Chifre em Cabeça de Cavalo

mimetico_01

Visto de longe, parece um ramo seco entre as folhas desse Guatambu. Mais de perto, um bicho-pau, da ordem Phasmatodea, com cerca de 12 cm de comprimento.

mimetico_02

Um graveto incrementado (aqui, visto de costas). Tem olhos enormes e até dois chifres!

mimetico_03

E tem uma cara de cavalo! Percebe-se, então, que “chifre em cabeça de cavalo” não é mais sinônimo de coisa impossível de encontrar…

mimetico_04

Na foto anterior, parecia que o inseto ia coçar a cabeça. Mas agora a sua “pata” está vindo em direção à câmera!

mimetico_05

E a patada exploratória veio, mesmo. E o inseto ficou atrevido. Atracou-se com a objetiva, e enterrou os dentes em sua borda! Deu o que fazer para expulsá-lo de volta à planta.

Fazendo pesquisa na Internet, para poder ao menos informar a ordem a que pertence este interessante bicho-pau, descobri um site excelente, do português Luis Ferreira (clique aqui para acessar). Preciso tomar algumas aulas com ele para melhorar as minhas macro-fotografias…

Anúncios

3 Respostas to “Chifre em Cabeça de Cavalo”

  1. roselene duarte Says:

    as fotos do portugues luis ferreira estao excelentes, que tal voce fazer uma exposicao tambem, as suas sao excelentes tambem.

  2. Ernesto Says:

    Oi, sou Ernesto Augusto Barbosa, de Caxias-MA, Brasil. Sou estudante de graduação em Ciências Biológicas pela UEMA. Tenho um bom conhecimento sobre esse inseto que vc registrou em fotos, ele é endemico da America Latina. Na verdade ele não é da ordem Phasmatodea, e sim Orthoptera, família Proscopiidae. Embora seja conhecido como bicho-pau ele se difere dos Phasmatodea devido ao formato da cabeça e outros caracteres. Os Phasmidas tem cabeça reduzida em relação aos Proscopiidae.

    então era isso

    Obrigado
    _____
    do blog:
    Nós é que agradecemos pelas informações, Ernesto.

  3. Ricardo Salles Tinôco Says:

    Oi, sou Ricardo Tinôco de Minas, entomólogo e o que tinha a dizer são as mesmas palavras do Ernesto, somente completando, esse inseto está mimetizando um bicho-pau, mas se você reparar ele tem patas traseiras saltatórias caracteristico dos ortópteras e as antenas dos Phasmatodea são compridas ultrapassando o segundo par de patas. Bom, é isso. As fotos ficaram realmente boas. Abraços
    _____
    do blog:

    Obrigado pelo esclarecimento, Ricardo. Realmente, insetos são bem mais complicados do que plantas…

Comentários encerrados.


%d blogueiros gostam disto: