Os eleitores se manifestam

Como sempre faço, estive “dando uma olhada” nos comentários dos internautas na seção “Espaço do Leitor”, no sítio campograndense Midiamax. E, como sempre, verifiquei o excelente nível das argumentações (há exceções, é claro). Os políticos que se cuidem; o povo está cada vez mais alerta! Vejam estas opiniões datadas de 10 e 11 de março de 2009 (seguidas de comentários do blog):

PRECISAMOS PARAR DE DAR CRÉDITO
Marco Costa

Desculpe minha franqueza, mas acho que a midia dá muito crédito a pessoas que não merecem nenhum crédito. Esta briga de politicos, ex governadores e um bando de gente atoa que só sabem usar o dinheiro público em benefício próprio ou partidário, isto só serve para mante-los na mídia. Para este bando de desinformados achar que eles são ídolos, e não são. São na sua maioria pessoas que respondem processos por improbidade, por uso do dinheiro público, por uso da máquina pública, e outros que quando estavam ou estão no poder não fazem nada. Construir obras, parques, revitalizar praças, asfaltar ruas, isto tudo é obrigação de quem foi eleito para isso e usa o dinheiro público para fazer. Não precisamos de plaquinhas para saber quem fez isso ou aquilo, precisamos sim ter consciência de que tudo isso foi feito com dinheiro dos impostos que pagamos, e precisamos saber se o dinheiro público está sendo bem utilizado. Senhores diretores de midias, busquem através de suas fontes, dar ibope para pessoas que realmente fazem alguma coisa de bom para a sociedade, estes sim devem utilizar os espaços da midia para mostrar, para sabermos que temos um monte de gente preparada para assumir cargos publicos, e nos dar esperança de que nosso país, estado e municipio tem solução. Vamos devagar, eliminando os politicos que falam bonito, [substituindo-os] pelos administradores e pelos legisladores que fazem bonito.

Perfeito. O país precisa de líderes, muitos líderes; quanto mais, melhor. E isto se obtém com as trocas de comando, em todos os níveis. Lembrem que a Coréia do Norte só tem 1 (um, one, uno, un) líder, Kim Jong II. Aqui no Estado, por que só aparecem, para as eleições majoritárias de 2010, Puccinelli, Zeca, Delcídio e Nelsinho? O Estado só tem 4 líderes? Então vamos criar outros, muitos outros. Renovação, gente! E os partidos não devem pensar como empresas, que buscam o lucro máximo no mínimo de tempo; devem realmente representar interesses da sociedade. Se assim fizerem, todos – eu disse todos – vão apresentar candidato ao governo estadual (Hélio Fernandes acha, e eu concordo, que os partidos deviam sempre apresentar candidatos aos cargos majoritários, sob pena de perderem o registro).

Só discordo quanto às chamadas “revitalizações” de logradouros públicos. Isto é na maioria dos casos eufemismo para empobrecer e desvitalizar esses locais, eliminando árvores (substituindo parte delas, apenas parte, por palmeiras, para melhorar a visibilidade de estabelecimentos comerciais vizinhos) e eliminando bancos (a praça não deveria ser “do povo”?) e outros equipamentos (como play-grounds).

QUADRO POLÍTICO
Oscar

Nosso cérebro processa 400 bilhões de bits, mas só usamos no dia-a-dia dois mil bits. Isso se deve ao fato de que o cérebro enxerga toda a realidade, enquanto os olhos ainda não tem a experiência em ver essa realidade. Dizem que quando Colombo chegou na América, os nativos não conseguiam ver as naus do navegante italiano. Não porque estavam cegos, mas, por seus olhos não terem a experiência em ver o novo (outra realidade). Usando desse exemplo devemos modificar nossa forma de ver conforme o nosso cérebro enxerga e processa. Nem ANDRÉ e nem ZECA. Precisamos de nos libertar desses caciques políticos arcaicos e rancorosos, que não contribuem para a evolução da democracia. São senhores da arrogância e da falácia. Nós os eleitores, temos o direito em aprender uma forma nova de ver o poder, não como algo contra as nossas concepções democráticas, mas acima de tudo, como um aliado que nos projeta a uma solidificação desse processo no qual engatinhamos. Chega de senhores de engenho. Chega de Escravos, Somos iguais perante a lei, só não é igual nossas ações, então, que aprendamos a nos permitir essa igualdade de ações no estado democrático de direito, libertando-nos dessas falsas lideranças que embrenham através do novo para falsear as suas velhas idéias. Tenho dito.

Perfeito.

GATOS E RATAZANAS
Celina Barbosa

É mais ou menos assim que vejo essa situação entre o Delegado Protégenes e os políticos sujos que infestam a política brasileira. Esses se escondem sob as letras da democracia que lhes dão direitos de dizer que suas ações não podem ser investigadas da maneira que estava sendo investigado. Mas no Brasil, sabemos que há muitos “togados” que são coniventes com outros poderes em suas más ações, que fica difícil fazer uma investigação “legalzinha” como querem. Mas vejamos o mérito da questão: Deixemos esses “ratazanas” agirem a vontade (todos os dias vemos rastros de corrupção deixados por esses), ou deixemos os gatos usarem os seus métodos, para poder pegar as “ratazanas”? Desculpem os termos usados nesse texto, mas o contexto da politica brasileira às vezes dá até embrulho no estômago. E nós pobres eleitores somos obrigados a dar poderes a essas pessoas (“ratazanas”) que acabam desviando o dinheiro dos nossos impostos para construirem castelos, mansões e viverem numa mordomia às custas de cada um de nós. Deixo essa reflexão: O QUE QUEREMOS PARA A NOSSA SOCIEDADE E ATÉ QUANDO TEMOS DE ATURAR ISSO TUDO?


Perfeito. Tem tanto bandido contra o Protógenes, que é impossível o Protógenes ser um bandido. No ramo das ilegalidades, os iguais se atraem!

PARABÉNS, PREFEITO!
Marcio Amaral

Parabéns, prefeito, pela tarifa do transporte público a R$2,50. Afinal agora sim! Ônibus lotados nunca mais! Com este valor o grupo dos excluidos vai aumentar e nos ônibus haverá mais vagas para aqueles que podem pagar um transporte digno, limpo, no horário e com ônibus novos!!! Obrigado Prefeito. Por outro lado, os excluidos precisam fazer marcha em pró da liberação das VANS!!!! TARIFA A R$1,00 (um real) como em uma certa capital no nordeste brasilero que tem um raio de KM rodado muitooooo além de nossa capital.!!! VAN NELEESSSS VAN VAN VAN VAN VAN VAMOS APERTAR OS POLITIQUEIROS DA nossa CIDADE E LIBERAR AS VANS!!!!! OU POR BEM OU NA MARRAAAAA!!!

Só não concordamos com o “na marra”. Achamos que violência não leva a nada, a não ser a mais violência. As empresas de ônibus botam a culpa nas chamadas “gratuidades”, pelas quais cerca de 30 por cento dos passageiros viaja de graça. É um fator que nós, distinto público, poderemos considerar, desde que as famosas planilhas sejam abertas ao nosso conhecimento. Aí será possível analisar até onde vai a reivindicação justa e onde começa a ganância capitalista (ou capetalista)…

FUTEBOL!!!!!!!!
Oscar

Só quero entender uma coisinha. O dinheiro que está sendo gasto tanto pelo Estado como Município em propaganda e marketing para fazer de Campo Grande uma das subsedes da copa do mundo de 2014, está sendo autorizado os gastos pelo poder legislativo estadual e municipal, ou não tem necessidade? Ficando apenas a critério do poder executivo tanto municipal como estadual? E se Campo Grande não for escolhida? Fico com parte das despesas? Logo eu, que não tenho como pagar R$ 2,50 de tarifa de transporte urbano, para ir ao ao trabalho e voltar para casa todos os dias? Não vai me dizer depois se não der certo, que a culpa foi minha? Espero.


Perfeito. Estado e prefeitura podem ter gastado, segundo o sítio MidiaNews, de Cuiabá, cerca de 1 milhão de reais nessas “propagandas”, beneficiando as revistas Veja e IstoÉ, e em ponto bem menor alguns jornalões de SP, Rio e Brasília. Parece mais vassalagem à Grande Mídia Impressa (que vem perdendo leitores) do que tentativa de comover a FIFA. É uma quantia substancial, cujo gasto alternativo propiciaria a construção de pelo menos oitenta casas populares.O governo de São Paulo, Estado 20 vezes mais rico do que MS, foi proporcionalmente menos generoso com a mal-das-pernas Grande Mídia Impressa: fez assinaturas da revista Nova Escola, daquela editora outonal, para 220.000 professores paulistas (na moita, sem consultá-los e sem fazer licitação), ao custo de R$ 3.740.000,00 ( clique aqui ou clique aqui para confirmar). Coisa parecida fez o governo do Rio de Janeiro (e talvez outros governos, pelo Brasil afora, a confirmar que imprensa amiga de certos governos e de certos estamentos – embora inimiga do governo federal – nem precisa de leitores reais…).

KD A SAÚDE
Carvalho

Gostaria de saber do poder público o que está acontecendo com a saúde pública, pois todos os dias temos noticia triste de pessoas esperando em macas nos corredores dos hospitais, até quando iremos ver esse tipo de coisa acontecer, estava na sessão de terça e ouvi o vereador Lídio reclamar da santa casa, hoje fui tirar uma xerox na câmara e lá estava uma funcionária reclamando também, mas desta vez do hospital universitário. Gostaria de saber, pois o nosso prefeito é médico, o governador é médico e temos o presidente da câmara médico e ainda mais vereadores médicos o dr: Jamal e dr: Loester, o que mais precisamos ter para resolver o sistema de saúde.

Bom, Carvalho, acho que essas figuras vão dar todas as respostas do mundo, menos a resposta correta (“Administração Eficiente”). Por outro lado, por que uma pessoa se forma em Medicina se na verdade quer ser político? Não seria melhor formar-se em Economia ou Administração? Ficaria mais barato para o clã familiar e abriria vaga para uma vocação médica autêntica…

UMA PERGUNTA SOBRE A COPA
Sergio Maidana

Eu gostaria de saber das autoridades, dos cartolas, ou de quem tenha a resposta, uma pergunta sobre a Copa do Mundo aqui em Campo Grande: Como vão reformar o Morenão com dinheiro privado se é patrimonio da UFMS??? Vejo muitas besteiras e falta de senso critico de certas pessoas. Falam que empresas estrangeiras irão “reformar e explorar” posteriormente o Morenão. Ocorre que sendo patrimônio público de uma fundação federal, isto só pode ocorrer mediante “concessão pública” realizada em licitação com a melhor oferta. Sendo uma fundação, acredito que para ocorrer a concessão ocorra dificuldades de ordem prática e jurídica. O que vão fazer??? vão passar por cima da lei para “agradar” gringos??? o Ministério Público Federal não irá agir neste caso para conservar o interesse público??? Vejo que tem muita gente falando igual a papagaio quando deveria ver uma forma mais transparente e clara de expor a realidade. Por outro lado, acho temerário o governador e o prefeito colocarem-se como garotos propaganda da Copa, quando sabemos, se não ocrrer a escolha de Campo Grande, deve-se a péssima gestão do nosso futebol, tanto pela Federação, como pelos clubes…mas, André e Nelsinho cairam na cilada do Cesário (presidente da FFMS) e vão capitalizar o marketing negativo se não der certo… faltou visão política para o momento… quem ganhará o bonus do fracasso será o Zeca do PT que poderá falar: “este povo não teve competência nem para trazer a Copa”… agir com a emoção sempre acaba em besteira…

Uma colocação muito interessante, na qual, aparentemente, ninguém havia pensado. Nossos governantes gostam de posar de super-homens e “dão uma” de quem “pode resolver tudo”. Mas tudo é só gogó para gagá ouvir. Daqui a pouco, ao invés de “iluminados por Deus”, como se auto-glorificou o prefeito, eles vão pensar que são o próprio Deus…

Anúncios

Uma resposta to “Os eleitores se manifestam”

  1. Lucas Says:

    Olá,

    Achei seu blog pelo Ponto Cego, acabei de postar sobre os comentários dos leitores também. http://www.luelucas.com.br/online/?p=406

    Outra coisa, você vai a todos os jogos? Estou pensando em ir em algum, todo domingo no morenão? Valeu!

    _____
    resposta do blog:
    Lucas:
    Tenho ido a quase todos os jogos aqui em Campo Grande (perdi o jogo do Cene, domingo à tarde). Mas a intenção é cobrir todos os jogos, daqui e talvez alguns do interior. O espetáculo em si não fica muito a dever aos jogos que a gente assiste na TV. Nossos atletas merecem uma força! E agora vou dar uma olhada no seu blog…

Os comentários estão desativados.


%d blogueiros gostam disto: