinho e seus ETs
Gênero: Documentário
Direção-geral: Luciana Ferreira Nantes
Direção: Lidiane Lima
Produção: Tomada Films
Imagens: Carlos Araújo
Som: Mário Werdemberg
Edição: Lidiane Lima e Camila Hamdan

GLÓRIA DE DOURADOS

Ficha Técnica

Música: Se tá, tá!
Gênero: Clipe
Cantora: Mariana Diniz
Composição: Edson Santana
Produção: Renan Nonato
Clipe: Adriel Santos

IVINHEMA

Ficha Técnica

Título: A Carta
Gênero: Ficção
Roteiro: Angelo de Oliveira
Direção: Angelo de Oliveira
Atores: Daiana Felisberto, Giovani Henrique, Gustavo Marcon e outros
Fotografia: Eber Martinho
Filmagem: Angelo de Oliveira
Figurino e Maquiagem: Ana Clara
Som: Henrique Marcon
Edição: Angelo de Oliveira

JARAGUARI

Ficha Técnica


Título: Engenho Novo
Gênero: Documentário
Roteiro: Carlos Rodrigues Sandin
Direção: Carlos Rodrigues Sandin
Produção: Carlos Rodrigues Sandin e Jeovani da Silva Velick
Fotografia: Valdeck Ferreira de Souza
Som: Maurício de Souza
Edição: Luciana Ferreira Nantes

Um Ecologista Verdadeiro

abril 10, 2013

JoseAntonioMCoelho

Ao par de suas atividades profissionais, que culminaram na atuação como Técnico Agropecuário, o paulista José Antônio Masiero Coelho, cedo (1977) chegado a Campo Grande, se destacou como Ativista Ecológico, primeiro, e Botânico, depois.

Ele escreveu, há alguns anos, as obras Levantamento Florístico do Parque Estadual Matas do Segredo e Histórias da Mata do Segredo.

A primeira tem valor documental e histórico, pois descreve a vegetação existente na área (depois parque) que abriga as nascentes do Córrego Segredo, curso d’água que hoje, em quase toda a sua extensão, corta região urbana da capital do Mato Grosso do Sul. A segunda, baseada em cuidadosas anotações feitas desde o início de 1990 até o fim de 1995,  conta a saga do autor na defesa das matas nativas da região norte da cidade. É uma peça de grande conteúdo ecológico e humanista.

O leitor poderá conferir as obras citadas (infelizmente ainda não transpostas a livro, como mereciam) nos linques abaixo:

Levantamento Florístico do Parque Estadual Matas do Segredo.

Histórias da Mata do Segredo.

Aproveitamos para dar uma olhada no Parque Estadual Matas do Segredo. Parece que após o cercamento da área, patrocinada por uma empresa de Três Lagoas há muitos anos atrás, nada foi feito de concreto pelos órgãos estaduais responsáveis. Moradores vizinhos continuam invadindo a área (há vários pontos de passagem), empresas de materiais de construção retiram ilegalmente areia da estrada contígua (provocando o seu afundamento), e cidadãos inconscientes jogam entulho e lixo próximo à cerca (facilitando o surgimento de incêndios).

pems-01

O canto mais distante do parque. Aquém do portão, estrada que prolonga a Avenida Marquês de Herval.

A estrada referida na foto anterior. À direita, entulho junto a portão do parque.

A estrada referida na foto anterior. Junto ao carro, José Antônio Masiero Coelho. À direita, entulho junto a portão do parque.

A mesma estrada, extenso limite de uma lado do parque.

A mesma estrada, extenso limite de um lado do parque.

pems-04

Junto ao carro, uma jovem Kielmeyera florida.

Uma flor da Kielmeyera citada.

Uma flor da Kielmeyera citada.

Ana Paula e a Ginga da Moreninha

junho 11, 2012

Depois de atuar como apresentadora, camerawoman e cantora, agora a branquinha Ana Paula envereda pelos caminhos da Produção.

E revela, fazendo coreografia com a parceira Luísa, o talento dessa moreninha para a dança e a expressão corporal.

A vó também aparece, mas seu espírito está em outra dimensão.

E o som da novela das 8, surtando para ninguém, atrapalha um pouco.

Ambas as garotas têm entre 10 anos e meio e 11 anos.