No Parque Estadual do Prosa

Sábado, 07/06/2008, de manhã, no Parque Estadual do Prosa, situado dentro do perímetro urbano de Campo Grande, com cerca de 135 hectares. O programa, que precisa ser agendado, consiste em andar por uma trilha dentro do parque, passando pela nascente do Córrego Prosa e pelo CRAS – Centro de Reabilitação de Animais Silvestres. Nosso grupo era composto por 9 pessoas, sendo 4 crianças.

Logo de saída, o espetáculo de uma Albízia (Angico Branco) em fundo azul celeste.

Pouco depois aparece um grupo de alegres sagüis. O mais desinibido foi este.

Pela mata. À frente o guia Zenildo.

Iluminada por raios de sol, esta teia, de cerca de 30 cm de diâmetro, dá um espetáculo à parte.

A mesma teia, mostrando ao centro a sua talentosa tecelã.

Nascente do Córrego Prosa. Ele é formado pela junção das águas dos córregos Joaquim Português (no alto, à direita) e Desbarrancado (à esquerda).

Anúncios

Uma resposta to “No Parque Estadual do Prosa”

  1. Juliane Corrêa Says:

    Amo esse lugar! Gostaria de conhecer pessoas que também gostem do Parque do Prosa e da sua beleza natural. Atualmente considero que há poucas pessoas que conheçam esse lugar.
    Pq vc resolveu criar esse Blog?
    __________
    Valdir diz:

    Juliane:

    Motivação para criar o blog: estava numa fase em que fazia muitas pesquisas botânicas, e portanto tirava muitas fotos de árvores e da natureza em seu entorno. Quis compartilhar essas fotos, também na esperança de que os leitores me ajudassem a identificar espécies mais difíceis (como por exemplo a Canela Amarela que existe no Parque das Nações Indígenas). Com o tempo, fui alargando o meu campo de interesses para a zoologia, a cidade de Campo Grande e o Estado de MS…

Comentários encerrados.


%d blogueiros gostam disto: