Uma Bela Concha Acústica

Foi inaugurada no mês passado (19/12/2008), na chamada “Praça do Rádio”, uma concha acústica, projeto do arquiteto Gil Carlos de Camilo. A construção ocupa cerca de 360 metros quadrados do espaco da praça, disponibilizando um palco com aproximadamente 180 m2 (toda a mídia de Campo Grande, num festival copy-paste, fala em intrigantes e minimalistas 104,48 m2 de “palco coberto”; o blog viu apenas um palco, de 18 metros de largura por 10 de profundidade, todo ele aparentemente coberto – isto é, se cair uma chuva fina, sem a mais leve brisa, todo ele estará protegido).

A concha, segundo a imprensa, custou aos cofres públicos R$ 565.000,00, dos quais R$ 300 mil foram aportados pelo Ministério do Turismo, atendendo a emenda do senador Delcídio do Amaral. O restante foi custeado pela Prefeitura de Campo Grande. Foi atribuído à construção o nome “Família Espíndola”, em homenagem ao grupo de artistas sul-matogrossense cujo membro mais famoso é Tetê Espíndola.

O blog gostou do que viu. Mas, enquanto fotografava a construção, um morador das vizinhanças, senhor aparentemente com 60 anos, achou que tudo foi “dinheiro jogado fora”. E lamentou que a Prefeitura paulatinamente venha eliminando as árvores da praça, que serviram de cenário a muitas brincadeiras de sua infância. O blog acha que ele tem toda a razão. A Prefeitura precisa, urgentemente, contratar profissionais (engenheiros agrônomos, botânicos) que defendam as árvores da ação inconsciente das empreiteiras , das podas destrambelhadas da Enersul e dos calçamentos sufocantes (que envolvem o tronco das plantas, impedindo ou limitando muito a infiltração da água da chuva no solo).. .

concha_acustica_01

concha_acustica_021

concha_acustica_03

concha_acustica_04

concha_acustica_05

concha_acustica_06

concha_acustica_08

concha_acustica_071

Anúncios

3 Respostas to “Uma Bela Concha Acústica”

  1. Henrique Martins Says:

    Olá, sou estudante de Arquitetura e Urbanismo, e gostaria de saber se tem como colocarem a planta baixa,com as alturas verticais também,porque estou desenvolvendo um estudo sobre acustica, e escolhi a Concha Acústica da praça do Radio. Obrigado!
    _____
    do blog:

    Henrique: não temos esses dados, mas se você entrar em contato com o arquiteto, Gil Carlos de Camillo, provavelmente ele poderá lhe fornecer os elementos. Estão disponíveis publicamente apenas seu telefone (67 – 33262611) e seu endereço (Rua Antonio Maria Coelho, 3509, cep 79020-210 – Campo Grande).

  2. andressa Says:

    Oi vocês tem informações sobre os materiais utilizados?
    _____
    resposta do blog:

    Andressa: na estrutura, concreto armado e alvenaria. No acabamento, reboco e revestimento cerâmico. Quanto à parte interna, não tivemos acesso, mas deve ser desses mesmos materiais…

  3. Napoleão Arantes Says:

    Le Corbusier não apenas foi uma “inspiração”, mas sobretudo uma fonte inesgotável de plágio feito pelo arquiteto stalinista. Ele também notabilizou-se por “recorrer” (replicar) aos mesmos projetos em termos visuais em muitos outros. Vide as numerosas abóbadas e curvas que quase sempre são vistas em suas obras. Tivesse sido um discretíssimo nazi-fascista, na mesma hora seria execrado pela mídia que tanto o enalteceu durante décadas e tornou-o intocavelmente blindado.

    __________

    O blog diz:

    1. Para os leitores menos antenados, esclarecemos que o leitor Napoleão se refere, não ao autor do projeto da Concha Acústica em Campo Grande – MS, mas sim, ao arquiteto, recém-falecido, Oscar Niemeyer.

    2. Com o leitor Napoleão compartilhamos a descrença quanto à pretensa e propagandeada “genialidade” do tal arquiteto (ou melhor, Delineador-de-Monumentos).

    3. Não concordamos com a tese de que “ser comunista” (ou “stalinista” ou outro “ista”) leve automaticamente uma pessoa a ser mau profissional. Ideologias, como religiões e torcidas esportivas, são alimentadas por crenças, enquanto as profissões exigem procedimentos racionais, objetivos, verificáveis. Nada impede a convivência harmoniosa dos dois campos dentro da personalidade de cada ser humano…

Os comentários estão desativados.


%d blogueiros gostam disto: