“O Mapa do Atraso”

Provocada por um visitante do blog do Luís Nassif, está em curso uma discussão sobre os setores que podem estar “puxando para trás” a sociedade brasileira. Vejamos, primeiro, a listagem inicialmente apresentada pelo visitante:

O Mapa do Atraso

Por André Araújo

1. O sistema de organização do esporte profissional e amador, na mão de cartolas irremovíveis, negociando em benefício próprio um patrimônio que é da Sociedade.

2. O sistema sindical dos trabalhadores e patrões com a mesma estrutura de 1940, até piorada, com reeleições sucessivas em Federações de indústria (como a do RJ, já na 4ª reeleição) e com dirigentes operários há mais de 40 anos no mesmo cargo (José Calixto na Confederação Nacional dos Trabalhadores na Indústria).

3. As administrações portuárias e as alfândegas maritimas, um esquema que nem o Regime Militar conseguiu mudar.

4. As Reitorias de universidades públicas, caixas-pretas de arrepiar, circundadas por um anel de fundações-ralos que ninguém controla.

5. Os Detrans de todo o Brasil.

6. O sistema de empresas de ônibus urbanos e seus empresários-bacalhau de concessões viciadas há décadas.

7. As polícias estaduais.

8. O sistema de compras e licitações e seus sólidos esquemas de empresas-vende-tudo e jogo de liminares.

9. Os Tribunais de Contas, resorts de politicos aposentados.

10. Os sistemas municipais de uso do solo e licenciamento de construções e seus “agentes-vistores”.

11. A administração dos hospitais públicos, com algumas exceções.

12. A administração da instrução pública fundamental, com poucas exceções.

13. A administração penitenciária.

14. Os cartórios.

E agora, alguns dos muitos (já em torno de 100) comentários e acréscimos de outros visitantes:

Enviado por: Jorge Furtado

Faltou o ECAD, a mais escandalosa tunga institucional do país. Parece inacreditável, mas o tal ECAD, uma entidade privada, arrecada 2,5% do BRUTO da bilheteria das salas de cinema, com a desculpa esfarrapada de remunerar os músicos do filme, mesmo que o cinema esteja exibindo um filme mudo! Os músicos, é claro, não vêem a cor do dinheiro.

29/06/2008 9:42

Enviado por: antonio Rodrigues

Jorge Furtado:
Voce falou do ECAD e eu me lembrei da Ordem dos Musicos, um dos poucos grandes erros de JK na área cultural. Um grupo de cidadãos se incorporou a direção desta entidade, cobrando uma quantia de todos os músicos para lhes fornecer uma carteirinha que lhes dá o direito de tocar. Imaginem, arte só com carteirinha ? E se não passar pelo exame que eles aplicam ninguém pode fazer música ? É o absurdo dos absurdos e nem o Gil, que é músico, interferiu nesse assunto escandaloso.

Quanto ao ECAD, conto-lhe uma historia. Um amigo organizou uma homenagem ao seu falecido irmão, conhecido músico. Apareceu o ECAD para cobrar os “direitos do compositor”. Meu amigo argumentou que os direitos pertenciam a ele mesmo como herdeiro. Mesmo com esse argumento, foi obrigado a pagar, mas nunca recebeu o dinheiro de volta.

29/06/2008 11:51

Enviado por: Pedro

Ah, eu quase esqueci. E os tais conselhos profissionais (CREA, OAB, CRM, etc) que não servem pra nada alem de pegar um din din do cidadão.

29/06/2008 12:20

Enviado por: Jorge Furtado

O ECAD cobrando taxa no velório do músico parece piada, dá um bom curta. Mais uma para o mapa do atraso: cidades e estradas cobertas de publicidade.

29/06/2008 13:35

Enviado por: Gabriel

Os TCs são resorts de políticos em fim de carreira e todos os seus puxa-sacos, é bom lembrar. Por sinal, bem que a Administração Pública deveria começar a acabar com essa multidão de cargos políticos. Essa gente, além de pouco contribuir, serve muito bem para encobrir as falcatruas dos chefinhos. Ou um político vai ter coragem de aprontar alguma quando estiver cercado por servidores concursados? Penso que não.

29/06/2008 13:45

Enviado por: Luiz Eduardo

O furor legislatório — federal, estadual, municipal.

29/06/2008 19:18

Enviado por: xacal

Opa, opa, alto lá…

Como assim polícias estaduais…?
Cumprem muito eficientemente seu dever…

Afinal não é para segregar a choldra, mantê-la longe da paranóia da elite e da classe média, e manter a taxa de natalidade dos pretos e pobres sob controle, através de extermínio perene…?

Se não fosse a polícia, já teria alguém aí no seu apê dos jardins, jantando você, e não com você…

Nós cumprimos a missão preconizada pelo Estado e sua sociedade..

Às vezes, acontece um efeitozinho colateral, e matamos alguns inocentes, e para nossa desgraça, alguns desses inocentes moram no andar de cima da pirâmide…às vezes alguém perde o controle e tortura alguns jornalistas… mas isso é exceção, a regra é barbarizar os “clientes” de sempre: o favelado, o paraíba, o negão”

Mas nada que a execração pública na imprensa não resolvam…

Nessa lista não vi nada de associação de empresários “de bem”, entidades privadas ou até o indivíduo que “usa” esse mapa do atraso para encontrar o atalho dos privilégios…

29/06/2008 19:28

Enviado por: Alarico

Engraçado. O tão decantado “choque de gestão” patrocinado pelos neoliberais não resolveu NENHUM dos problemas listados. Serviu pra quê, aquele “choque”? Apenas pra entregar (a preço de banana) o patrimônio público aos tubarões e demitir milhões de servidores, sem melhorar coisa alguma?

29/06/2008 19:37

Anúncios

Uma resposta to ““O Mapa do Atraso””

  1. alexandre nascimento Says:

    e os “comunistas” de plantão? eles falam do neoliberalismo, mas estão grudados nos cargos, fundações, ong s e similares, mamando diretooooo!!!

Comentários encerrados.


%d blogueiros gostam disto: