Flamboyant

Nome científico: Delonix regia (Bojer ex Hook) Raf.

(anteriormente Poinciana regia, Bojer).

Família das Leguminosas, divisão Cesalpináceas.

1) Aspecto Geral:

flamboyant

Exemplar existente na Praça dos Imigrantes. Para ver a foto em resolução máxima (3 megapixels), clique na foto.

2) Floração:

flamboyant_3

3) Botões Florais:

flamboyant_4

4) Flor:

flamboyant_5

5) Frutos (vagens achatadas) :

flamboyant_6

6) As vagens secam e abrem espontaneamente, liberando as sementes. Estas são extremamente duras, e só germinam após “quebra de dormência” (deixe-as 5 minutos em caneca com água recém-fervida):

flamboyant_7

7) Folhas:

flamboyant_8

8 ) Tronco:

flamboyant_9

Exemplar existente na Praça do Rádio.

191 Respostas to “Flamboyant”

  1. Maycon Medeiros Says:

    Ola,
    Gostei muito de seus artigos. Gostaria de saber se a semente de flamboyant após fazer a quebra de dormencia é facil de germinar assim como é o ipê?
    Obrigado
    Maycon Medeiros
    _____
    DO BLOG: Maycon, faz muitos anos que fiz algumas mudas de Flamboyant, depois de quebrar a dormência das sementes. Mas lembro que a germinação não demorou muito; acho de 1 a 2 semanas…

  2. elizabeth nunes Says:

    eu em 2001 fui au sitio de minha mae e peguei umas sementes de flamboynt para minha surpresa a um mes achei as sementes que estavam guardadas e coloquei em pote com terra e umas das sementes brotou mais não sei o que tenho que fazer para vingar por favor que tenho que fazer.
    _____
    resposta do blog:
    Elizabeth, é só tomar alguns cuidados básicos:
    1) mantenha o vaso em lugar onde tenha uma pouco de sol, de preferência o sol da manhã;
    2) deixe a terra do vaso sempre um pouco úmida;
    3) em dezembro ou janeiro a planta já deve ter várias folhas e você poderá instalá-la no local definitivo (quintal ou calçada). Destaque cuidadosamente o torrão de terra do vaso; ideal é que nessa ocasião a terra do vaso esteja com pouca umidade, para não se soltar das raízes;
    4) no local definitivo, deixe uma área em torno da arvorezinha, de pelo menos 2 metros quadrados, para que a água da chuva infiltre e as raízes possam se aprofundar no solo.

  3. Tadeu Says:

    tenho que parabenizar pela foto.
    é uma especie linda.

    parabens pela publicação.
    _____
    do blog:
    Obrigado, Tadeu.

  4. Gilvan Cardoso da Silva Says:

    Boa tarde:

    Sou estudante do curso de Geografia da Universidade Federal da Paraíba e estou em fase final de conclusão do curso. estou desenvolvendo uma pesquisa geográfica relacionado a espécies exóticas da Mata Atlântica, mais precisamente a Flamboyant.

    Por ser uma planta ornamental e não de fins comerciais, as literaturas acerca do manejo dessa planta são muito escassas.

    Ví, na net, o seu site, muito bem explicativo e de literatura simples e gostaria de saber como faço para conhecer mais acerca dessa espécie e se vcs possuem literaturas para serem adquiridas e me ajudarem nessa pesquisa.

    Desde já agradeço.

    Atenciosamente:
    Gilvan Cardoso da Silva
    UFPB
    _____
    resposta do blog:
    Gilvan: Embora soberbamente aclimatada no Brasil, o Flamboyant é uma planta originária da ilha de Madagascar, na África. Não conheço livro específico sobre essa planta; mas suponho que o livro “Árvores Exóticas no Brasil”, da Editora Plantarum ( http://www.plantarum.com.br/detalhes.php?id=14 ) trata dessa espécie em uma de suas folhas. As informações serão, necessariamente poucas. De minha experiência pessoal sei que a sua semente deve ter a dormência quebrada (deixando-a por 5 minutos em água recém-fervida), para germinar. Se o seu trabalho é sobre a disseminação dessa espécie, posso informar que em Mato Grosso do Sul ela é encontrada em praticamente todos os municípios. No oeste paulista, que visito sempre, também.

  5. Altermar Dutra dos Santos Says:

    Senhores: estou diante de um flamboyant maravilhoso, que está formando suas folhas. Nele estão várias vagens com sementes, que ainda não abriram. Qual a época de abertura das vagens e a melhor época, também, para fazer mudas desta frondosa árvores?
    Att.
    ADS
    _____
    resposta do blog:
    Altermar: Não tenho idéia do tempo que vai da fecundação das flores até o amadurecimento das vagens do Flamboyant.
    Quanto às mudas, espere as vagens cairem naturalmente, sinal de que as sementes estão completamente maduras. Então escolha as sementes maiores e mais bonitas, e “quebre sua dormência” (coloque-as por cinco minutos num recipiente com água recém-fervida). Ela deve germinar em qualquer época, mas quanto antes (e dentro da primavera/verão), melhor.

  6. guilherme Says:

    gostaria de saber onde posso encontrar mudas de flamboyant!!

    valeeeu
    _____
    do blog:
    Guilherme: em floriculturas ou firmas de jardinagem é fácil encontrar mudas de Flamboyant. Se quiser você mesmo fazer uma muda, pegue algumas sementes, deixe-as por 5 minutos em água recém fervida, e plante numa caixinha de leite longa vida preenchida com terra comum. A muda geralmente cresce rápido, muito viçosa.

  7. raquel Says:

    eu achei o site o maximo!! tem muitas emformações legais acho q deviam fazer varios outros sites desses de outras arvores flores etc bjoks tchau tchau Raquel
    _____
    do blog:
    Obrigado, Raquel, pelas palavras.

  8. Rosa Says:

    Temos um pé de flamboyant no gramado em frente de casa. No ano retrasado, não sei se por causa do frio do inverno gaúcho ou outro motivo, começaram a cair as folhas e os galhos começaram a secar. Por fim cortamos até quase o chão. Assim ficou por um bom tempo. De repente começou a brotar novamente. No ano passado, ao chegar o inverno, nós o protegemos do frio e conseguimos preservá-lo. Minha pergunta é: Ele é sensível ao frio e exige um cuidado especial?
    _____
    resposta do blog:
    Rosa: existem “n” espécies brasileiras que se aclimatam bem “do Oiapoque ao Paraná”. Realmente, o clima do RS e de SC apresenta peculiaridades próprias em termos de Brasil. Como o Flamboyant é uma espécie tropical, como as espécies brasileiras, deve estar sujeito aos mesmos condicionantes. Mas é apenas um palpite. Enquanto cuida com carinho da sua árvore, observe se há outros exemplares na sua cidade, e como eles se comportam no inverno. Verifique também se ao redor do tronco há área (sem calçamento) livre para absorção da água da chuva (pelo menos 2 metros quadrados, de preferência mais). Verifique ainda se o solo não está tomado por pedras e entulhos de construção. Boa sorte.

  9. Eunice Mourão Says:

    Gosto de todas as espécies de planta ; da mais simples à exótica ; todas possuem sua beleza e originalidade. Mas algumas chamam mais atenção pela cor , tamanho, numero de flores etc.
    O flambyant é maravilhoso. Dispensa até comentários . Basta olhar e se encantar para não esquecer jamais

  10. Vanusa Says:

    Gostaria de saber a temperatura da água para a dormência das sementes?
    _____
    resposta do blog:
    Vanusa:

    Ao levantar fervura, a água provavelmente está numa temperatura de 100 graus centígrados. As sementes de flamboyant, então, serão submetidas, por alguns segundos, a essa temperatura. Em cinco minutos, a temperatura da água terá baixado para cerca de 60 graus. O que submeteria as sementes a uma temperatura média de 80 graus.

    Mas estes são dados aproximados, sem precisão científica, que podem ser adotados como hipótese de trabalho. Se você tem condições de fazer a experiência em condições de laboratório, seria ótimo. E, naturalmente, gostaríamos de obter a informação exata…

  11. Adelson Teles Pinto Says:

    Para mim o flamboyant é uma das plantas mais bonitas. Aqui onde moro em Potiraguá – Bahia existem diversos exemplares plantados em praças e avenidas… Abraços!!!

  12. Pedro Says:

    eu já vi em sites, o nome da flamboyant , cientifico sendo DELONIX REGIA, e no seu site está Poinciana Regia.a pergunta é: qual é o verdadeiro nome cientifico da flamboyant vermelha?

    VALLEU
    _____
    resposta do blog:
    Pedro: os dois nomes são válidos, sendo sinônimos. Pesquisadores, em lugares diferentes e até em épocas diferentes, descrevem a mesma planta, um não conhecendo o trabalho do outro. Surgem então nomes diferentes para os gêneros (no presente caso, Poinciana e Delonix). É preciso fazer pesquisa para descobrir a precedência, isto é, qual autor descreveu primeiro, e de forma mais completa, esse gênero e essa espécie. Vou ver se descubro. Se você achar primeiro, favor informar…

  13. Arlei Orso Says:

    Parabéns pelo site… Gostaria de saber se posso fazer mudas com galhos do flamboyant? Ou a única forma de reprodução é com sementes?
    Agradeço se podem me enviar por Email.
    Att.
    Arlei.
    _____
    resposta do blog:
    Arlei: 1) Nunca ouvi falar em estaquia com o Flamboyant; acho que só com sementes.
    2) Não temos sementes disponíveis, mas elas podem ser colhidas facilmente em locais públicos, quando suas grandes vagens começam a cair. Nas casas que vendem mudas, é fácil obter mudas já bem crescidas, e por preços razoáveis…

  14. Pedro Says:

    Gostaria de saber qual seria a forma da folha da flamboyant é: Bipinulada, Pinulada par ou Pinulada ímpar?

    Obrigado.
    _____
    resposta do blog:
    Pedro: a folha da Flamboyant tem número par de folíolos simples; portanto, seria pinulada par.

  15. Vítor Hugo Matos Says:

    Parabéns pelo seu fantástico blog!
    Estou escrevendo da ilha de São Miguel, Açores – PORTUGAL. Recentemente fui de férias a França. Encontrei uma árvore ao que tudo indica seria um Flamboyant, sem folhagem, cheia da vagens penduradas nos seus ramos e algumas no chão. Peguei algumas vagens e trouçe comigo para decoração na minha casa, pois cá nunca tinha visto nada parecido. Após algumas pesquisas na net cheguei ao seu blog. Há cerca de 3 semanas esperimentei a semear algumas sementes, com sucesso. As plantas estão-se fazendo bem e estou muito feliz por saber que se trata de uma árvore com flores tão bonitas… Estou espectante, se as plantas irão resistir ao clima Açoreano, visto não se tratar de um clima tropical? Gostava de saber a sua opinião?
    Grato pela atenção dispensada.
    Cumprimentos
    _____
    do blog:
    Vítor Hugo: em primeiro lugar, obrigado pelas palavras. Quanto ao Flamboyant, acredito que pode se desenvolver muito bem aí em Açores. Já vi muitos flamboyants no Estado de Santa Catarina, aqui no Brasil, que tem um clima de sub-tropical a temperado. Não sei qual o regime de chuvas aí na ilha, mas se houver longos períodos de estiagem, talvez seja preciso irrigar a planta para encurtar esses períodos. De qualquer forma, após uma estiagem “normal”, a árvore perde todas as suas folhas, condição para a magnífica inflorescência da “chegada da primavera”.

  16. Rosivan Says:

    gost´ria de rceber um aquivo com processos de
    produção dessas mudas passo apasso desde já agradeço.
    _____
    do blog:
    É muito simples: 1) preparar os “saquinhos” com terra comum misturada a alguma matéria orgânica (esterco curtido, humus); 2) “quebrar a dormência” das sementes (quando a água levantar fervura, tire o recipiente do fogo e mergulhe as sementes de flamboyant na água por cinco minutos; 3) semeie uma semente por “saquinho”. É só esperar, cuidando para que o substrato fique sempre úmido (mas não enxarcado), e num local sombreado (mas não escuro)…

  17. Vítor Hugo Matos Says:

    Ora viva, uma vez mais ;-)
    Relactivamente ao meu comentário feito anteriormente, estou com algumas dúvidas em relação às vagens que encontrei em França e que julgo serem de Flamboyant, pois elas são em forma de espiral, contrariamente ás que surgem nas suas fotos e em todas as outras que tenho encontrado na net. Por este mesmo facto, gostaria de lhe enviar uma foto das vagens, para que me possa ajudar a esclarecer, se realmente se trata de flamboyant ou de outra árvora da mesma família? Para tal agradecia que me disponibiliza-se o seu email p.f..
    Obrigado.
    _____
    do blog:
    Vítor Hugo: meu e-mail é valmar@top.com.br . Aguardo a foto.

  18. Pedro Says:

    Tem gente que fala que existe Flamboyant Azul, mais nao existe na verdade é Jacaranda mimoso…mais agora tem gente que fala tambem que existe flamboyant meio amarelada com laranja, gostaria de saber se essa que todos falam na net flamboyant AMARELA é flamboyant mesmo..ou é outra arvore igual no caso da falsa flamboyant azul?
    _____
    do blog:
    Pedro: vou ver se descubro algo definitivo, e informo aqui. Mas me parece que esse Flamboyant amarelo-laranja é mesmo um Flamboyant, não sei se de espécie diferente ou da mesma espécie e variedade diferente…

  19. Pedro Says:

    quantos anos vive uma flamboyant?
    _____
    Pedro: não sei responder a essa pergunta; mas acredito que todas as grandes árvores têm um potencial de vida equivalente. Assim, como já temos visto sibipirunas de 50, 70 ou até mais anos, acho que a Flamboyant também pode atingir esses patamares, ou até superar, dependendo, é claro, das condições do ambiente em que ela vive…

  20. karol Says:

    olá adorei seu blog tive acesso a ele ao procurar na internet
    matéria sobre flamboyant pois sou estudante de agronomia e preciso elaborar um artigo sobre germinação e quebra de dormência do flamboyant se puder me ajudar me enviando material de subsídio para a e laboração desse artigo fico muito grata
    _____
    do blog:
    Karol: vou enviar-lhe um e-mail…

  21. Pedro Says:

    Para a semente germinar, é preciso fazer a quebra da dormência? Se planta ela sem fazer nasce?
    _____
    resposta do blog:
    Pedro:
    Se você plantar a semente de Flamboyant sem quebrar a dormência, ela também deve germinar. Mas pode demorar muito mais, pois a quebra-de-dormência natural depende das condições ambientes, e talvez do apodrecimento da “casca dura” da semente…

  22. mateus Says:

    ola, tenho uma duvida:
    moro em salvador e peguei algumas sementes (as vargens estavam no chão)

    as sementes não são parecidas com essas do site, são preta e bem dura.
    pesquisei alguns tópicos no orkut em que falava, que pode plantar normalmente ou por na água por 24h, então, coloquei na água(natural) por 24h

    ontem plantei as 4 sementes.
    uma no vaso da palmeira, e as outras em caco diferentes, sendo que uma plantei num substrato misturado ao cascalho.

    abraços
    _____
    do blog:
    A cor das sementes de Flamboyant podem variar, mas acho que todas são muito duras. Gostaríamos que você desse notícias dessas mudas: depois de quantos dias aflorou da terra, se todas as sementes germinaram…

  23. Ivany Says:

    Estou feliz por obter tanta informação sobre a flamboyan. Minha sobrinha me pediu para germinar e cuidar de algumas sementes dessa arvore e agora sei q posso fazer isso com a ajuda desse blog! Ela quer plantar, futuramente, na frente da sua casa. Preciso então saber mais ou menos o passo a passo até ela poder levar para sua casa. Primeiro eu coloco na caixinha de leite e depois de algum tempo eu posso replantar num vaso maior e esperar que ela cresça mais até que fique uma arvorezinha?
    _____
    do blog:
    Ivany:

    Me parece que esse seria um bom procedimento: plantá-la no lugar definitivo quando ela já for uma arvorezinha, não esquecendo da proteção em torno dela (uma “cerquinha” de bambu, madeira ou metal). Importante também seria deixar, em torno da futura grande árvore um bom espaço não-calçado (poderia ser gramado), por onde se infiltrarão as águas de chuva. Boa pedida seria deixar gramado o espaço à esquerda e o espaço à direita da planta, pelo menos 2 metros de comprimento cada um. E que essa parte gramada esteja um pouco mais baixa do que o calçamento e a guia/sarjeta; assim, quando chover, haverá uma momentânea “inundação” da área, e logo essa água toda infiltrará no solo. Com umidade suficiente no solo em torno da árvore, suas raízes vão aprofundar naturalmente, e não haverá o problema de levantamento e quebra das calçadas…

  24. Diego Canteiro Says:

    Olá, saudações a todos os amigos do blog.
    Estou com um projeto de iniciação científica da Universidade Cruzeiro do Sul, e preciso coletar 500 sementes de flamboyant, para realizar métodos químicos e físicos de escarificação e quebra de dormência.
    Será que alguém sabe onde posso encontrar sementes ou árvores de flamboyant em São Paulo?

    Desde já agradeço pelo atenção.
    Atenciosamente

  25. Jailma Says:

    Minha árvore preferida , não tem mais linda.
    que blog maravilhoso , leio sempre que posso.
    fiz a quebra de dormencia e vou plantar amanhã, assim que germinar eu aviso .
    um abraço.
    _____
    do blog:
    Maneiro, Jailma! Aguardamos notícias. A mudinha dessa árvore deve ser uma graça…

  26. cristina Says:

    recebi sementes de flamboyant, e gostaria de saber se tenho q fazer esse processo de quebra de dormencia.
    _____
    do blog:
    Não é obrigatório. No processo natural (apenas enterrar a semente), entretanto, a germinação deve demorar um pouco mais…

  27. Sandra Says:

    Moro em Orlando na Florida e sou louca por flamboyant. Recentemente estive de ferias em Porto Rico e pude ver flamboyants amarelas e
    tambem lilas . La elas sao muito apreciadas. Estou louca para
    comprar sementes e aqui nao as encontro. Voces sabem onde encontrar?
    _____
    do blog:
    Sandra: vou ver se descubro, e te informo por e-mail…

  28. Walquiria Lanna Says:

    Que super dicas para plantar o famboyant. Maravilha!
    Quero plantar uma no meu quintal e foram ótimas suas explicações.
    Moro em Brasília e o clima aqui é bem seco, por isso nem toda espécie se adapta bem. Mas pelo que disse, fiquei animada.
    Prefiro tentar obter mudas a partir das sementes: não há coisa mais gratificante e encantadora do que ver uma nova árvore germinar.
    Parabéns pelo blog.
    Abraços.
    Walquíria Lanna
    _____
    do blog:
    Obrigado pelas palavras, Walquiria!

  29. Erika Says:

    Oi, eu sou apaixonada por árvores e o Flamboyant é minha preferida!
    Estou começando a fazer Bonsai, esta semana peguei 4 sementes de Flamboyant na chácara de minha tia e deixei de molho umas 8 horas em solução de enraizador (Radimax i20), após esse período retirei a película que ela solta e com um estilete fui cortando delicadamente a semente até aparecer o “olho” de onde sairá a raíz. Coloquei na terra e fiquei pasmada quando vi que em 3 dias elas já saíram das cascas. Foi incrível como o processo de germinação foi acelerado com este procedimento!
    Espero que minha dica ajude quem tiver interessado em fazer mudas.
    Abraços.
    _____
    do blog:
    Informação preciosa, Erika! Obrigado.

  30. Jailma Says:

    Gente estou maravilhada , minha semente germinou e esta crescendo, demorou dez dias para germinar, mas veio com força total, estou apaixonada , pois sempre foi um sonho ter uma arvore desta em minha casa, vou plantar em minha chácara e com fé em Deus vou viver para postar fotos dela aqui.

    obrigada pelo seu blog é o máximo.
    beijos

    Ah. tem outra maneira de fazer com que a semente germine fiz também e deu certo.
    Lixei um pouco a semente e deixei de molho em agua fria por 1 ou 2 dias até que ela fique hidratada e cresça no seu tamanho, feito isso plante em terra adubada numa caixinha de leite longa vida e aguarde uns 10 a 12 dias que beleza de planta.
    _____
    do blog:
    Que bom, Jailma! Essa árvore é mesmo fantástica; seu viço, quando pequena, é encantador. E obrigado pelas dicas sobre as sementes…

  31. Jânia Stasiak Says:

    Olá colega,

    estava navegando atrás de algumas informações sobre esta maravilhosa árvore, sou bióloga moro em Portão RS, gostei das informações, porém, solicito saber o mês q posso semear as sementes depois da dormência.

    abraços e parabéns pelo blog***
    Profª. Jânia Stasiak
    Bióloga
    _____
    do blog:

    Jânia:

    Não tenho muitas informações sobre o Flamboyant, mas acredito que a melhor época para semear, principalmente no RS, seria agora, próximo ao início do Verão. Assim a muda poderá ganhar um bom impulso antes da chegada do inverno…

    E obrigado pelas palavras, principalmente pelo “colega” (sou apenas um curioso, amante da Biologia, ou “Filobiólogo”).

  32. solange fleck Says:

    depois de germinada quanto demora para floraçao tenho uma há nove anos e nada aconteceu ,
    _____
    do blog:
    Solange:

    O Flamboyant é uma árvore geralmente vigorosa, e deveria florescer já com 3 ou 4 anos. Mas isto depende da região; pode haver retardamentos em áreas de clima mais frio ou de altitude. Se em sua cidade você vê outros Flamboyants floridos, o problema seria do seu exemplar. Nesse caso, veja se há em seu redor espaço não calçado onde a água da chuva possa penetrar no solo (a área mínima, para árvore adulta, seria de 2 m2). Procure também por uma eventual fonte de poluição no solo próximo (vazamento de produtos químicos)…

  33. Patricia vasconcelos Says:

    Olá! preciso de uma informação preciosa e rápida se possível. Há um ano plantei um flamboyant que está a mais ou menos 3,2 da calçada de minha visinha, hoje fomos surpreendidos pela mesma pedindo a retirada da minha linda árvore alegando que esta lhes traria danos nos encanamentos e folhas em seu telhado. existe legislação quanto a distância de plantio entre uma casa ou outra? em média qual a profundidade e o raio que as raízes podem alcançar? Ficarei grata pelas respostas.
    _____
    do blog:
    Patrícia:

    Parece-nos que a vizinha tem direito de exigir que galhos de sua árvore não invadam o quintal dela (não a calçada,
    que é pública). O mesmo quanto a raízes. Ela não tem o direito de exigir que você resolva o problema retirando a árvore, pois há outras soluções possíveis. Assim, você deve providenciar eventuais podas nos galhos, de forma que eles não invadam o terreno vizinho. Quanto às raízes, seria interessante instalar uma placa de cimento até a profundidade de meio metro, impedindo as raízes de atingirem o subsolo do terreno da vizinha. Deveria também providenciar para que a água da chuva não acumule junto à divisa dos terrenos (mantenha o subsolo da divisa tanto quanto possível seco), mas apenas próximo ao tronco da árvore e no lado oposto ao da divisa.

    Quanto às folhas que o Flamboyant vai, hipoteticamente, lançar sobre o telhado da vizinha, parece-nos que se ela pensar bem e fazer uso de seus nobres sentimentos, concluirá que isto é mera implicância. Concluirá que folhas podem vir mesmo de árvores longínquas, e que o seu Flamboyant melhorará, ainda que pouco, o clima no quintal e na casa dela.

    Mas, tratando-se do Flamboyant, sabe-se que ele cresce muito, lateralmente, expandindo sua copa pelos espaços vizinhos (e as raízes geralmente acompanham, subterraneamente, a expansão da copa). Vai dar algum trabalho, depois de alguns anos, podar regularmente os galhos que avançarem sobre o terreno vizinho e os galhos do lado oposto da árvore (para não causar desequilíbrio). Se achar que vale a pena arcar com esses trabalhos periódicos, vá em frente. Mas procure chegar num acordo com a vizinha, mostrando que a planta não afetará o espaço aéreo e o subsolo do terreno dela. Se ela não for do tipo generoso e compreensivo, achamos melhor trocar a árvore do que cultivar uma inimizade tão próxima…

  34. Patricia vasconcelos Says:

    Obrigada pela resposta, cuidar da meu flamboyant valerá muito a pena principalmente quando vê-lo florido. É triste ver que para a maioria das pessoas árvore não tem importância, se fala em cortar sem nenhum pesar, não sei se estou certa mas para mim árvore também sente dor e sabe se é bem querida ou não, afinal de contas é um ser vivo.
    _____
    do blog:
    Concordamos plenamente como você, Patrícia.

  35. bill Says:

    olá pessoal eu falo do interior de sp eu estava procurando artigo sobre flamboyant e adorei as informações que eu encontrei vou plantar varias mudas na entrada do meu sitio um abraço a todos.

  36. Flávia Says:

    Olá…sou fascinada pela Flamboyant, a 3 semanas peguei varias sementes, e sem saber do procedimento da agua, coloquei-as direto num vaso. na outra semana, germinou apenas uma das 5 q eu plantei e por incrivel q pareça, ja pegou uma certa resistência. Pergunta: Posso planta-la em vaso? Se sim, qual o tamanho ideal do vaso? E de qto a qto tempo faço a poda para q nao fique mto gde ? Obrigada, aguardo respostas !
    _____
    do blog:
    Flávia:

    O que você pretende é fazer um bonsai gigante. Cremos que é possível. Procure informar-se sobre as técnicas de produzir bonsais, aplicando-as parcialmente no caso da Flamboyant. A restrição imposta pelo vaso à expansão das raízes deve resultar em restrição à expansão dos galhos, não sendo, portanto, necessária a poda. Cuide para que a terra do vaso não fique muito úmida, e que a planta receba sol direto pelo menos uma parte do dia.

    Quanto ao tamanho do vaso, escolha de acordo com o espaço que você tem disponível…

  37. Ademir Carosia Says:

    Além da beleza da árvore ,de sua florada,o flamboyant também atrai beija-flores.

    Ademir Carosia
    Arceburgo-Mgerais

  38. PEDRO PAULO Says:

    PARABÉNS SEU BLOG NÃO É 10 E SIM 1000, GOSTARIA QUE PUDESSE ME AJUDAR. TENHO UM TERRENO NA PRAIA E ADORARIA PLANTAR UMA ÁRVORE PARA ME OFERECER UMA BOA SOMBRA E BELEZA NO MEU QUINTAL, PLANTEI UMA MANGUEIRA ( HADEN ) ESTÁ MUITO PEQUENA AINDA, MAS, REPAREI QUE A MANGUEIRA DO VIZINHO FICA COM MUITOS FRUTOS NO CHÃO E ELA SE TORNA PERIGOSA ATÉ MESMO PELO SEUS FRUTOS MUITO PESADOS CAINDO, COMO VAI SER CASA DE TEMPORADA QUANDO EU CHEGAR ENCONTRAREI VÁRIOS FRUTOS PODRES NO CHÃO, DECIDI ENTÃO PLANTAR UMA AMENDOEIRA, ME INFORMARAM QUE IRIA AFETAR A OBRA DA CASA ATINGINDO A FUNDAÇÕES, COM ISTO ESTOU COMPLETAMENTE PERDIDO, PODE ME AJUDAR? MEU TERRENO FICA EM RIO DAS OSTRAS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, PRECISO DE UMA ÁRVORE COM BOA SOMBRA COMO AMENDOEIRA OU FLAMBOYANT QUE SUA RAIZ NÃO DANIFIQUEM MINHA OBRA, QUE NÃO TENHA FRUTOS MUITO GRANDES POIS VAI FICAR EM UM QUINTAL E QUE POSSA FICAR A UNS 4 METROS DE DISTÂNCIA DA PAREDE DA MINHA CASA POIS TENHO UM QUINTAL DE FUNDOS COM 8 METROS DE COMPRIMENTO E 14 DE LARGURA LIVRES,ONDE PRETENDO FAZER O PLANTIO, O RESTANTE É A CASA. DESDE JA AGRADEÇO MUITO A AJUDA. ADORARIA QUE PUDESSE SER O FLAMBOYANT POIS É LINDA.
    QUE TAMBÉM NÃO TENHA UM CRESCIMENTO MUITO DEMORADO, TEM ARVORES QUE LEVAM ATÉ DEZ ANOS PARA CRESCER. VALEU.-
    _____
    resposta do blog:

    Obrigado pelas palavras de incentivo, Pedro Paulo.
    Plantando o Flamboyant, creio que você não terá problemas com as fundações da casa ou dos muros, mantidas as distâncias de 4 metros. Em cidades praianas, o lençol freático é bem raso (já estive em Rio das Ostras), e a árvore não enfrentará carência de umidade e deverá aprofundar adequadamente suas raízes no solo, sem afetar fundações. Quanto ao crescimento, o do Flamboyant costuma ser vigoroso.
    Amendoeira também é boa opção, não oferecendo perigo para as fundações, pelo motivo citado.

  39. Júlia Says:

    Olá, parabéns pelo site!!! eu sou apaixonada pela arvore Flamboyant e queria pintar uma na frente da minha casa e estou preocupada com as raízes e possiveis estragos na fundação. há quantos metros da casa mais ou menos seria seguro planta-la?
    agradeço desde já…
    _____
    resposta do blog:

    Júlia:

    O Flamboyant, plantado isoladamente, tente a crescer mais lateralmente do que em altura. As raízes das árvores geralmente acompanham, no solo, o avanço da copa nos ares. Creio que, no caso do Flamboyant, uma distância mínima da casa seria de 5 metros (melhor mais).

    Quanto ao risco para as fundações da casa, não haverá, desde que você: a) deixe uma área nua ou gramada (rebaixada em relação ao passeio) em torno do tronco da árvore, para que a água da chuva ali empoce e depois se infiltre abundamente solo abaixo; b) afaste a água da chuva dos alicerces da casa (sem umidade no subsolo junto às paredes, as raízes não vão se encaminhar para lá).

  40. Artur Taveira Says:

    Parabéns pelo site …

    No passado, antes da Internet, as informações eram bastantes limitadas no tocante a dissiminação do conhecimento nas mais diversas áreas. Quando rapaz tentei por diversas vezes a reprodução por semente do Flamboyant, sem sucesso algum …
    Por volta dos meus 24 anos, ao visitar um pequeno horto municipal na cidade de Araruama, encontrei lá um senhor que então, utilizando palavras simples, me ensinou como proceder com as sementes para uma germinação mais garantida.
    A imersão em agua quente era a segunda parte do processo, porém antes disso, ele recomendava encher uma lata de leite em pó com areia bem grossa até a metade da lata e então colocar lá dentro uma quantidade de sementes do Flamboyant … Fechar a tampa e ficar agitando a lata por uns dez minutos … e depois sim a imersão por 5 ou mais minutos na agua pós-fervida.
    Sucesso total … o processo de lixamento da pele externa (dura) da semente, facilitava ainda mais a quebra da dormência por água quente, produzindo um rendimento de germinação bem maior. Hoje tenho 58 anos e acho maravilhoso essa troca de experiências … que só enriqueçe o ser humano.
    Muito obrigado a todos
    _____
    do blog:

    Nós também agradecemos, Artur! Pelas suas palavras de incentivo e pela informação sobre esse interessante método de escarificação de sementes…

  41. Bruno Godim Says:

    Tenho uma Flamboyant na minha calçada, a +/- 02 anos atraz eu fiz um piso grosso e a raiz trincou o concreto.
    Estou para fazer o acabamento e gostaria de saber se ainda terei risco uma vez que minha árvore já tem uns 6 anos.
    Ate quando a raiz cresce?
    Desde já agradeço a atenção e parabenizo pelo site!
    _____
    do blog:

    Bruno:

    As raízes das árvores crescem vigorosamente durante os primeiros anos, e depois continuam crescendo, embora em ritmo menor.

    Provavelmente as raízes da sua árvore (engrossadas anormalmente próximo ao tronco) racharam a calçada porque não conseguem se aprofundar num solo excessivamente seco ou inóspito (por exemplo, cheio de entulhos de construção).

    Toda a água de chuva que cai sobre a copa da Flamboyant deve ir para o solo/subsolo; assim, faça com que o calçamento em torno da árvore se incline levemente na direção do seu tronco. E em torno do tronco, deixe “nua” a maior área possível; geralmente se vê um ridículo quadradinho de 50 cm x 50 cm, que vai “sufocando” a árvore. O ideal é que esse quadradinho, ou retângulo, tenha pelo menos 2 metros quadrados (por exemplo, 3 m x 70 cm). E que ele seja mais baixo do que o calçamento, desta forma formando-se um “laguinho” nas chuvas mais fortes. A água desse laguinho vai se infiltrar lentamente, formando no solo-subsolo um cone de umidade, propício ao crescimento saudável das raízes…

  42. Marcelo Lago Says:

    Fiquei sabendo que o flamboyant é uma planta biomonitora, queria saber o q é biomonitorado por essa planta? vlw.. obrigado!!!
    _____
    do blog:

    Marcelo:

    Desculpe, mas não temos a menor idéia sobre a atividade biomonitora do Flamboyant…

  43. anne bins Says:

    Olá, tem um flamboyant vermelho em minha chácara porém há dois anos que não floresce e esse ano nem folhas cresceram. Ele já é antigo e queria saber como tratá-lo.
    Obrigada
    _____
    do blog:

    Anne:

    Flamboyant é uma árvore originária das savanas de Madagascar; está mais adaptada, portanto, a lugares amplos e ensolarados. Se o seu exemplar estiver semi-sombreado, talvez esteja aí o problema. Verifique também se há, em torno da árvore, espaço suficiente (plano ou côncavo, e não inclinado) para a infiltração abundante de água da chuva. Com insuficiência de umidade no solo e subsolo, nenhuma árvore se mantém saudável. Quanto à idade, só deverá haver problema se o Flamboyant estiver com mais de 80 anos.

    Nunca vimos fungos (que deixam as folhas pretas, enrugadas ou “enferrujadas”) ou parasitas em exemplares de Flamboyant, o que também não deve ser o caso…

  44. Nilson Says:

    Oi…, tenho um flamboyant jovem de um ano e meio, em minha chacara, agora tenho que fazer um poço artesiano e foi marcado uns 2,9 m de distancia da arvore, gostaria de saber se as raizes vai prejudicar o poço, e se eu fazer uma valeta se resolve o meu caso, gostaria de uma solução para esse problema.
    Obrigado.
    _____
    do blog:

    Nilson:

    Não creio que as raízes da árvore afetarão o cano do poço, desde que a área em torno da Flamboyant receba irrigação normal das águas de chuva. A essa distância de 2,9 m apenas raizes secundárias, ou mesmo terciárias, se aproximarão do cano.

    O que faz as raizes prejudicarem alicerces, calçadas e tubulações é a concentração delas num único plano (geralmente o horizontal, próximo à superfície do solo, motivada pela irrigação insuficiente). Providencie para que em torno do tronco haja um espaço plano ou ligeiramente côncavo (digamos, de 2 m de diâmetro), de forma que a água da chuva se infiltre normalmente, distribuindo-se por toda a área. Se não for possível aplainar o terreno, construa dois ou três pequenos diques rodeando o tronco a uma distância de 2 m dele, cada dique em forma de meia-lua, para retenção da água da chuva. Nenhum desses diques próximo do cano, é claro…

  45. Danielle Says:

    Olá, Em primeiro lugar, PARABÉNS PELO SITE!
    Meus amigos compraram uma casa com um flamboyant adulto, lindíssimo, super frondoso. Este é o primeiro ano na casa e não deu pra observar muito bem o comportamento da árvore.
    Estamos atravessando um período de seca, aqui em Brasília, e a árvore secou inteiramente. Não tem mais folhas – apenas dois ou três raminhos muuuiito solitários, mas produziu muitas sementes- as vagens (inúmeras) estão ainda penduradas.
    Começaram a aparecer botões verdes muito discretos também.
    Mas estamos com medo dele estar morrendo.
    Sei que é uma árvore caducifolia, mas é comum a perda total das folhas e ficar seco por um tempo prolongado?
    Tem alguma coisa que podemos fazer?
    Muito obrigada!
    _____
    do blog:

    Danielle:

    A Flamboyant é árvore de grande vitalidade, e não deve morrer. Faça uma boa irrigação, dia sim, dia não, durante esse período seco, e aguarde a rebrota, que certamente virá. Cuide para que toda a água infiltre no solo em torno da árvore.

  46. Elisabete Says:

    Gostaria de saber se as folhas do flamboyant dormem quando anoitece.
    Outra pergunta é se existe nos galhos do flamboyant espinhos.
    Como podemos saber qual a coloração de suas flores?
    _____
    do blog:

    Elisabete:

    1. Flamboyant não tem espinhos.
    2. Não sei responder, pois ainda não fiz estudo comparativo entre os vermelhos e os amarelo-dourados.
    3. Boa pergunta; hoje à noite vou verificar num pé que tenho aqui na chácara, e depois informo neste ítem.
    P.S. Constatei que os folíolos das folhas do Flamboyant realmente se fecham à noite, ou seja, “dormem”…

  47. Luis Henrique Centeno Says:

    Olá, Em primeiro lugar, PARABÉNS PELO SITE!
    Sou grande admirador dos flamboyant , há alguns meses consegui fazer uma muda, plantei uma semente em um vaso pequeno, brotou, “estava linda” , porém ha alguns dias notei que ela murchou, algumas folhas amarelaram e caíram. O pézinho esta com +/- 25 cm. Já mudei para um vazo maior e pus um pouco de uréia no fundo junto com uma terra preta muito boa. Porém já fazem 5 dias e ele não reagiu! Você saberia me dizer o que pode ter acontecido? Será que existe algo que possa fazer para salva-lo? Aguardo por resposta. Obrigado!
    _____
    do blog:

    Luis Henrique:

    Obrigado pelas palavras de incentivo!

    Quanto à mudas de Flamboyant, elas costumam se mostrar extremamente viçosas, as grandes folhas crescendo quase visivelmente. O problema mencionado não deve ser por falta de adubação. E essa planta, oriunda do outro lado do continente africano (ilha de Madagascar) não tem “inimigos naturais” por aqui (fungos, por exemplo). A única fragilidade que vislumbro na muda de Flambloyant é a falta de umidade em algum período anterior à constatação da murcha. Se a causa da murcha foi realmente essa, parece que não vai ser possível uma recuperação (as mudas pequenas ainda não têm reservas de umidade e nutrientes). Dias atrás minha esposa replantou uma muda de ipê, outra planta vigorosa, que resiste a condições adversas. Esqueci de regar no período crítico de adaptação ao novo solo (com o clima daqui extremamente seco), e a planta secou…

  48. leila Says:

    Gostaria de saber se é esta árvore que contorna todo o Rio Maracanã no Rio de Janeiro
    _____
    do blog:

    Leila:

    Conheço pouco o Rio, mas se algum leitor souber, favor informar à Leila, ou nesta página…

  49. Vitória Says:

    Olá,
    Gostaria de lhe parabenizar pelo site, muito informativo.
    Tenho um pé flamboyant há algum tempo, já está um tanto crescido, ele sempre foi muito sadio.Porém, recentemente sem uma causa aparente, caíram todas as folhas da copa, embora os galhos ainda permaneçam verdes. Tem ideia do que seja? Ele vai morrer? O que faço?
    Por favor me responda o mais breve possível, pois estou muito aflita!
    Tudo de bom pra vc!
    _____
    resposta do blog:

    Vitória

    Isto é normal. Nesta época do ano, quando na maior parte do Brasil o tempo é de poucas chuvas, ou estiagem, a maioria das plantas perde as suas folhas, para em seguida, passado algum tempo, renová-las parcial ou totalmente. O seu Flamboyant logo deve ganhar novas folhas, juntamente com muitas flores…

  50. Rita de Cássia Ualt Fonseca Says:

    Olá!!! Parabéns pelo blog… há bastante informação aqui… por exemplo me identifiquei com o mesmo problema do Luis Henrique Centeno… minha Flamboyant ( que tem até nome ” Flamba”) também se encontra nos últimos dias com as folhas em posição de adormecida, com as mesmas amareladas e caindo… ela tem de 7 para 8 meses fica na minha área de luz( pretendo plantar em lugar definitivo após o término do inverno), a terra do vaso está sempre úmida e adubada… a única coisa que percebi que pode ter afetado a Flamba foi que em minha cidade (Pelotas RS) tem feito dias muito frios e outros muito úmidos e, embora, ela esteja nesta área de luz pode ser que assim mesmo ela tenha sentido esse clima não muito favorável, já que a semente que a originou proveio de uma Flamboyant da cidade de Campo Grande/MS há 24 anos atrás quando morei por lá e era criança. Espero que ela consiga se revigorar novamente, vou fazer de tudo para isso!!! Um abraço!
    _____
    do blog:

    Obrigado pelas palavras de incentivo, Rita de Cássia. A sua Flamboyant certamente vai se recuperar…

  51. Ivani Rita Rosa da Silva Says:

    Um flamboyant com 29 anos de idade, qual será a extensão de sua raiz.Caso precise destrui-lo por determinação judicial, há necessidade de pedir autorização para órgãos do setor?

    Obrigado
    _____
    do blog:

    Ivani:

    A determinação judicial, desde que não tenha sido sujeita a recurso, é suficiente para o corte da árvore. Seria interessante, entretanto, que você mandasse um ofício ou comunicado ou mesmo e-mail ao setor correspondente da Prefeitura, informando que por determinação judicial o ato será efetuado daí a “x” dias, aguardando esse prazo para eventual manifestação do Município.

    O enraizamento de uma árvore depende do solo-subsolo onde ela está ancorada. Em condições ideais, as raízes costumam reproduzir, solo adentro, aproximadamente o formato da copa (a espessura de cada raiz vai estreitando suavemente à medida que se afasta do tronco, até se limitar a um fio). Se o solo está compactado, as raízes engrossam anormalmente e se concentram próximo ao tronco e à superfície. Num caso como no outro raízes grossas só deverão aparecer próximo ao tronco (1 ou 2 metros de distância).

  52. Ivani Rita Rosa da Silva Says:

    Obrigado pela orientação.
    Farei contatos com a Fundação Municipal de Meio Ambiente.(Florianópolis – SC)
    Este Flamboyant esta numa área com grande espaço e foi plantado em 21.09.81.
    Sómente agora tivemos a reclamação de um vizinho que a raiz da árvore esta destruindo a calçada de sua residência.
    Atualmente a raiz próxima do tronco é bem espessa, conforme sua informação.
    Agradeço a atenção.

  53. Roberval Says:

    Necessito adquirir um Flamboian no formato deste da foto, onde podemos conseguir um exemplar, e qual o custo.

    Atenciosamente,

    Roberval
    _____
    do blog:

    Roberval:

    Não sei de que lugar do Brasil vocè é, mas Flamboyant é muda fácil de achar em qualquer viveiro de mudas. O formato da árvore depende de haver outras árvores, da mesma ou de outra espécie, limitando o espaço em torno. Solitária, a Flamboyant vai se espraiar mais para todos os lados, pois é árvore de savana, bioma onde as árvores são bem espaçadas, não formando bosques.

  54. Vitória Says:

    Olá,

    Muito obrigada por tudo:)
    Graças a Deus, minha flamboyantzinha se recuperou, está linda, com sua folhagem verdinha e novinha.
    Mais uma vez muito obrigada, que Deus lhe abençoe por ser uma pessoa tão boa e prestativa.
    Tudo de bom e sucesso.
    _____
    do blog:

    Ficamos felizes com a recuperação da sua árvore, Vitória!

  55. George Rotatori Says:

    Olha, parabéns pelo ótimo trabalho.

    Bom, gostaria de perguntar como é a raiz do Flamboyant. Vou construir uma pista de skate para meu cliente e ele quer que fique num jandim onde existem alguns exemplares. Preciso saber qual a melhor distância, pois vou escavar 2 metros abaixo do nivel do solo atual.

    Grande abraço
    _____
    do blog:

    George:

    1. Em geral as raízes das árvores desenham, no solo-subsolo, aproximadamente a mesma forma de sua copa. Como os ramos, as raízes são mais grossas junto ao tronco, e vão afinando à medida que se distanciam dele.
    2. O que foi dito no item acima vale para árvores em ambiente natural e em terreno plano, que recebem abundante irrigação da água da chuva, que percola o solo até grande profundidade.
    3. Em terrenos urbanos, onde grande parte da água é desviada do solo, o desenho das raízes torna-se imprevisível. Mas há medidas que podem melhorar o shape, tornando-o mais próximo do natural: a) deixar em torno da árvore um espaço mais baixo em relação a calçadas, onde a água da chuva possa acumular (formando “laguinhos” provisórios); b) esse espaço teria de medir pelo menos 2 metros de diâmetro.
    4. Acho que a sua rampa de skate deve ter no mínimo 5 metros de distância do tronco, já que o Flamboyant tem uma copa mais esparramada. Além disso, em torno dessa construção deve haver, ainda que levemente coberta com terra e grama, uma calçada (talvez com 1 metro de largura) que afaste as águas pluviais do solo em torno e abaixo da construção. Um subsolo seco, em torno e abaixo da construção, garantirá que as raízes da árvore desviarão do local, não colocando em risco a estrutura da construção.

  56. doris Says:

    Olá, tenho flamboyant lilás, mais ou menos 1 ano e meio, preciso podar seus galhos, que estão enormes e caídos….porem floridos…Como proceder a poda?
    _____
    do blog:

    Bom, Doris, pode só os galhos que estiverem atrapalhando uma passagem. Podas excessivas enfraquecem as árvores e as tornam mais vulneráveis a pragas de doenças. Após o corte, faça caiação (cal diluído em água) no local do corte. Isto deve bastar.

  57. Fernando Mazuim Says:

    Olá, acabei de comprar uma muda de Flamboyant e gostaria de saber que cuidados devo ter com ela ainda na muda antes de planta-la (local que devo deixar, como devo regar.. etc), e quando eu plantar gostaria de saber que tipo de adubo é o mais recomendado, e quais outros principais cuidados que devo ter para que ela tenha um bom crescimento?!
    Atenciosamente e agradeço a atenção!
    _____
    do blog:

    Fernando:

    1. Não é necessário adubar o solo antes do plantio da Flamboyant. É uma árvore rústica, forte, que se adapta bem a qualquer tipo de solo.
    2. Cuide para que em torno da árvore haja um espaço não-calçado, plano ou côncavo, onde as águas da chuva possam se acumular e depois infiltrar abundantemente no solo. Esse espaço deve ter no mínimo 2 metros quadrados. Se houver calçada perto, esse espaço nu (ou com grama ou plantas pequenas) deve ser mais baixo (uns 10 cm) do que a área calçada.
    3. Enquanto a planta estiver pequena, faça uma proteção de tela ou bambu em torno, para que passantes não a danifiquem (isto se ela estiver num passeio). Irrigação, abundante, 1 vez por semana em períodos de estio (mais de 1 semana sem chuva).
    É só isso. O mais, é aguardar com paciência pelo crescimento da árvore e pelo aparecimento da primeira floração…

  58. Caroline Says:

    Eu ganhei umas sementes de Flamboyant, e andei pesquisando sobre ela, e vi que essa espécie pode crescer até 15 metros de altura, e eu não tenho lugar para coloca-la, então pensei em ir ate um parque, ou uma reserva , onde ela tenha espaço suficiente para crescer, devo fazer isso? Voces tem alguma outra sugestão?
    Também gostaria de saber com que frequência ela pode ser regada.

    Obrigada ^^
    _____
    do blog:

    Caroline: um parque, ou mesmo um canteiro central espaçoso de avenida é um ótimo lugar para plantar a muda de Flamboyant. Quanto a regas, acompanhe a árvore apenas nos primeiros 15 dias depois do plantio. Depois ela se encarregará de crescer e brilhar por si mesma. Apenas faça uma proteção em volta dela, com bambu ou fios de metal, para desestimular a ação de vândalos.

  59. Luziane Says:

    Olá, primeiramente PARABÉNS pelo site, muito cristalino nas explicações, para um pessoa leiga nesta seara. Gosto muito de plantas, em especial esta árvore, que me remete ao passado com minha avó, elas estavam plantadas na cidade de Aparecida (Santuário) SP, mas não sei como fazer para obter maiores informações à respeito das sementes, vocês poderiam me ajudar? Hoje possuo um bom terreno na minha casa, gostaria de de ter esta árvore. Desde já agradeço. Att, Luziane – Mogi das Cruzes – SP
    _____
    do blog:

    Luziane:

    1. Se você vir alguma Flamboyant com vagens de cor escura (visíveis de longe), espere até uma vagem cair, e, talvez com o auxílio de um martelo (a bater num lado da vagem, estando ela “deitada de lado”), retire as sementes. Depois leia os seguintes comentários acima: Rosivan, Erika, Jailma e Artur Taveira e Fernando Mazuim. Nsses comentários há boas dicas para produzir mudas dessa árvore.
    2. Se preferir, pode comprar uma muda. Creio que qualquer viveiro ou loja que vende plantas tem dessas mudas, de vários tamanhos.
    3. Vale a pena ter uma árvore dessas no quintal. Além da sombra, as crianças vão adorar fazer balanços, etc…

  60. Lucia Linhares(FRecheirinha) Says:

    Olá . Amei o site e achei muito bem explicativo .Supoe-se que as pessoas gostam muito de plantas e meio ambiente. Eu trabalho numa pequena cidade do interior do Ceará, cujo clima é muito quente. Lá tem pouquissímas árvores. Gostaria de fazer um trabalho com as escolas e a secretaria de saúde pra doar mudas de plantas. QUERIA MUITO GANHAR SEMENTES DE Flamboyant DE COR VERMELHA E OUTRAS ARVORES TÃO BELA QUANTO ESSA. QUERO DEIXAR A CIDADE AGRADÁVEL E QUE CADA MORADOR QUEIRA CUIDAR E AMAR UMA ÁRVORE. peço por favor que me mandem algumas sementes .Desde já agradeço. Caso vc me atenda mandarei meu endereço.
    _____
    do blog:

    Lucia: infelizmente não tenho sementes disponíveis. O ideal seria você recolher sementes de árvores diversas, tão logo elas fiquem maduras, e imediatamente semeá-las em saquinhos para fazer mudas. Vai ser muito difícil achar uma árvore sem encantos – seja quanto à beleza das flores (flamboyant, ipês), seja quanto à beleza dos frutos (por exemplo, Tamanqueiro) ou das folhas…

  61. Chanan Junior roman ross Says:

    Olá gostaria de plantar Uma destas em meu terreno; moro em santa catarina Campo Ere, Sera que ela vai vingar bem nessa região. Sul …Obrigado desde já
    _____
    do blog:

    Chanan: Flamboyant é árvore de clima tropical, e Campo Erê tem o complicador da altitude (910 m, segunda a Wikipédia). Mas já vi ipês florindo lindamente em altitudes de 1000 m (Minas Gerais). Assim, acho que há uma boa probabilidade da árvore se adaptar bem nesse clima temperado. Vale a pena tentar.

  62. Ricardo Nunes Says:

    Parabéns pelo Blog.
    Gosto muito dessa árvore, sua florada é muito bonita.
    Estava em dúvida se as mudas que encontrei ao pé de um flamboyant em uma praça na cidade de Mangaratiba-RJ, eram mesmo dela, pois as folhas fechavam à noite e abriam de dia, apesar de muito parecidas com a da árvore e de fotos que vi na internet. No seu blog, vi o seu comentário na pergunte da Elisabete dizendo que realmente elas “dormem” à noite. Agora tenho certeza de que são mudas de flamboyant.
    Obrigado
    Um abraço.
    _____
    do blog:

    E nós agradecemos pelas palavras de incentivo e pela comunicação, Ricardo!

  63. sandra Says:

    HÁ MUITO TEMPO PRECISA DESTAS INFORMAÇÕES !!! PARABÉNS E OBRIGADA POR SANAR AS MINHAS DÚVIDAS . AGORA PODEREI REALIZAR O MEU SONHO E CUMPRIR A PROMESSA Q FIZ AO MEU NETO: PLANTAR UM FLAMBOYANT NA MINHA CIDADE NATAL ONDE SÓ EXISTEM 5 ÁRVORES (ALEGRETE – RS )
    _____
    do blog:

    Boa iniciativa, Sandra!

  64. maria rita Says:

    Há 3 anos comprei 2 arvores adultas de flamboyant vermelho e amarelo, a vermelha ja floriu 2 vezes . O Amarelo esta uma arvore linda cresce muito necessitando sempre de poda mas nunca dá flor.
    Existe alguma razão pois plantei as duas na mesma epoca, me falaram, que esta arvore pode ser macho isso é verdade
    _____
    do blog:

    Maria Rita:

    1. Tente não mais podar a flamboyant amarela. A poda estimula a folhação (produção de folhas), e não a floração. Só faça poda para retirar algum ramo que esteja atrapalhando a passagem.
    2. Existem espécies com árvores femininas e árvores masculinas. Mas as duas florescem (e apenas as primeiras frutificam, é claro). Não é o caso das flamboyants…

  65. Joana Maria Says:

    Parabéns pelo Blog, bastante informação e de fácil entendimento.
    Plantei um Flamboyant já faz mas de 5 anos. A muda nasceu naturalmente de semente que caiu próxima de uma frondoso Flamboyant. a qual foi removida e plantada em outro local. Está uma árvore frondosa, no inverno ela perde parcialmente as folhas, agora está terminando de lançar folhas novas, porém até hoje nunca floresceu.
    Será que tem algum problema? O terreno é um tanto úmido. Ou existe uma idade para a planta ficar adulta e ter a primeira florada?
    _____
    do blog:

    Joana Maria:

    Se a planta está viçosa, com folhas grandes e bem-formadas, isto indica que está saudável. Quanto à floração, acho que já era época dela dar a primeira floração. Você poderia fazer uma adubação leve, com Superfosfato Simples, traçando uma linha que acompanhe, no solo, os limites da copa. Vai ser desenhada, aproximadamente, uma circunferência ou linha fechada circular. Nessa circunferência abra pequenas covas, de 10 cm de profundidade, a cada meio metro. Nessas covas jogue um pequeno punhado de grânulos do adubo e depois recubra com a terra escavada.

    Lembro que as árvores adultas precisam de sol intenso batendo sobre elas, pelo menos uma parte do dia.

  66. tania cristina Says:

    olá parabens pelo site,
    olha comprei uma casa de praia e desejo ter um jardim, la ja tem plantado e crescido coqueiros e palmeiras, estava pesquisando outras arvores e me apaixonei pelo Flamboyant, desejo sabe se haveria problema em planta-lo ja que ja existe outras plantas?, falo isso em relaçao as raizes, será que haverá problema na fundaçao da casa? obrigada
    _____
    do blog:

    Tânia Cristina:

    Não haverá problemas se:

    1) a muda de flamboyant for plantada a pelo menos 4 metros da parede da casa ou do muro.
    2) em torno da planta houver uma área não calçada, plana, com diâmetro de pelo menos1 metro, para infiltração da água da chuva.

  67. katia Says:

    ola..tenho uma arvore d flamboyant ja adulta, cerca d 8 anos, porem ela se formou mas nunca deu flores, gostaria d saber o pq, pois ela esta bem robusta e c/ uma copa d dar inveja, mas nao floresce…
    _____
    do blog:

    Bom, Katia, acho que a sua árvore já deveria estar dando floradas.

    Você pode fazer uma adubação leve com Superfosfato (tem nos supermercados, floriculturas, etc). Cave pequenos buracos, de 20 cm de diâmetro e 10 cm terra abaixo, espaçados 1 metro um do outro. Deve dar de 10 a 20 buracos.

    Faça esses buracos numa linha imaginária, circular, que acompanhe, no solo, os limites da copa da árvore.

    Em cada buraco jogue um punhado de grânulos do adubo, como se fosse o sal que você coloca numa panela de arroz. O adubo é forte, e deve ser usado com parcimônia: pouco mesmo, para não fazer efeito contrário e “queimar” as raízes da árvore.

    Depois disto, é só esperar pela próxima Primavera. Ou quem sabe, num golpe de sorte, antes (daqui a alguns meses)?

  68. Elisabete Oliver Says:

    Olá! Sou carioca e estou curtindo imensamente duas mudas de flamboyant . Recolhi vagens (que iriam para o lixão) caídas de muitas árvores plantadas dentro de um supermercado.
    Levei para casa, retirei as sementes (são muitas) e coloquei em vidros destampados ao ar livre.
    Gostaria de saber a validade dessas sementes . Algum inseto pode destruí-las?
    As mudas plantadas estão maravilhosas. Grata pela atenção.
    _____
    do blog:

    Elisabete: Flamboyant tem sementes com casca muito dura, o que deve prolongar o tempo para uma germinação viável. Neste caso, a viabilidade das sementes continuaria durante pelo menos 1 ano. Depois disto, a taxa de germinação deve cair muito.

    Guardadas em vidro, e desde que as sementes estejam perfeitas (sem “furinhos”, que indicariam a entrada de larvas), creio que não haverá problemas com insetos.

  69. Rosa Helena Postai Ostwald Says:

    Olá! Sou gaúcha, plantei um flamboyant há quatro anos, mas devido ao frio intenso, por três anos seguidos minha árvore “morreu”, mas brotou novamente, sendo que uma dessas vezes secou até o chão. Nesta primavera ele brotou e pela primeira vez agora já produz sombra. Está uma árvore linda, porém ainda não floresceu. Quanto tempo demora a florescer? Não vejo a hora! Um abraço e parabéns pelas suas informações.
    _____
    do blog:

    Rosa Helena:

    A primeira floração de uma árvore depende de vários fatores, como clima, solo, espaço disponível, ensolação, etc. Varia muito, portanto. Infelizmente não conheço trabalhos acadêmicos (teses de mestrado, por exemplo) ou estudos que indiquem um período médio de floração do Flamboyant…

    Mas acredito que, com 4 anos, a sua árvore já tem maturidade suficiente para apresentar floração. Espero que ela esteja recebendo o máximo possível de sol…

  70. Luís Says:

    Sou do RS também e vi várias pessoas com problemas pelo frio. Quando ela é nova ela sofre bastante com o frio, a seca e as formigas, 3 coisas comuns a região. Ja plantei alguns pés e posso dizer que é normal elas “morrerem” e depois brotarem novamento. Depois que elas atingem um certo tamanho elas nunca mais morrem.

    O interessante é que no inverno você terá uma arvore enorme sem nenhuma folha sequer por vários meses, dando a impressão de morta as vezes por 4 meses, para então florir na primavera. Ouvi dizer que em regiões mais quentes isso não ocorre.

    Então para quem mora em regiões mais frias é só redobrar o cuidado e não deixar ela morrer pela seca. O frio pode secar ela alguns anos, mas chega um ponto que as raízes dela ja estão desenvolvidas e os novos brotos virão cada vez maiores até que ela não “morrerá” mais.
    _____
    do blog:

    Obrigado pelo depoimento e pelas dicas, Luís!

  71. Elza Says:

    Boa noite eu tenho um flamboyant em um vaso + ou – 2 anos, esta alta e fina mas na ponta tem alguns galhos, ela esta florida mas parte das folhas estão amarelas, eu ja reparei que toda vez que da flores as folhas ficam amarelas é assim mesmo, aguardo resposta obrigada, Elza.
    _____
    do blog:

    Elza:

    Verifique se a árvore está recebendo infiltração suficiente de água da chuva. Em torno do tronco deve haver um terreno plano ou côncavo para reter a água da chuva. Se não houver, fazer um murundu, em circunferência ou meia-lua, para obter o mesmo efeito.
    Se você mora no Sul do país, leia o comentário anterior, de Luís.
    Afora esses casos, não sei o que mais pode causar o problema…

  72. marisa maria inacio Says:

    Ola! EU tenho um lindo flamboiant na casa de praia ele está com 8 anos e ainda não deu flores, gostaria de saber se tem algum cuidado especial para que ela floresça. Obrigada.
    _____
    do blog:

    Marisa: você não informou de que região do Brasil você é. Mas o Flamboyant é uma árvore vigorosa, que não exige nenhum cuidado especial. Apenas no Sul (RS e SC) ela encontra alguma dificuldade. No caso da sua árvore, ela já deveria estar florindo. Talvez isto aconteça na próxima primavera…

  73. marisa Says:

    Obrigada pela resposta carinhosa e rapida. Eu morro em S. Francisco do Sul Praia da enseada. O problema do meu flamboyant é o mesmo da Katia, peguei todas as informações que passaram para ela.
    Bjos! Obrigada

  74. Andressa Says:

    Oi, tenho uma flamboyant com 6 meses e 8 dias, ela está bem pequenininha . demorou 5 meses para sair do potinho… Minha duviida era. Ela pode pegar sol assim? Ela fica embaixo da antena por enquanto ai o sol do meio dia e até as duas fica meio filtrado pra ela. mesmo assim ela parece estar com calor . fica toda muchinha, o que faço? Minha vó disse que se por agua nos dias que pega sol nela as raizes vão cuzinhar .. estou com medo de matar minha primeira arvore .. ela se chama Rizzie , me de umas dicas sobre o que fazer, moro em Sta Catarina . Obriigada ..
    _____
    do blog:

    Andressa:

    1. Se a sua planta está numa embalagem pequena (por exemplo, embalagem de leite longa-vida, ou saquinho plástico) corte cuidadosamente o fundo da embalagem e coloque a muda num vaso bem maior. Coloque terra misturada com adubo orgânico (humus, esterco curtido) até a metade do vaso. Coloque a planta com a embalagem cortada nesse vaso e vá preenchendo o espaço em torno com a mesma mistura.

    2. Deixe a planta nesse espaço que ela está agora, com sol “filtrado”. Com mais terra em torno, mantenha a terra ligeiramente úmida, e o sol não irá mais “cozinhar as raízes”.

    3. Logo que a planta estiver mais saudável, dê-lhe mais sol. Flamboyant é planta tropical, que gosta de sol.

    4. Tenha paciência. Parece que em SC e RS a Flamboyant demora até “pegar” bem. Acima há alguns comentários de leitores gaúchos, contando sua experiência com Flamboyant. Boa sorte.

  75. rebeca Says:

    ola!! gostei das fotos!! realmente é uma arvore linda,em frente de minha casa há umas 6 arvores e hoje resolvi “colher”suas sementes caidas no chão!! Mas…eu não sei plantar essas sementes!!! voce poderia enviar-me pelo meu e-mail como planta-las? por favor me ensine!!!

    ola de novo!! lendo alguns comentarios percebi que tinha que colocar a minha região!! eu moro no estado de são paulo em ribeirão e aqui faz muito calor. tomara que isso ajude!!
    _____
    do blog:

    Ok, Rebeca!

  76. Mariane Says:

    Ola, gostaria de saber quanto, mais ou menos, cresce um flamboyant por ano?
    Quantos anos tem aquelas arvores imensas, com mais de um metro de tronco?
    _____
    do blog:

    Mariane:

    As árvores crescem de acordo com as condições do ambiente em que vivem. Assim, num solo fraco, de cerrado, uma árvore vai crescer bem menos que num solo de ph normal e fertilidade boa. Em condições ideais, solo bom e muita insolação, Flamboyant pode crescer, nos anos iniciais, até 1 metro por ano, em altura, e 2 cm em diâmetro. A altura máxima dessa árvore é, segundo Harri Lorenzi, 12 metros, mas o mais comum é vermos árvores com altura de 6 a 8 metros.

    Mas não há estudos científicos sobre o crescimento dessas árvores. Esse estudo só seria possível com o acompanhamento do crescimento de um grande número de plantas.

  77. Ana Paula Says:

    Olá, gostei muito do seu blog, mas deveria ter lido antes…  Eu plantei uma semente de flamboyant e ela estava crescendo muito linda! Só que eu viajei  as pressas e ela ficou 2 dias sem receber água… E quando voltei ela estava toda murcha…  Você acha que ainda tem chance de sobreviver? Moro no Rio e acho que o calor desse feriado foi brabo… Posso te mandar a foto? Tem algum email?
    Aguardo resposta,  Obrigada!!

    Ana Paula
    _____
    do blog:

    Depende de quanto a plantinha sofreu com o solo seco, Ana Paula! Ou de quanto tempo as suas raizes ficaram sem acesso a umidade. Espero que você a tenha re-aguado a tempo!

    Pode mandar a foto. Meu e-mail, digite valmardala arroba top ponto com ponto br .

  78. Ana Paula Says:

    Ela continua bem murcha… Vou continuar tentando mas vou plantar outra semente… O ideal é colocar 1 em cada vazinho ou posso colocar mais de uma? Tenho que molhar todos os dias ?
    _____
    do blog:

    Parece que a plantinha não vai mesmo se recuperar. Melhor mesmo é investir em outra. Com sementes de árvores, sempre é bom colocar duas sementes em cada embalagem. Mantenha a embalagem em lugar semi-sombreado (sem sol direto mas com boa luminosidade) e regue todo dia, ou até mesmo 2 vezes por dia, se o calor estiver muito forte.

  79. Ana Paula Says:

    Obrigada!! Fiz como você orientou: coloquei na água pôs fervida por 5 minutos e plantei no vazinho! Tomara que dê certo!! Eu ainda nao tenho muita noção de quanto molhar… Molho com aquela garrafinha com um spray, fico com medo de molhar demais…
    _____
    do blog:

    Ana Paula: um método mais preciso seria encher meio copo d’água e entornar cuidadosamente na embalagem, 1 vez de manhã e outra à tarde; ou 1 copo quase cheio, só de manhã…

  80. Ana Paula Says:

    Olá! As 3 mudas que plantei nasceram! 2 em um vasinho e outra no outro vaso … Queria saber quando posso passar para um vaso maior… To com medo das 2 que estão no mesmo vaso se embolarem… O que acha? Obrigada
    _____
    do blog:

    Ana Paula:

    Mude para o vaso maior quando as mudas estiverem com 40 cm de altura, mais ou menos. Antes de mudar, deixe passar 2 dias sem irrigar, para que a terra em torno das raízes fique bem firme (seca) e não esboroe. Use uma lâmina, cuidadosamente, para descolar o torrão de terra das paredes da embalagem. Quanto às duas mudas numa só embalagem, corte o caule de uma delas. A outra agradecerá.

  81. ana rosangela de araujo Says:

    Seu site me valeu de muito moro em praia seca araruama r.j. aqui existem muitos flamboyan e resolvi fazer mais 60(sessenta) mudas para doar, adorei o seu site. Vou lhe enviar notícias.
    Abraços
    ana rosangela de araújo
    _____
    do blog:

    Obrigado pelo incentivo, Ana Rosangela! Aguardamos as fotos.

  82. Mónica Says:

    Olá, descobri agora mesmo o seu blog. Eu moro no Sul de Portugal e gostava muito de plantar uma Flamboyant no meu jardim. Espaço tenho suficiente, mas o solo é rochoso e argiloso, também não sei se o clima é adequado. Tenho rega automática.
    Agradeço uma resposta!

    Mónika
    _____
    do blog:

    Mónika:

    As árvores da família Leguminosas, como a Flamboyant, são extremamente adaptáveis quanto à textura, condições físicas e fertilidade do solo. Quanto a esse aspecto, portanto, não deverá ocorrer nenhum problema, desde que não ocorra uma seca muito severa (o que, no seu caso, não ocorrerá, graças à rega automática).

    Das regiões brasileiras, a que tem o clima mais próximo do clima português é o Sul, principalmente os Estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Dê uma olhada num dos comentários acima deste (do Luís, feito em 03/01/2011). Creio que você irá encontrar os mesmos problemas (e as mesmas alegrias) do Luís, que é do Rio Grande do Sul. Boa sorte!

  83. Vanessa Says:

    gostaria de saber a melhor epoca do ano para o plantio ?
    _____
    do blog:

    Vanessa: a melhor época para o plantio de mudas é o início da Primavera. Mas se você não mora em Estados de clima ameno (como RS e SC), esse prazo pode ir até o final de dezembro. Justificativa: para dar um bom tempo (pelo menos 3 meses) para a muda se adaptar ao novo ambiente e dar uma “arrancada” de crescimento…

  84. Tabata Says:

    Boa Tarde!

    Comprei as sementes do flamboyant na internet, e para a quebra da dormência, foi recomendado cortar as as extremidades da semente. Plantei no domingo e ontem a noite, eu verifiquei, e ela já germinou.

    Moro em São Paulo.
    _____
    do blog:

    Que bom, Tabata! Fica aí mais essa dica para os visitantes do blog.

  85. Marlene S. Maia Says:

    Peguei na rua uma vagem com sementes de flamboyant e plantei 3 em um vasinho e germinaram as três, devo por cada mudinha num vaso até elas ficarem fortes para transplantá- las na calçada ou as deixo juntas?
    Agradeço sua ajuda

    Marlene
    _____
    do blog:

    Marlene: plantinhas tão novas provavelmente não resistirão quando suas raizes forem afrouxadas. Melhor você esperar que a terra do recipiente fique firme (pouco úmida), e retirar do recipiente o torrão inteiro. No vaso maior, encher de terra até a metade, colocar o torrão com as três mudinhas no centro, preencher dos lados com terra e adensar um pouco com os dedos. Regar em seguida. Quando as mudas estiverem maiores, corte com a tesoura uma ou duas que estiver(em) menos viçosas. Plante no lugar definitivo quando a muda estiver com várias folhas (e as folhas da flamboyant são compostas por dezenas e dezenas de pequenas “folhinhas” chamadas de folíolos) e uns 40 cm de altura.

  86. laura sinclair Says:

    Olá, primeiramente parabéns por seu blog.
    Tenho um Flamboyant de aproximadamente uns 30 metros de copa e o tronco em furquilha. Durante um temporal um lado da furquilha se quebrou. Mandei remover a parte quebrada em bisel com motosserra. Me disseram que se não impermeabilizar o local a arvore poderá apodrecer. Gostaria de saber como posso realizar a impermeabilização. Também gostaria de saber se devo realizar poda do restante da copa para contrabalancear o peso.
    Desde já agradeço sua atenção, gosto muito desta arvore e não gostaria de perde-la.
    _____
    do blog:

    Laura:

    1. Não é necessário impermeabilizar o local em que a motossera torou o tronco. Passe apenas uma calda de cal (cal comum misturado com água). A própria árvore vai providenciar, lentamente, a cicatrização do corte.

    2. Nessa época de muitas chuvas (pelo menos no Sul/Sudeste/Centro-oeste) há o perigo de a árvore pender para o lado. Você pode podar uma parte (1 sim, 1 não, por exemplo) dos galhos do lado que não sofreu avarias. Assim mantém um visual harmonioso e afasta o perigo…

  87. Lúcio Says:

    Segunda passada dia 21, fiz o procedimento de quebra da dormência das sementes colocando elas por 5 min na água recém fervida e plantei em três vaso pequenos, aproximadamente cinco em cada vaso. Hoje dia 28, percebo que uma tá brotando mas os outros dois vasos nem sinal, achei engraçado pois foi feito o mesmo procedimento. Se as outras duas não derem mesmo certo vou plantar outras sementes que ainda tenho cortando uma das extremidades pra ver se dá certo.
    _____
    do blog:

    Lúcio: na grande maioria das espécies botânicas, a taxa de germinação das sementes não atinge 100%, mas sim, outras taxas variáveis, desde altas (70, 80 ou 90%) até baixas (10, 20%)…

  88. Elisabete Oliver Says:

    Obrigada por responder a minha pergunta sobre flamboyant. Já plantei uma muda no condomínio do meu cunhado e tenho uma em meu apartamento ainda em vaso e que está linda. Estou pensando no local em que vou plantá-la para nenhum vÂNDALO acabar por com ela.
    Mas dessa vez gostaria de saber mais a respeito de acácia. Estou com três vagens de acácia em cachos dourados e já plantei uma vez mas não germinou. Verifiquei que a vagem está com umas pintinhas e em uma delas vi um bichinho voador. Consegui pegar algumas sementes que não estão com furinhos e plantei. Quanto tempo leva para germinar ? Devo regá-la com que frequência? Precisa tomar sol? Grata pela atenção antecipadamente.
    _____
    do blog:

    Elisabete:

    1. As sementes da grande maioria das plantas não tem taxa de germinação de 100%. Essa taxa varia muito, de espécie para espécie, podendo ir de 10% a 100%. No caso da Acácia, não temos experiência (mas é claro que no futuro pretendemos também lidar com essa linda árvore), mas sempre é bom semear, em cada vaso ou saquinho, duas sementes, para o caso de uma não germinar. Se as duas germinarem, elimine uma quando ficar patente o viço maior da outra.

    2. Se a vagem está perfurada por insetos, mas a semente está íntegra, tudo bem. Semeada a semente, deixe o recipiente num lugar semi-sombreado ou que pegue apenas um pouco do sol da manhã. Regue uma vez por dia (se o tempo estiver muito seco, duas), aproximando bem o bico do regador, para que as gotas não movimentem a terra em torno da semente. Leguminosas levam geralmente de 5 a 15 dias para germinar…

  89. Mayara Says:

    Olá! Estou muito feliz! Plantei uma semente de Flamboyant num vaso aqui no trabalho terça feira e hoje ela já brotou! Tem 1 cm de altura. Uma sorte porque eu não sabia que tinha que colocar na água recém fervida. Mas eu gostaria de saber quando devo retirá-la do vazinho para plantar.
    Obrigada.
    _____
    do blog:

    Mayara: aguarde o fim de outono e inverno. No começo da Primavera, se a muda já estiver com 40 ou 50 cm de altura, poderá ser plantada no lugar definitivo. Neste novo lugar, não esqueça de fazer uma “cerquinha” de proteção…

  90. Mayara Says:

    Olá! Obrigada pela informação. Mas eu tenho outra dúvida. Eu plantei ela terça feira, ou seja, hoje faz 1 semana, mas ela já esta com quase 6 centímetros. Ontem ela estava com 1 centímetro. Isso é normal?
    _____
    do blog:

    Para o Flamboyant, sim. Esqueci que essa planta é muito viçosa. Onde eu falei 50 cm como altura de replante, leia 80 cm.

  91. Elisabete Oliver Says:

    Olá!
    Fico me perguntando como brasileira porque um país que tem nome de uma árvore não cultiva essa espécie, que segundo informações está em extinção.
    Bem, gostaria de saber de onde se origina a muda de pau-brasil. Se são vagens.
    Agradeço antecipadamente a sua atenção. Abs,
    _____
    do blog:

    Elisabete:

    As mudas de Pau-Brasil originam-se de sementes, que vêm em vagens. Na Natureza será difícil encontrar algum exemplar da espécie, mas já há, em todo o País, plantios (principalmente em parques) da árvore. Aqui em Campo Grande, por exemplo, há pelo menos 10 exemplares no Parque NI, próximos de florescerem pela primeira vez.

  92. Itamara Says:

    OLÁ OBRIGADA PELAS INFORMAÇÕES DO BLOG. POR GENTILEZA, VOU PLANTAR UM FLAMBOYAM PROXIMO A UMA ENTRADA DE CARRO E A SETE METROS DE MINHA CASA. DEVIDO AS RAIZES VOU COLOCAR UMA MANILHA DE 1,10M DE DIAMETRO POR 40 DE ALTURA. ISSO PODE PREJUDICAR MINHA PLANTA? NÃO VI NENHUMA INDICAÇÃO NO BLOG SOBRE ESSE PROCEDIMENTO.
    _____
    do blog:

    Itamara:

    Com 40 cm de profundidade, a manilha não vai prejudicar a planta. As raízes devem se aprofundar um pouco mais do que o normal até se espraiarem pelo subsolo.

    Cuide apenas para que uma parte da água de chuva que cair no lado de fora da manilha escorra para dentro dela (formando um “laguinho” temporário). Isto irrigará adequadamente solo e subsolo da área da árvore e fará com que as raízes se mantenham longe da superfície.

  93. Simone Says:

    Ola. Parabéns pelo seu trabalho, paciência e dedicação.

    Peguei uma vagem de flamboyant vermelho em uma calçada há uns 4 anos. Plantei uma das sementes depois de 1 ano sem nenhum procedimento especial (nem coloquei de molho, nem lixei, nem nada) diretamente no local do jardim onde eu sonhava em ter uma arvore deste porte, na lateral da casa, distância de uns 4 ou 5 metros da parede e de 80 cm do muro).
    Ela cresceu somente com regas regulares, chuva e sem nenhum tipo de adubação. Ou seja, na sorte.
    Hoje ela tem 3 anos de idade e uns 3 metros de altura.
    Quando eu ia vislumbrar a primeira florada, as formigas começaram a cortar tudo, tudo mesmo.
    Isso começou há uns 6 ou 7 meses e desde então nunca mais vi uma folha sequer nascer nesta arvore.
    Coloquei cravo da india perto do pé, poiis me disseram q as formigas detestam cravo da india. Nada. Continua sem folhas e flores.
    O q vc acha q devo fazer?? Podar?? Plantar outra?? Matar as formigas??? Tem as cortadeiras e as outras que fazem montinhos pra cima do solo. Ah, e tem umas formigas gigantescas e muito brabas tb!
    Por favor, se puder ajudar, fico agradecida desde já.
    Obrigada.

    Simone
    _____
    Do blog:

    Simone: a primeira providência é acabar com as formigas cortadeiras. Saia à noite com uma lanterna e um inseticida comum (Baygon, Fort, etc, de preferência especializado em formigas). Borrife o inseticida sobre as formigas, seguindo o trilheiro se possível até o “olheiro” (ou entrada do formigueiro). Elas não morrem de imediato, mas apenas após alguns minutos. Repita a operação várias noites seguidas, até esses insetos “não darem mais o ar de sua graça”.

    Se o olheiro das formigas estiver em outro terreno, sem possibilidade de alcançar, use iscas inseticidas (fácil de usar; tem em casas agropecuárias).

    É bem possível que seu Flamboyant rebrote proximamente, talvez depois de uma sequência estio-de-15-dias-ou-mais / chuva.

    As formigas bravas, se forem poucas, não ligue; não vão prejudicar sua árvore.

  94. Elvis Says:

    Ola, tenho algumas semente aqui e vou plantar elas essa semana. Eu gostaria de saber como colocar a semente na terra, deitada, de pé. se for de pé, gostaria de saber que lado vai para cima.
    _____
    do blog:

    Elvis: deixe a superfície do solo (ou do vaso) plana e lance as sementes; elas cairão na posição correta. Depois cubra com uma camada de terra de 1 ou 2 cm.

  95. salete Says:

    gostaria de plantar uma semente da arvore, mas elas não nascem, como devo plantar? e posso cultiva-la em vaso ? obrigada
    _____
    do blog:

    Salete:

    1. Leia os comentários de Rosivan, Erika e Jailma, acima.
    2. A casca da semente de Flamboyant é muito dura, e em condições normais pode demorar até 1 mês para germinar. Semeie duas ou três sementes em cada recipiente com terra.
    3. Cultivada em vaso, a Flamboyant vai se tornar um bonsai, ou coisa parecida. Você deve, então, aplicar técnicas de bonsai (procure um saite especializado nisso ou consulte um “japonês”…).

  96. Selma Says:

    Enfim descobri como se faz a tal da quebra de dormência.
    Para mim uma das mais belas árvores é o flamboyant. Principalmente quando está florida não canso de admirar. Já dizia o Rei Roberto Carlos “.. meu flamboyant na primavera que bonito que ele era dando sombra no quintal…” há tempos estou tentando plantar e raramente nasce uma muda.
    Pois bem, agora que descobri que tem que quebrar a dormência da semente do flanboyant antes de plantá-la, gostaria de saber qual o processo para fazer mudas de pequi. É outra planta que tenho tentado fazer mudas e não tenho conseguido. Voce pode me ajudar?
    _____
    do blog:

    Selma: acesse, neste mesmo blog Timblindim, matéria sobre o Pequi (clique na palavra ao lado). Na matéria há linques para trabalhos sobre quebra de dormência do Pequi. E no comentário abaixo da matéria, há informação e linque do leitor Célio Valle, ambientalista mineiro.

  97. Helga Girardi Says:

    Tenho um flamboyant plantado na calçada de minha casa em São Paulo desde 1960, isto é, a arvore tem mais de 50 anos, pois quando meu pai a plantou já tinha 3 metros de altura. Ultimamente está com muitos galhos secos que caem e no tronco tem resina escorrendo e tambem pingando de algumas pontas dos galhos. Como posso tratar esta arvore?
    _____
    do blog:

    Helga:

    1. Observe se em volta da árvore há uma área (sem calçamento) suficiente para infiltração de quantidade adequada da água da chuva. Ideal seria em torno de 2 metros quadrados ou mais, ao redor do tronco, formando qualquer figura geométrica (quadrado, retângulo, círculo). Se a área da sua árvore for insuficiente, procure fazer com que a água da calçada circundante se direcione para o tronco da planta, formando, quando chove, um pequeno “laguinho” cuja água irá se infiltrar lentamente e suprir as necessidades das raízes.

    2. Quanto aos galhos secos, peça a alguém para cortar com serrote as pontas que ficaram e que podem servir de entrada para organismos hostis. Na superfície serrada, pode ser passada uma camada de água de cal.

    3. Árvores em calçadas são também responsabilidade da Prefeitura. Uma outra linha de ação seria contatar o departamento responsável por Parques e Jardins e solicitar a visita de um técnico para avaliação.

  98. Gilberto Gonçalves Filho Says:

    Onde posso encontrar mudas de Flamboyant pra comprar, pois será a árvore da minha turma de formandos, aguardo respostas.Obrigado !
    _____
    do blog:

    Gilberto: Flamboyant é uma árvore muito comum em qualquer região do Brasil. Assim, você pode achar essas mudas em qualquer viveiro de mudas.

  99. jose junior mariano Says:

    ola quero saber quanto cresce um flamboyant por ano
    _____
    do blog:

    José Júnior: Acesse estes linques: Jardineiro e Globo Rural .

  100. michelle Says:

    Olá, meu marido este ano plantou três mudas cerca de 1 metro cada uma delas na calçada na frente de nossa casa, mas todas secaram e morreram, pesquisamos em internet e floricultura e cada um dizia uma coisa, tratamos o solo fizemos de tudo e nada aconteceu…infelizmente eles secaram e morreram, meu vizinho do lado da minha casa plantou uma na calçada e para nossa surpresa arvore esta linda…me diz o que podemos estar fazendo de errado????
    _____
    do blog:

    Michelle: o solo da frente de sua casa deve ser o mesmo da frente da casa do vizinho. O problema, então, não é por aí. Na hora de colocar a muda no lugar definitivo, o torrão de terra que protege as raízes deve estar relativamente seco e duro (estável). Se estiver úmido as raízes podem ficar “soltas”, despregadas dos colóides do solo (são esses colóides que transferem água e nutrientes para a planta). Se o torrão for arenoso e estiver muito seco, ocorre o mesmo problema. Provavelmente foi esse o problema. Tente de novo, no início da Primavera. E apenas 1 árvore vai ser suficiente para sombrear e embelezar (na floração) todo o seu lote…

  101. Fernando Mazuim Says:

    Olá, Dia 15 de Outubro do ano passado retirei uma dúvida aqui no blog quando adquiri uma muda q tinha em torno de 30cm, hoje, plantada há 8 meses, a Flamboyant está com 2 metros de altura.
    Ela cresceu rápido, plantada em uma área aberta e sem riscos de animais e passantes danificarem.. mas agora no inverno ela esta perdendo todas as folhas.. sei que é normal mas estou preocupado com outra coisa.. como resido no interior do Rio Grande do Sul e as tem temperaturas aqui andam rigorosas, gostaria de saber se a geada pode matá-la nesse tamanho que ela esta, se sim, como eu poderia fazer para protege-la? criar uma estufa? o que e como eu teria que fazer?
    Obrigado.
    _____
    do blog:

    Fernando:

    A Flamboyant é uma árvore de clima tropical, e portanto “sofre” um pouco em climas mais amenos (em termos de calor) como o do Rio Grande do Sul (nos comentários acima alguns gaúchos comentam sobre as dificuldade encontradas). Acredito que uma cobertura provisória (com lona), em dias em que as geadas estão prestes a ocorrer, ajudará bastante. Essa cobertura evitará que as folhas fiquem úmidas, e evitará, portanto, que as gotículas de água se congelem e “queimem” essas folhas.

  102. sou feliz Says:

    Na tv, em um certo programa que não me lembro mais qual, mostraram arvores ja antigas mais de tamanho nanica, pequenas , mais cheias de frutos, como pé de laranja , abacate , maçã, pera, e outras variadas, só q não anotei os contatos e fiquei ate hoje sem saber como fazer esse procedimento, p a arvore ficar pequenina e dar fruto, lembro que mostraram em latas elas pequenas mais cheias de frutos e planta-se com uma proteçao na raiz para nao se aprofundar e a arvore nao crescer alta .mostraram q elas podem ficar em uma varanda , nao atrapalha em nada no anbiente , por conta do tamanho.
    SE ALGUEM SOUBER, DESSE METODO , POR GENTILEZA ME ENVIE POR E-MAIL ,ONDE ENSINAM ESSE METODO , AGRADEÇO
    E-MAIL :soufeliz15@live.com ( quem enviar por gentileza coloq uma obs assim: PLANTA , no assunto enviado ,para eu saber e lembrar q foi daqui ok ? Abraço a todos vocês amigos…

  103. MAURICIO MACHADO Says:

    sou produtor de mudas de Flamboyant e na minha fazenda tem um flamboyant de mais de 30 anos
    MEU EMAIL:mauriciogravacoes@hotmail.com
    sou de TRAIPU-ALAGOAS

  104. vilma Says:

    oiiii …tenho uma flamboyant ja faz uns dois anos, ela ta uma arvore linda ,grande ,e bem forte …só que ainda não floriu,é normal?
    _____
    resposta do blog:

    Normal, Vilma. Ela deve demorar ainda 1 ano ou 2 para atingir a “idade adulta” e florir…

  105. Ricardo Says:

    olá boa noite. parabens pelo belo site e clareza nas respostas, minha duvida é a seguinte:

    comprei uma muda um pouco grande de flamboyant com cerca de 2 mts com caule ja meio grossa com cerca de 2 anos, cara da floricultura me falou em uma especie “mime” mas minha duvida não é só essa plantei ela já fazem uns 6 meses e notei que ela desenvolveu um lado muito bem porem o outro vem alguns brotos e logo amarela e morre, rego bem pega bastante sol, quando mudei veio envolta em um saco,mas depois do plantio não coloquei nada alem de água,.o que devo fazer??? sou Ricardo de Tijucas SC.

    AGRADECIDO pela atenção…

    Obrigadooo
    _____
    resposta do blog:

    Ricardo:

    É difícil, se não impossível, fazer um diagnóstico à distância, sobre o problema com a sua Flamboyant. O ideal seria você consultar um funcionário especializado da Prefeitura (o serviço será gratuito), do departamento de parques e jardins. Mas uma hipótese que me ocorre é a da excessiva umidade do solo-subsolo. Parece-me (posso estar enganado, pois estive em Tijucas há já vários anos) que a sua cidade fica em área plana, às margens do rio de mesmo nome. O lençol freático deve ser raso.

    Flamboyant é árvore de savana, lugar seco em grande parte do ano, e muito ensolarado. Suspenda as irrigações e veja se a sanidade da planta melhora… Os processos vegetais são lentos, e a reação pode demorar algumas semanas ou meses…

  106. Maria Helena Cabral Says:

    Sou brasileira, do Rio de Janeiro, mas moro em Portugal há muitos e muitos anos. Uma das coisas que me faz muitas saudades, além da familia evidentemente é ver um Flamboyant todo em flor. Tinha duas árvores no passeio da minha casa no Rio. Tenho tentado e tentado…. cresce até uma certa altura, mas depois vem um ventinho fresco e forte e lá vai embora a minha arvorezinha .O jacarandá cresce bem aqui e há ruas cheias deles. Mas acácia rubra…nem uma. Vou tentar mais uma vez, já tenho as sementes.O site é mesmo muito bom. Parabéns

  107. Célia mara Says:

    Olá , parabéns pelo site, gostaria de saber o que faz um flamboiã adulto frondoso morrer? O que poderia causar a queda de suas folhas e a seca de seus galhos?
    _____
    resposta do blog:

    Célia Mara: só vendo a planta, in loco, para diagnosticar. Você pode consultar um viveirista da sua cidade, ou algum técnico do serviço municipal de parques e jardins.

  108. Amália Says:

    Temos um Flamboyant que foi parcialmente cortado pelo jardineiro porque estava supostamente doente. Ele tem brotos apenas em alguns galhos e tem cerca de 04 anos. A altura está normal. Há algo que possamos fazer para recuperá-lo para que no próximo ano as folhas voltem? Obrigada.
    _____
    resposta do blog:

    Amália: não dá para diagnosticar sem ver a planta. Consulte um viveirista de sua cidade.

  109. Eduardo Manzi Says:

    Olá, plantei 32 árvores ao redor da minha construção (um centro esportivo), sendo 06 flamboyants ! estão lindas, plantadas juntas na área verde (já com 2 a 3 metros de altura). Estão plantadas à aprox. 4 metros de distância da quadra coberta e 2 metros da pista de corrida (entre a quadra e a pista de corrida).
    O meu cliente mandou tirar todos os flamboyants, argumentando que irão quebrar o piso da quadra e da pista.
    É verdade ? Dancei ?
    _____
    resposta do blog:

    Eduardo:

    A Engenharia Ambiental ainda não chegou ao conhecimento da maioria das pessoas, inclusive gente competente e ilustrada. Se em volta dos flamboyants existe uma área não calçada (para captação da água da chuva), plana, as raízes das árvores vão crescer de maneira natural, isto é, vão se aprofundar no solo e no subsolo, explorando-os de uma forma muito eficiente, em busca de umidade e nutrientes.

    Quando as raízes de uma árvore se concentram na superfície do solo, engrossando junto ao tronco, isto significa que à planta está sendo negado o acesso à umidade e aos nutrientes do solo e do subsolo: a área de captação de água pluvial está muito reduzida, e a planta só tem acesso à pouca água que chega à camada superficial do solo junto ao tronco (e água que logo evapora).

    Uma árvore, para crescer e se manter saudável (e sem perigo para as construções vizinhas), deve receber, das chuvas, toda a água que cai em sua copa. Assim, se a copa tem 6 metros de diâmetro, devem estar disponíveis ao solo-subsolo explorados pela planta as águas de uma área de 28,26 metros quadrados (pi x r2). Se essa área estiver sem calçadas, ótimo; se estiver parcialmente calçada, as águas que caem na parte calçada devem confluir para a parte não-calçada, formando “laguinho” provisório (essa água adicional logo se infiltrará, distribuindo-se pelo solo-subsolo).

    Se o terreno em torno da árvore for inclinado, é preciso providenciar espécie de meia-lua (no lado mais baixo) para “cercar” a água da chuva que, de outra forma, se distanciaria da árvore, escorrendo para áreas mais baixas.

    Tomadas as providências acima, as raízes se infiltrarão uniformemente no solo-subsolo (pois ali haverá umidade suficiente) e, já que não engrossarão anormalmente, não afetarão alicerces e calçadas. Observe as árvores dos parques: elas, salvo casos excepcionais (áreas com pedras ou erodidas), não têm raízes expostas e anormalmente engrossadas.

    Outra providência interessante que você pode tomar (caso já não tenha tomado): em torno da quadra, mantenha uma calçada com dois metros de largura. A água da chuva será desviada para mais longe da construção e não alcançará as camadas do solo logo abaixo da quadra (alguma água alcançará, por dispersão em forma de funil invertido, camadas mais profundas, mas em quantidade desprezível e sem perigo).

    P.S.20/11/2011:

    Por coincidência, tenho em minha chácara uma árvore (jaqueira), com mais de 20 anos e tronco de 60 cm de diâmetro, a exatamente 4 metros dos alicerces da casa. A foto abaixo comprova que as raízes da árvore estão bem enterradas no solo, sem causar problemas à construção.

    Árvore a 4 metros da casa.

  110. Glady José Kerber Says:

    Oi gente, pois com muita alegria consegui um jeitinho facil e eficiente de fazer brotar até hoje duas mudinhas legais pois estao crescendo viçosas, estou muito feliz porque nessa regiao Erechim norte do Rs n tem essas belezas pelo menos nao as vi, touxe sementes da fox do Iguaçu…aaaaaaaaaaaabs tchau

  111. Rosangela Says:

    Existe alguma arvore semelhante a Flamboyant
    _____
    resposta do blog:

    Rosangela:

    Plantas semelhantes (geralmente na flor, mas também por outras características) são agrupadas no mesmo Gênero botânico. Flamboyant pertence ao gênero Delonix. Há pelo menos mais duas espécies que pertencem a esse gênero, e que portanto têm muitas características comuns com a Flamboyant: Delonix elata (veja neste linque que bela flor ela tem) e Delonix baccal.

  112. Mário do Carmo Tanajura Says:

    OI gente, enfim fiz o recomendado aqui no site e…apareceu o brotinho…Estou tão feliz, para plantar em minha nova casa , na frente!!

  113. Sebastião Says:

    Ola, parabéns pelos artigos.
    Plantei um Flamboyant há seis anos e até agora nem uma florzinha sequer, em minha vizinhança aqui no Tatuapé, São Paulo,SP, tem outras arvores sem flor. A minha goza de espaço, sol, não tem poluição no solo, mesmo assim , nada de flor. Tem algo que posso fazer para que ela de flores?.
    Obrigado
    _____
    resposta do blog:

    Sebastião: não há nada a fazer. É só esperar. Acho que a hora da primeira floração está se aproximando…

  114. Clóvis Larrabure Says:

    Plantei em meu sítio uma muda de flamboyant de aproximadamente 2 metros de altura, muda comprada. Ele cresceu muito, com apenas 3 galhos na vertical e já está com uns 5 metros de altura. Tem 2 anos que plantei, e há uns 4 meses cairam todas as folhas e há uns 15 dias deu uma florada muito pequena, com flores mínimas em tamanho e quantidade. Cairam as flores, nada de sementes e nem brotos. Já estamos no final do ano, tem chovido bem e nada de brotos…. O que pode ser? não é praga no solo nem falta dágua. Todos acham estranho que esteja tão grande e que tenha secado. posso cortar pra tentar uma rebrota ou seria melhor substituir logo a muda?
    Estou em Franca-SP.
    Obrigado
    Clóvis
    __________
    resposta do blog:

    Clóvis: podar a árvore só vai enfraquecê-la. A florada pequena, por ser a primeira, pode ser considerada normal. Dê mais uma chance à árvore: espere 2 meses sem mexer com ela, apenas observando; se no fim desse período ela continuar sem folhas, será a hora de substituí-la.

  115. Rosana Bezerra Says:

    Também sou cultivadora de Flamboyant. A que eu plantei tem 3 anos e floresceu pela primeira vez neste último mês, após eu ter feito uma adubação com Supersimples.

    Minha preocupação é o ataque das abelhas arapua e de um besouro que serra os galhos. O que posso fazer para protegê-la?
    __________
    resposta do blog:
    Rosana:

    As arapuás se tornam problema, “comendo” as flores ao invés de apenas aproveitar o pólen e o néctar, quando há poucas floradas, da mesma espécie ou de outras, no entorno. Uma aplicação de inseticida comum (sbp) na revoada delas deve minimizar o prejuízo.

    Quanto ao besouro, me parece que ele só ataca à noite, e isto demanda um paciente trabalho para localizá-los e apanhá-los “no flagra”. Infelizmente não sei onde esses insetos se abrigam durante o dia (se no solo ou em paus podres)…

  116. Deisi Sander Says:

    Olá, Rosana! Já que você é uma cultivadora de flamboyant, eu poderia enviar imagens de minha pequena muda (dois anos) para eu ter certeza de que é um?

    Desculpe, citei o nome da visitante do site. Meu recado, retificando, está direcionado aos administradores do blog. Acrescento que já entrei em contato com algumas pessoas aqui na minha cidade para me certificarem se minha muda realmente é um flamboyant.Todos têm dúvidas. Passo de cabeça para o alto o tempo todo ao caminhar pela cidade quando vejo árvores da mesma família do flamboyant. Acho minha muda muito parecida com a canafístula (folha), mas, ao mesmo tempo, já percebi que a própria canafístula apresenta variações no tamanho de suas folhas. Bom, pessoal, para terem ideia chego a sonhar com flamboiãs de tão ‘obsecada’ para saber se estou cultivando a árvore certa.
    Abraço!
    __________
    resposta do blog:

    Deisi: mande as fotos, como anexo, para o e-mail citado no CONTATO (quadro em azul, coluna direita do blog). Se a sua máquina fotográfica tem o comando “macro”, use-o para obter close da folha da muda…

  117. André Zabeu Says:

    Na minha cidade tem vários Flamboyants , povo daqui já sabe que não podemos plantar na calçada de frente de casa pois as raizes crescem gigantes destruindo a calçada e invadindo a casa. Por isso uma época vários locais da cidade por queixa das raizes, tiveram que tirar suas “Flam” . Mas é muito linda e atualmente tenho um bonsai de “flam’ tá com 4 anos e se Deus quiser vou começar a trabalhar com a copa dela pra desenvolver e dar flores lindas. abraços.

  118. Marisa Says:

    Tenho uma arvore framboyant plantada a oito anos na região de São Francisco do Sul ,SC, até hoje ela não floriu alguns de seus galhos estão secos e suas folhas amareladas.Gostaria de saber como cuidar dela.Obrigada
    __________
    resposta do blog:

    Marisa: o problema ocorre porque Flamboyant é árvore de clima tropical, e custa a se adaptar em clima temperado como o de SC e RS. Leia o comentário acima, de Luís (clique aqui).

  119. Leonardo Says:

    Plantei uma arvore flamboyant há uns cinco anos. Ela está bem grande, com uns 5 ou 6 metros, porém ainda não floriu. Ela está plantada em São Paulo e pega bastante sol o dia todo. Com quantos anos ela apresenta a primeira florada?
    __________
    resposta do blog:

    A primeira floração de uma árvore depende de vários fatores, como clima, fertilidade do solo, cuidados, etc. No caso do Flamboyant, fala-se que ela ocorre já com 2 anos de idade (clique aqui), 4 anos (clique aqui) e 8 anos (clique aqui). Nos Estados do Sul (Santa Catarina e Rio Grande do Sul) o clima temperado provoca considerável atraso no desenvolvimento da planta.

  120. gina marisa Says:

    adorei descobrir este blog, estou com sementes de flanboyant, mas não sabia como fazer o plantio, vou começar amanha mesmo e plantar minhas sementes, muito obrigado, foi otimo!

    acabei de abrir minha vagem e extrair 32 sementes, das quais 22 estao grandes e fortes, plantarei conforme for aparecendo as caixinhas de leite mas não sei o que vou fazer com tantas mudas, pretendo doar, só preciso de 4 para plantar no parque em frente a minha casa, o parque é bem grande mas nao sei se a administração vai querer fazer o plantio das sementes, ou mudas.. Vou tentar.

  121. Janice Says:

    Tenho uma arvore framboyant plantada em frente a minha casa na praia, Atlantida, RS, há mais ou menos 15 anos.
    Linda!!! Bastante fechada e cheia de flores que começam a aparecer em janeiro.

    Até o ano de 2010 as pessoas paravam pra pedir mudas (que brotavam na grama quando as vagens caíam – e ali eu as deixava plantadas até crescerem um pouquinho para serem transportadas para vasinhos individuais e serem dadas no portão)

    MAS percebi um buraco no tronco junto ao chão que foi aumentando bastante, e agora ela está ralinha e com pouquíssimas flores e curiosamente no lado da copa acima de onde está o buraco não tem flores- só na outra metade oposta. O galhos estão secos e caindo.

    Fiz um “curativo” com barro para tapar o buraco.

    O que aconteceu? como tratar?
    __________
    resposta do blog:

    Janice: talvez sejam fungos, ou talvez cupins. Escarifique a área afetada, para ver. Verifique se não há muita umidade junto ao tronco. Se houver, pode alguns galhos para permitir melhor insolação junto ao tronco. Nas casas agropecuárias você pode encontrar um preparado para “pintar” a área afetada após a escarificação.

    Alguém pode me ajudar? Estou MUITO triste.

    P.S Tenho fotos do problema, mas não sei onde postar.

  122. Nildo Says:

    gostaria de saber quantos anos +ou- vive um flamboyant? grato!.
    __________
    resposta do blog:

    Nildo: não conhecemos dados específicos da Flamboyant, mas temos notícias de outras árvores de grande porte, como Sibipiruna (da mesma família fabácea da Flamboyant) que chegam fácil aos 60 anos, e talvez até próximo de 100 anos. Mas depende muito do ambiente em que a planta está inserida: em ambiente ideal para ela, a longevidade é certa…

  123. Giselle Says:

    Olá
    Tenho uma árvore Flamboyant há cerca de 3 anos e meio, ela está linda de morrer… agora por causa de uma ampliação que farei na minha casa, infelizmente terei que remover a árvore do meu quintal. A minha pergunta é: se eu removê-la para replantá-la no canteiro central da avenida onde moro, ela resistirá? Quais os procedimentos corretos a serem adotados para que eu consiga êxito?
    Obrigada
    __________
    resposta do blog:

    Giselle:

    É possível fazer com segurança o transplante da árvore para o canteiro central. Mas é coisa de especialista, de viveiro de mudas. Mas acredito que a prefeitura de sua cidade se interessará pelo assunto, e nesse caso poderá resolver o problema para você.

    Em todo caso, sempre há um risco, ainda que pequeno se o procedimento for feito por especialistas, de a árvore não se recuperar no novo local. Mas vale a pena tentar.

  124. Giselle Says:

    Ok, obrigada pela ajuda… Vou procurar a prefeitura hoje mesmo!

  125. Bernardo Says:

    Primeiramente gostaria de parabenizar o blog de vocês, !
    Sou estudante de Ciências Biológicas e gosto muito da área de Botânica, há um tempo venho com a ideia de plantar uma árvore, e o Flamboyant me chamou bastante a atenção, por isso tenho pesquisado bastante sobre o modo de plantio dessa árvore desde a quebra da dormência de sua semente. E é mais ou menos nisso que tenho dúvida, se possível, gostaria que me mandassem um
    e-mail explicando com maior detalhe sobre a quebra da dormência da semente, existe um lado certo para lixar?
    __________
    resposta do blog:

    Bernardo: nos comentários acima, vários leitores descrevem os métodos por eles usados para quebrar a dormência da Flamboyant. Todos esses métodos, inclusive a escarificação ou lixamento, visam permitir que a umidade penetre de imediato na parte interior da semente. A escarificação pode ser feita em qualquer lugar da semente.

  126. Zelia Oliveira Says:

    queria tanto ter um pé de Flamboyant.mais espero conseguir muda logologo.nossa !! vai ficar muito lindo na minha calçada.

  127. sandra Says:

    Parabéns pelo blog. Estou com uma dúvida plantei quatro mudas na calçada da minha residência (a calçada é estreita tem apenas uma faixa de 50cmx30m de grama, o restante é basalto e a rua é asfaltada) em uma distância de 4 metros cada e dentro de tubos de esgoto pluvial de concreto que enterrei em torno de 50 cm de profundidade, as mudas estão com dois meses. Gostaria de saber se é aconselhável continuar com as mudas no lugar se eu mantiver a poda anual e se eu consigo controlar a envergadura de seu tronco? Ou se devo mudá-las?
    __________
    resposta do blog:

    Sandra:

    1. Uma faixa gramada de 50 centímetros de largura por 30 metros de comprimento, como no seu caso, me parece adequada para irrigar o solo que será utilizado pelas árvores. Desde que as bordas dos tubos de concreto não estejam levantadas acima do solo gramado (se estiver, é conveniente rebaixá-las).

    2. A contenção das raízes das árvores dentro dos tubos de concreto provavelmente irá limitar o crescimento da planta nos anos iniciais. O que me parece inconveniente. Ideal seria rebaixar as paredes dos tubos pelo menos 20 cm abaixo do nível do solo (melhor ainda retirá-los, se possível sem danificar as mudas), de modo que as raízes possam se desenvolver harmoniosamente. O que faz as raízes se aprofundarem no solo não é o direcionamento por tubos, mas sim, a abundante irrigação do solo e subsolo em torno do tronco da árvore. Irrigação pluvial abundante, raízes bem expandidas (formando um emaranhado subterrâneo com aproximadamente a forma e o tamanho da copa da árvore). Raízes bem expandidas solo a dentro não engrossarão anormalmente junto ao tronco e não racharão calçadas e muros.

    3. Daqui a 5 anos, se o desenvolvimento das árvores passar a justificadamente preocupá-la, então você poderá limitar esse crescimento, limitando a expansão das raízes. Uma solução seria diminuir (começando com 20% ou 30%) a área gramada capaz de absorver água da chuva. Menos água, menos umidade no solo e subsolo. Como no solo e subsolo estão os nutrientes das plantas (somente absorvíveis na presença de umidade), teríamos então uma espécie de racionamento (restrição) na alimentação das plantas.

  128. vivian pryor Says:

    Oi;
    Preciso comprar um flamboyant adulto em SP Cotia.
    Ceagesp e o lugar certo?

    Obrigada, Vivian

    __________

    resposta do blog:

    É um bom lugar para procurar, Vivian. Se não houver ali, certamente indicarão onde você poderá achar.

  129. Nildo Says:

    olá! vou plantar 15 mudas de flamboyant, elas estão com cerca de 50 cm e gostaria de saber quantas vezes na semana devo rega-lo?
    __________

    resposta do blog:

    Nildo:

    O ideal é que as plantas sejam irrigadas naturalmente, com a água das chuvas. Numa semana chuvosa, não se preocupe com as mudas. Mas se ocorrer período de estiagem, regue 1 vez a cada 2 dias, uns 10 litros de água por planta.

  130. NILDO Says:

    gostaria de saber também, qual o melhor período para plantar as mudas de flamboyant? o tempo encontra-se quente ainda aqui na bahia ou devo esperar pelo inverno? grande abraço!
    __________

    resposta do blog:

    Nildo: pode plantar as suas mudas. Mas não esqueça de irrigar durante a estiagem, e durante o primeiro ano da muda no local definitivo.

  131. larissa Says:

    Boa noite.. Estou fazendo um trabalho sobre a semente de Flamboyant. Você tem algo ou sabe me informar onde encontro a descrição dessa semente.
    Obrigada, Larissa Mariele

  132. ze netto Says:

    Gostei muito das fotos! Estou cultivando algumas mudas de Flamboyant para formar um corredor em torno dos caminhos que ligam as casas da fazenda em nossa propriedade rural aqui em Almadina.
    __________

    O blog diz:

    E recebemos esta foto, com uma muda dessa árvore sendo plantada pelo professor Zé Netto (do Projeto Ipê na Serra) e pela Dra. Márcia Ângela:

  133. ze netto Says:

    Valdir, obrigado pelo elogio à baiana e pela publicação da foto. Rsrs
    Muito simpático da sua parte!! Grande abraço.
    __________

    O blog diz:

    Ok, Zé Netto! A propósito, o fotógrafo das fotos da Segunda Etapa do Projeto Ipê na Serra é também o Thiago Lacerda? É que eu gostaria de indicar a autoria naquela postagem do blog…

  134. Georgia Says:

    Olá, sou de Natal – RN, e também aprecio demais flamboyants. Aqui em Natal elas existem muito e são bem adaptadas devido ao clima. É uma das mais belas árvores, assim como o ipê roxo e amarelo, e também o pau-brasil (estas são nativas). Adorei a explicação sobre a “quebra” das sementes, pois sempre quis fazer mudas e não sabia como. Pelas sementes, aprendi, mas sabe se há como fazer mudas de galhos?
    __________

    resposta do blog:

    Georgia:

    Nunca ouvi falar de experiência de reproduzir Flamboyant através de estaquia. Mas Você pode tentar; quem sabe dá certo?

  135. Mariana Horta Says:

    Olá, gostaria de saber sobre a origem, a chegada do primeiro Flamboyant ao Brasil, você sabe me dizer? obrigada, Mariana

    __________

    resposta do blog:

    Mariana: A única referência que tenho é a monografia Distribuição Espacial do Flamboyant…, de Gilvan Cardoso da Silva, tese de mestrado junto à UFPB, março de 2009. Diz a monografia, à página 33:

    “Essa árvore tem como nome científico Delonix regia e sua ocorrência natural se dá na costa Leste da África, em Madagáscar e ilhas do Oceano Índico, porém está no Brasil desde o início do século XIX quando foram trazidas para cá as primeiras mudas que se adaptaram muito bem ao clima e ao solo brasileiros, podendo ser ainda mais antigas no nosso território em virtude de uma outra versão de que corsários franceses empenhados em comercializar o ibirapitanga com os índios, teriam trazido esta planta para o Brasil no final do século XVIII, disseminando-a em áreas planas do Rio de Janeiro.”

  136. Marilda Says:

    Olá, parabéns pelos comentários, são muito úteis, realmente !
    Tenho um Flamboyant, com aproximadamente 1 ano e meio, plantado em frente de minha casa, no litoral do Pr. Ele está lindo e viçoso, porém, há uns 4 meses, foi-lhe quebrado um galho importante que o deixou com um lado deformado (não brotou). Gostaria de saber como devo proceder para que volte a ficar proporcional. Às vezes, sinto vontade de podar todos os galhos, já que estamos em agosto e deixar que brotem novamente.
    Por favor, me ajude, pois gostaria muito de recuperá-lo ! Obrigada,
    __________

    resposta do blog:

    Marilda:

    A árvore, ela mesma, irá se recompor harmoniosamente, lançando mais galhos pelo lado “ferido”.

    No lugar em que o galho quebrou, mande pincelar um pouco de água com cal (desses de construção), para evitar ataque de insetos pelo local, que se tornou vulnerável.

  137. Zelia Oliveira Says:

    adorei a matéria,tenho Sementes de flamboyant vou fazer as mudas.depois venho aqui pra falar se deu certo…obrigado

  138. Guilherme Santos Freitas Says:

    Adorei a reportagem
    Gostaria muito de conseguir sementes
    É minha arvore favorita
    Existe outras cores?
    __________

    resposta do blog:

    Guilherme:

    1. Existe Flamboyant com flores predominantemente amarelas. E existem as híbridas, misturas das “vermelhas” com as “amarelas”.
    2. Você achará mudas da árvore em praticamente qualquer viveiro de mudas.
    3. Você pode colher sementes diretamente de árvores expostas em logradouros públicos. É esperar pelo amadurecimento das vagens, abri-las e retirar as sementes.

  139. Zelia Oliveira Says:

    oláaaa !pessoal to muito feliz,consegui as sementes do flamboyant. plantei no dia 20.08.2012 e saiu a primeira mudinha no dia 09.10.2012. nossa to amando td isso ….

  140. Simon Says:

    Bom dia, gostaria de saber se a quantidade de semente que eu plantar da flamboyant vermelho será necessariamente o número de árvore? E posso plantar num vaso?

    __________

    resposta do blog:

    Simon:

    Todas as sementes, de todas as plantas, têm uma taxa de germinação. Há plantas, principalmente as do Cerrado, que têm baixa taxa de germinação (digamos uma, em especial, de 30%). Parece que a Flamboyant tem uma taxa de germinação alta, isto é, quase todas as sementes plantadas germinam. Em todo caso, seria bom semear 2 sementes em cada vaso, para o caso de uma delas “falhar”.

    Qualquer árvore pode resultar num Bonsai, a árvore miniatura tão do agrado dos japoneses. O crescimento da árvore vai depender do substrato (terra + matéria orgânica + adubos) com que ela pode contar para o seu crescimento. Num pequeno vaso, a árvore vai se tornar (se aplicadas algumas técnicas elementares de Bonsai, disponíveis em saites especializados nessa arte) um Bonsai. Vasos maiores (digamos, com “boca” de meio metro de diâmetro, vai resultar numa árvore pequena (deve-se aplicar, também aqui, técnicas de Bonsai), sem esquecer que elas vão precisar também de sol direto, pelo menos em alguns momentos do dia, ou então boa luminosidade.

    Semeada a semente num pequeno vaso, futuramente pode a muda ser transplantada para o lugar definitivo, no solo, ou para um vaso bem maior.

  141. Juliana Says:

    Amo as flores do Flamboyant! Juntei uma vagem fechada, que faz um barulho lindo quando é movimentada, virou um instrumento musical. Também juntei umas oito sementes caidas no chão. Plantei rapidamente, mas achei que não iam nascer porque as sementes estavam muito duras. Para quebrar a dormência raspei o canto da semente no chão do asfalto. Que grata surpresa: em três dias duas delas brotaram e com uma semana já tem folhinhas balançando em dois galhinhos da muda! Quanto tempo devo cuidar a muda em vaso antes de passar pra chácara?

    __________

    resposta do blog:

    Juliana:

    Você descobriu uma nova técnica de escarificação de sementes !

    Mantenha as mudas no substrato atual (vaso ou saquinho) pelo menos até a planta atingir 50 cm de altura, a partir do superfície do vaso ou saquinho. Antes de replantar, deixe uns 3 dias sem irrigar, para que a terra fique firme, formando torrões. Depois de replantar, compacte a terra em volta do torrão da muda, e dê irrigação abundante.

  142. Graziela Says:

    Não compliquem, é so lixar as extremidades da semente e deixar de molho em agua com temperatura ambiente por dois dias, depois so depositar deitada no substrato limpo, sem esterco ou fertilizantes, manter úmido e a sombra com claridade e em 3 dias no máximo germina.

  143. Dani Says:

    Olá, preciso de uma resposta urgente! Em frente a minha casa, tem um flamboyant, no passeio, já há quase 60 anos, e sempre a prefeitura e orgãos de iluminação publica vinham para podar, sem nenhuma consciencia, apenas retirando os galhos que “atrapalhavam”, acabou que a arvore ficou desequilibrada, podada sempre apenas de um lado e do outro não. Inúmeras vezes tivemos que pedir para não podarem certo ganho, que não tinha necessidade nenhuma e só desequilibrava ainda mais a arvore.
    Devido a essas podas mal feitas , a arvore para não cair, aumentou suas raizes de um lado apenas, e as raizes começaram a sair para fora do passeio, nos ultimos anos, destruindo e levantando o passeio inteiro.
    Os orgão publicos querem fazer a supressão da arvore inteira, dizendo que ela esta atrapalhando o passeio.
    Gostaria de saber, se teria algo a fazer, como por exemplo cortar a raiz que está enorme para fora do passeio, horizontalmente.
    Caso isso seja feito, é perigoso da arvore perder a sustentabilidade? ou a raiz inferior , do corte em paralelo, a sustentará?
    Gostaria de uma luz, pois não queria que a arvore fosse cortada inteira e farei de tudo para protege-la , caso possível!

    ( deixo aqui também a minha indignaçao, do absurdo que sempre vejo, como as pessoas que trabalham com isso são mal treinadas e não
    tem nenhum conhecimento sobre podas).

    __________

    resposta do blog:

    Dani:

    1. O engrossamento das raízes mestras, de um lado da árvore, pode ser consequência da poda assimétrica feita pela prefeitura. Mas o engrossamento em si é consequência do calçamento em torno da planta. Nos parques e florestas as raízes mestras não engrossam e não se mostram à superfície do solo.

    2. O calçamento limita severamente a irrigação do solo disponível para a árvore. Assim, só o solo junto ao tronco recebe irrigação da água da chuva, e é só nesse espaço reduzido que as raízes podem se desenvolver (raízes não exploram solo seco, sem umidade).

    3. Porisso, é conveniente que se plante, nas calçadas, árvores de pequeno porte, que poderão se contentar com o pouco solo úmido que terão à disposição de suas raízes. Essas plantas, além de não racharem a calçada, não atrapalharão a fiação com os seus galhos.

    4. A sua Flamboyant não tem salvação, pelo menos para esse local. O corte da raiz maior provocará sério dano à planta, podendo matá-la. Se não morrer, dentro de alguns anos ela engrossará novamente uma raiz mestra, à superfície do solo, e assim os problemas voltarão.

    5. Sugira à equipe da Prefeitura que retire a árvore desse local e a transplante num parque ou canteiro central de avenida, se possível próximo à sua casa. Assim você poderá continuar a curti-la…

  144. Dani Says:

    Obrigada pela resposta! Vou sugerir, mas duvido muito que vão escutar! É uma pena, pois a natureza é tão indefesa, e tenta sempre se adaptar ao ambiente, mesmo esse sendo desfavorável.

  145. cristiana Says:

    plantei um flamboyant em casa, em vaso. ele já está com mais de um metro, muito bonito e saudável. entretanto, a copa está ficando muito larga, e o tronco é fininho, não dá conta de sustentar a árvorezinha (coloquei um tutor). como fazer para que o tronco fique mais forte?
    __________

    resposta do blog:

    Cristiana:

    Talvez resolva se você retirar (cortar junto ao tronco) os galhos mais baixos (mais próximos à terra do vaso). Deixe apenas os ramos mais altos (três, por exemplo).

  146. Magda Says:

    Como faço para enviar uma foto do meu flamboyant para vocês poderem me ajudar? Desde já obrigada.

    __________

    resposta do blog:

    Magda:

    Na coluna da direita do blog há um quadro chamado CONTATO (em azul). Lá está o nosso e-mail. Mande e-mail para esse endereço, colocando os arquivos das fotos como anexo ao seu e-mail.

  147. Magda Says:

    Já enviei o email aguardo resposta.Obrigada pela atenção.

  148. Elisabete Says:

    Ola! Gostaria de conseguir uma muda desta arvore:sera q vcs podem me ajudar?
    __________

    resposta do blog:

    Elisabete:

    Flamboyant é árvore muito comum em qualquer cidade brasileira, principalmente do Paraná para o norte. Você acha fácil em qualquer viveiro ou loja de mudas.

  149. Silvia Helena Says:

    vou comprar as sementes de flamboyant azul em um site.Preciso fazer a quebra da dormência?Plantei na minha rua 1 aroeira,1 ipê rosa, 1 mogno e 2 chapéus de sol.Um sambão,uma mistureba.Tem também uns flamboyans perto de casa.Nunca mais vi aquelas vagens.Quando é que elas caem?adorei suas dicas

    __________
    resposta do blog:

    Silvia Helena:

    Não conhecemos Flamboyant de flores azuis. Faça o teste com 2 sementes, enterrando-as diretamente no recipiente com terra. Se não brotar dentro de 20 dias, escarifique uma lateral da semente (longe do “olhinho” mais escuro).

    Vagens de flamboyant vêm na sequência: flores – vagens verdes – vagens maduras. Atualmente alguns flamboyants já têm vagens pequenas, em crescimento: outros ainda estão florindo. Acompanhe uma árvore que esteja em floração.

  150. Regina rocha de Freitas Says:

    Adorei o blog. meu sonho é ter um flamboyant no meu quintal, mas para isso, ainda preciso comprar a casa ou o terreno para construir, mas sei que um dia vou conseguir e, com certeza, aplicar os conhecimentos aqui adquiridos. Enquanto isso, vou tentar fazer um bonsai.

    __________

    o blog diz:

    Boa idéia, Regina! E vá vencendo etapas para a compra do terreno…

  151. micherlly lucena Says:

    Olá, tenho um pé de flamboyanzinho amarelo aqui em casa. Ele tá com cerca de 1 metro e já está dando flores, sendo que sua raiz esta cheia de formigas, daquelas que mordem mesmo, não sei o que fazer, toda vez que vou mexer na terra proximo a raiz elas saem e são muitas. O que faço??
    __________
    resposta do blog:

    Micherlly:

    1. Quando as formigas sairem em quantidade, borrife sobre elas um pouco de inseticida comum (baygon, sbp, etc.). Elas vão morrer, não no mesmo momento da aplicação, mas daí a alguns minutos. Isto vai controlar o seu número.

    2. Outra alternativa é você obter areia de construção, deixá-la secar bem, e depois fechar as aberturas (olheiros) das “panelas” subterrâneas onde moram as formigas, formando um montículo sobre esses locais. No dia seguinte elas já terão aberto uma passagem alternativa para fora. Torne a aplicar areia nas novas aberturas. Vença as formigas pela persistência. Elas vão desaparecer.

    3. Essas formigas costumam levar fungos para as folhas novas das plantas, enrugando, escurecendo e secando essas folhas. Num ambiente urbano, é bom exterminá-las…

  152. Renilda Maria Says:

    Olá,Parabéns pelo blog. Plantei Flamboyant no meu pequeno jardim, especificamente 2, só que pretendo ficar podando para não crescer,gostaria de saber se suas raízes vão prejudicam a estrutura da casa se estiver aproximadamente a 1m da casa. Mesmo a planta ficando nanica, suas raízes crescem muito? Quanto ao pau-brasil? Plantei um bem próximo da minha janela,aproximadamente 80cm.Será que suas raízes vão dar problema, quanto a copa da árvore vou ficar podando. Obrigada e aguardo um retorno breve.
    __________
    resposta do blog:

    Renilda Maria:

    1. As raízes de uma árvore guardam estreita relação com a copa dessa árvore. Copa pequena, raizama pequena; copa grande, raizama grande. Veja um bonsai: árvore mantida anã, mantendo sua copa minúscula e o seu sistema de raízes também minúsculo, cabendo num pequeno vaso.

    2. Controlar o crescimento de uma planta pela poda constante é péssimo alvitre. Poda é violência contra a planta (e abre caminho para a infestação por pragas), e só deve ser aplicada em casos excepcionais (para tirar galhos secos ou doentes, ou ainda galhos que estejam atrapalhando a passagem de pessoas, ou adentrando construções, ou incomodando vizinhos).

    3. Não plante duas árvores juntas. Uma vai atrapalhar a outra, pois vão concorrer, no solo e no ar, pelos mesmos nutrientes e espaços.

    4. Distância mínima, da casa, recomendável para uma árvore: 3 metros.

    5. Você pode optar por aplicar, no flamboyant, técnicas de bonsai (consulte saites especializados ou um japonês da vizinhança que tenha esse hobby): restrição para o crescimento das raízes, direcionamento dos galhos com arames, etc.

    6. Mande abrir, no seu pequeno quintal, um buraco com 1 metro de fundura (cuidado para não danificar instalações de água ou esgoto). Nele coloque duas manilhas de concreto (de meio metro de diâmetro), uma sobre a outra. Dentro da manilha, recoloque a terra retirada, misturando pelo menos 20 por cento (1 parte para cada 5 partes de terra) de humus ou esterco curtido ou terra vegetal. Plante no centro a sua muda de Flamboyant. Com essas limitações, o Flamboyant não deve causar problemas à construção.

    7. Pau-Brasil: conforme a posição da parede em relação à trajetória do sol, pode haver sombreamento excessivo, tendendo a restringir e prejudicar o crescimento normal da planta. E se for mesmo Pau-Brasil, tem muitos espinhos, no tronco, nos galhos e nos ramos. Mas, já que está plantado, é esperar para ver, torcendo para que o seu crescimento seja limitado (e sendo limitado, não deve afetar a construção).

  153. Renato Zimermann Says:

    Show de bola pelo Blog…. pois bem vejam se vcs podem me ajudar, plantei um flamboyant há uns 5 anos e do nada agora começou a morrer, suas folhas começaram cair de forma anormal galhinhos das folhas etc…então fui verificar e vi que suas raizes estão apodrecendo e parece que tem uma especie de fungo e uma especie de “baratinha” fiz toda a limpeza…o que mais devo fazer para manter ele Vivinho e lindo como deve ser?
    Moro em São Pedro de Alcântara, Santa Catarina – pertinho de Florianópolis.
    Obrigado.
    __________
    resposta do blog:

    Renato:

    É um caso incomum. Só mesmo examinando “in loco” para descobrir alguma pista sobre a causa do problema. Parece que o ataque está ocorrendo nas raízes (talvez cupins, talvez umidade excessiva). O apodrecimento da raiz ocorre geralmente depois dela perder a sua função e secar. É também uma questão sanitária, que interessa à Prefeitura resolver. Sugiro que você procure o departamento municipal que trata de parques e jardins, e eles provavelmente enviarão, sem custo, um especialista para averiguar.

  154. rosani Says:

    Olá, gostaria de saber quanto tempo leva pra arvore ficar adulta?
    __________
    resposta do blog:

    A árvore pode ser considerada adulta na sua primeira floração. Isto varia de acordo com o clima, o solo, etc. Mas o Flamboyant já deve florir ali pelo quarto ou quinto ano de vida.

  155. Renato Zimermann Says:

    Obrigado
    __________
    You’re welcome!

  156. Lucilene Junqueira Says:

    Muito legal este blog. Já lemos bastante , eu e o meu marido estamos fazendo hoje o processo da quebra de dormência, lixamos um pouquinho e vamos colocá-las na água a 40 gr. por 5 minutos. vamos aguardar e depois daremos notícias. Muito obrigada!
    __________

    O blog diz:

    Também agradecemos a gentileza de suas palavras, Lucilene. E aguardamos notícias e, se possível, fotos da experiência.

  157. Alex Says:

    Olá, tenho interesse em saber se a árvore que plantei é um flamboyant, se puderem me ajudar, tirei algumas fotos. Obrigado.
    __________

    resposta do blog:

    Alex: mande as fotos para o e-mail indicado no quadro em azul CONTATO, na coluna direita da página principal do blog.

  158. marcelo gomes batista Says:

    Olá! plantei duas mudas de flãboiã há um ano, a minha região tem sol o ano todo, rego frequentemente, mas elas não crescem.
    O que posso fazer para elas crescerem, pois não chegaram ainda a 50 centímetros, e pelo que fui informado é uma árvore de crescimento rápido.
    Atenciosamente,espero resposta por E-mail!

  159. Arthur Vieira de Araújo Filho Says:

    Gostaria de foto de uma mangueira. Com a raiz. Ela se aprofunda ou se expande? Uma mangueira plantada junto de uma edificação pode danificar sua estrutura?

    __________
    resposta do blog:

    Arthur:

    Vou ver se consigo a foto, e à tarde respondo neste mesmo espaço.
    P.S.- Comecei a escavar uma pequena trincheira, em semi-círculos, a 3 metros do tronco de uma mangueira próxima (4 m) a uma construção. Como o trabalho deve ser cuidadoso, para não prejudicar muito as raízes, vou precisar de 2 dias para dar alguma informação útil…

  160. jaquelline Cesca Says:

    BoaTarde, comprei uma casa onde no jardim tem um flamboyant, gostaria de poda-lo para ficar como um sombreiro, pois os galhos estao muito esparsos e uma mais alto que o outro. Alem de nao ter dado flores neste periodo em que estou na casa.
    Como fazer para ela começar a florescer e com aspecto de sombreiro baixinho.??
    Aguardo, obrigada.

    __________
    resposta do blog:

    Jaquelline:

    Geralmente o Flamboyant floresce no início da Primavera.
    É uma árvore de savana, que não cresce muito verticalmente, tendo a vocação de expandir-se mais lateralmente. Acho que você apenas podando os galhos que se expandem em excesso já vai conseguir o que quer.

  161. Fernanda Aline Bernardi Says:

    Boa tarde, nasceu no meu jardim, espontaneamente uma Flamboyant está pequena cheia de folhas, é linda, porém está ao lado da calçada, acabei de saber, aqui, ela é enorme!!! preciso mudá-la de lugar, como posso plantar em outro local sem que a árvore morra? moro em Curitiba, o inverno aqui tem uma época rigorosa de geadas que acaba queimando tudo!! como posso preservá-la? tenho espaço na frente da minha casa, na calçada da rua, poderia ser um bom lugar?
    Até mais…
    __________

    resposta do blog:

    Fernanda:

    Flamboyant costuma ter problemas em lugares de clima mais frio, como o do Sul do Brasil. Isto pode significar crescimento mais lento e menor expansão. Assim, se a sua planta estiver a distância segura da casa (digamos, 4 metros), melhor deixá-la onde está.

    Se a calçada for larga (digamos, mais de 2 metros de largura), será também um bom lugar.

    Caso opte por transplantar a arvorezinha, contrate os serviços de um viveirista que tenha experiência. A planta deve sair, do lugar em que está, com o sistema radicular envolto por um torrão de terra compacto, que não esfarele com o movimento. Se esfarelar e a maioria das raízes ficar exposta, isto pode levar à morte da planta.

    Quanto às geadas, consulte o mesmo viveirista, que conhece bem a região e técnicas que podem ajudar na proteção da planta.

  162. Fernanda Aline Bernardi Says:

    muito obrigada por responder, agradeço os esclarecimentos, vou consultar um viveirista.
    um abraço.

  163. Alves Says:

    Oii gostaria de saber passo a passo do plantio, pois preciso fazer um relatório, se for possível me mande por e-mail. Beijos, ótimo site

  164. Jaquelline Cesca Says:

    Bom dia, gostaria de saber qual o período adequado da poda e em quanto tempo começa a brotar, levando em consideração que moro em Santa Catarina, e aqui esta começando a ficar friozinho 17 18 graus, e ate agosto pode chegar a baixar uns ate 10 graus.
    Outra pergunta, posso podar os galhos grossos?? No meu flamboyant tem 3 galhos grossos que são sustentados pelo tronco mestre. eu podando um pouco esses é possível que brote outros galhos dali??
    é verdade que existe um tipo de flamboyant que não da flores?? que aqui chama de flamboyant macho?? estou desconfiada que o meu exemplar pode ser um pois ninguém se lembra a de ter visto esta arvore florida, e se tem alguma coisa que possa fazer para deixar ele forte e florido, caso não seja da espécie dele não florescer??
    Agradeço desde já.
    __________
    resposta do blog:

    Jaquelline:

    1. Não existe Flamboyant “macho”. As flores do Flamboyant são hermafroditas, isto é, contém os elementos femininos (ovário, estilete) e os elementos masculinos (estames, anteras). Grandes árvores são as espécies vegetais mais evoluídas, e portanto todas elas têm flores e frutos. Algumas espécies (não as Flamboyants) têm flores tão pequenas ou tão pouco chamativas que passam despercebidas.
    2. Clima temperado não é o clima natural para o Flamboyant, que é uma árvore das savanas de Madagascar. Talvez porisso demore a florescer. Mas vai florescer, quando se adaptar a esse clima.
    3. O ideal é podar apenas galhos secos ou doentes, ou ainda galhos que atrapalhem a passagem ou resvalem em fiação elétrica. Agora, no começo do período menos chuvoso, é uma boa época para podar. A poda dos galhos grossos vai descaracterizar um pouco a copa, fazendo-a ficar parecida com as árvores tortas (de galhos tortos) do Cerrado. Com o corte vão aparecer dezenas de brotos e será necessário repicar, deixando apenas um ou dois.
    4. A poda em si não vai ajudar a planta a se desenvolver melhor. E como os solos catarinenses são em geral de boa fertilidade, o melhor é respeitar o ciclo natural e o poder de adaptação da árvore.

  165. irene Says:

    Ola! Tenho um Flamboyant de mais 20 anos de idade à beira de uma reprêsa. Ele está apresentando parasitas cada dia mais. Estou com vontade de fazer uma poda meio drástica e selar os cortes. Representa um perigo para a árvore se eu fizer essa poda? Obrigada

    __________

    resposta do blog:

    Irene:

    Se o seu Flamboyant está com bom aspecto, florescendo magnificamente, não há porque se preocupar com os organismos que se instalaram em seu tronco e galhos. Geralmente esses organismos são benéficos, usando a árvore apenas como apoio, não sugando sua seiva. Não seriam, então, parasitas, mas epífitas.

    Poda é uma técnica que só deve ser usada em último caso, e com parcimônia. Só se deve podar galhos secos, doentes ou mirrados.

    Prejudicial à árvore seria a presença de fungos, geralmente levados por pequenas formigas pretas, cinza escuro ou marrons. Formigas entre 1 e 3 milímetros de comprimento. Esses fungos causam o enrugamento das folhas e dos brotos, e folhas e brotos acabam secando. Se houver dessas formiguinhas subindo e descendo pelo tronco, em grande quantidade, trate de controlá-las com pequenos (sem exagero) borrifos de inseticida comum sobre elas. Ou calda de fumo picado (50 gramas em 2 litros de água, deixados de molho por uma noite e depois coando o líquido, a ser aplicado por borrifos) sobre as folhas e pontas de galhos atacados.

    Por outro lado, Flamboyant gosta de sol pleno. Se houver sombreamento sobre ele, isto, junto com a umidade do ambiente à margem da represa, pode causar algum prejuízo ao desenvolvimento da planta.

  166. vilson oliveira Says:

    Consegui umas sementes ainda na vagem em brasilia, estava no chão mas fechada, pergunto posso abrir e aproveitar as sementes. Moro em Pelotas-RS. posso plantar agora em maio, sera este o período ideal. Aguardo. Obrigado
    __________

    resposta do blog:

    Vilson:

    Pode abrir a vagem. Ou então conservar a vagem por mais alguns meses e depois abrir, ou aguardar que ela se abra naturalmente.

    Para a semadura, espere até o início da Primavera; se plantar agora a mudinha vai iniciar sua vida em condições desfavoráveis (muito frio para uma planta que adora calor).

  167. Luis Says:

    Tenho uma muda de flamboyant aqui em casa, mas as folhas estão ficando amarelas, o que fazer?

    __________
    resposta do blog:

    Luís:

    As mudas precisam basicamente de água e luz. Irrigue o recipiente onde está a muda com pelo menos 1 litro de água. E faça com que a muda fique num lugar semi-sombreado, onde em parte do dia haja uma luminosidade maior (sol direto ou indireto). E é só aguardar.

  168. regi Says:

    como fazer um bonsai de flamboyan??. tenho uma pequena muda em vaso de 20 cm de profundidade , e as folhas caíram. é normal?
    __________
    resposta do blog:

    Bonsai exige uma série de técnicas sofisticadas. Melhor você comprar um livro sobre o assunto ou acessar saite especializado em bonsai. Que das folhas da muda depende da espécie e do histórico (se houve transplante, ou falta de água, etc.).

  169. Heu Felicidade Says:

    Um vizinho tem uma arvore linda. Pelo menos uns 30 anos, só eu tenho 22 que moro em minha casa e ela ja estava grande. Bem eles faleceram e os filhos abandonaram a casa, a arvore crescendo e as raízes foram por baixo da casa estourando tudo uma das raízes foi para dentro da minha cisterna, poço e estourando os canos de água. Ai resolveram corta-la e colocar veneno para ela morrer, depois de muito prejuízo. Mas as raízes continuam crescendo e estourando tudo. falaram que tem um espigão que tem que ser tirado isso é verdade ? se retirar ela pode ser replantada em outro lugar ? Grata por sua ajuda.
    __________
    resposta do blog:

    Certas árvores (como por exemplo o eucalipto) têm uma raiz principal (pião) que adentra o solo verticalmente, à procura de fonte de água abundante (lençol freático). Se a árvore é cortada ou envenenada, por algum tempo as raízes podem ainda crescer, devido a reservas de nutrientes nelas existentes. Mas isto vai ocorrer apenas durante algum tempo (talvez algumas semanas ou mesmo meses) e em pequena intensidade, sem causar novos danos. Nenhuma árvore sobrevive sem folhas (com o corte sistemático de todas as novas brotações em seu tronco).

    Algumas espécies de árvores se regeneram a partir de pedaços do tronco ou de galhos mais grossos (exemplo, seriguela). Na maioria das espécies, entretanto, isto não ocorre.

  170. Heu Felicidade Says:

    Desculpa, a arvore linda que me referi é uma Flamboyant.

  171. Danielle Says:

    Boa noite! Gostaria de fazer um corredor de flamboyant’s na estrada que dá acesso á sede da fazenda. Você sabe me dizer qual a distância que devo manter entre cada muda? Como faço para adquirir tantas mudas? Como faço para evitar que formigas atrapalhem o seu desenvolvimento? Desde já, obrigada.
    __________
    resposta do blog:

    Danielle:

    1. Flamboyants são plantas bastante comuns. Em qualquer viveiro de mudas ou até mesmo loja de plantas você pode adquirir a quantidade desejada, a um preço acessível.
    2. Flamboyant é uma planta de savana, e não de floresta. Assim, a sua tendência é expandir-se lateralmente. A distância mínima entre uma planta e outra deve ser de 6 metros. Nos primeiros anos vai parecer que o espaçamento é muito grande, porque as plantas estão pequenas, mas depois você verá as árvores se desenvolverem bem, sem “lutar” uma com as outras por nutrientes (no solo) e espaço aéreo.
    3. Com espaçamento menor, as copas das árvores vão acabar com os galhos muito entrelaçados, ou tortos (para desviarem dos concorrentes), produzindo sombreamento excessivo e um aspecto visual feio.
    4. Não tenho certeza de que formigas cortadeiras atacam as Flamboyants, mas há no mercado “iscas” granuladas que combatem eficazmente os formigueiros. E há um método natural, que aplicamos com sucesso em nossa chácara: localize os “olheiros” das saúvas, que geralmente têm uma meia-lua de terra em torno. Despeje areia seca e peneirada nessas aberturas, até enchê-las. À noite as formigas não conseguirão sair (formigas não sabem lidar com areia seca). Nessa noite elas irão cavar novas saídas. Na manhã seguinte, localize essas saídas, e faça o mesmo procedimento. E assim por diante, por até 1 mês ou mais, se o sauveiro for grande. Mas a gente acaba vencendo pelo cansaço. As formigas vão se enfraquecendo por gastar energia não obtendo alimentos para seus fungos, mas para abrir sempre novos canais para o exterior.

  172. Elisa Says:

    Pessoal, moro em Foz do Iguaçu, a cidade das Cataratas do Iguaçu, num bairro chamado Vila Yolanda. Neste bairro foram plantadas Flamboyant pela prefeitura há mais ou menos 40 anos, época em que me mudei para este bairro. Moro aqui até hoje, e a profusão de flamboyant é grande e há uns 10 anos elas estiveram no auge da sua beleza, florindo muito e embelezando nosso bairro. Porem….. depois disso elas começaram a decair, dão poucas flores, muitas vagens que caem em dias de vento, como são muitos duras e grandes (alcançam até 60 cm) e hoje em dia dão às pencas, dão um bom trabalho para as donas de casa e para a prefeitura local, pois após as ventanias as ruas ficam forradas de vagens que são moídas pelos pneus dos carros e se não varridas e colocadas em sacos enormes de lixo, enfeiam muito a rua. Depois das geadas as folhas caem todas, deixando um pó amarelo por toda a rua e adentram pelas portas em dias de ventania. Suas raízes, estouram as calçadas e levantam as lajotas de concreto, causando muitos tropeções e acidentes. Os galhos já velhos e que não são podados corretamente quebram e caem sobre os telhados, por isso não aconselho a deixarem que os galhos fiquem sobre os telhados. Além de causar muito entupimento de calhas, causando infiltrações nas casas. Sementes há em fartura e nascem a torto e a direito em nossos jardins. Acredito que devam ser podadas todos os anos, para evitar o nascimento das vagens, devendo tomar sol direito e ficar bem longe das casas. Numa chácara seria o ideal. Outro detalhe se a vagem cai em cima do carro, ela risca a pintura., por isso na hora da ventania todo mundo corre para tirar os carros debaixo das árvores de Flanboyant.
    Sem dúvida ela é linda, mas acredito que elas não tem um periodo de vida muito longo…..
    Abraços
    Elisa

  173. Re Robazza Says:

    Olá, parabéns pelo site! Estou com algumas dúvidas quanto ao meu flamboyant: plantei-o no centro de meu jardim onde já existia grama e com o tempo, por descuido, deixamos a grama chegar até o pé da árvore que agora está com 3 anos e com quase 5 metros de altura. Existe algum problema em deixar a grama assim? Outra coisa (e não sei se é por causa da grama) as folhas da árvore estão amareladas e caindo, e ele nunca floresceu. É algum problema? Na minha cidade há vários flamboyant e não percebi nenhum problema neles.
    Obrigada
    Renata
    __________
    resposta do blog:

    Renata:

    O seu Flamboyant ainda está muito novo. Dificilmente uma árvore floresce com apenas 3 anos.
    Grama em torno da árvore é ótimo para ela. Não concorre significativamente na absorção dos nutrientes do solo e protege o solo do impacto das gotas da chuva.
    Quanto às folhas amareladas e caindo, se puder, mande fotos para o e-mail indicado no quadro em azul CONTATO, na coluna mais estreita da página do blog. Se for só algumas folhas, nada com que se preocupar.

  174. Raimundo pinheiro da paixão Says:

    Karaks, adorei esses comentários, aqui no quintql de casa tem um flambioã lindo começou abrir as petalas no final de outubro e agora esta lindo, tentei varias vezes fazer mudas e não conseguir, depois destas dicas acho que vai da certo , Obrigado

  175. ELDER RAI CARDOSO DA SILVA Says:

    Qual é a profundidade da cova, para plantar a semente e qual é epoca do plantio da semente e se eu posso plantar semente em epoca chuvosa e se a planta é bem vinda na regiao de norte de minas.
    __________

    resposta do blog:

    Elder:

    Flamboyant é uma planta tropical, e portanto vai bem em qualquer lugar de clima tropical (como o do Norte de Minas) ou subtropical.

    Época ideal para plantar a muda ou enterrar a semente é agora na Primavera – Verão. Ou na estação chuvosa.

    A profundidade de enterrio da semente depende do tamanho dela. A semente do Flamboyant tem tamanho médio, e você pode enterrá-la a uns 2 ou 3 centímetros de profundidade. Não esquecendo de manter a terra sempre úmida, mas sem encharcar.

  176. jaquelline Says:

    Gostaria de tirar uma duvida, cortei os galhos do meu flamboyant em maio do ano passado, e em outubro começou a brotar… em dezembro já estavam com brotos de 30 cm e fui viajar e estava muito calo, quando eu voltei os brotos estavam todos queimados do sol… Pergunto, o que eu devo fazer agora?? devo cortar esses brotos queimados??? E tem algum remédio ou adubo que eu possa colocar para nos brotos ou em toda planta para ajudar a brotar de novo mais rápido?? Se tem relevância, moro em Santa Catarina, em cidade de praia.
    Agradeço desde já pela ajuda, pois estou muito preocupada com o desenvolvimento dessa arvore .
    Aguardo resposta.
    Jaquelline.

    ____________________
    resposta do blog:

    Jaquelline:

    Flamboyant é árvore tropical, e portanto sempre passa por estresses de adaptação em clima temperado como o de Santa Catarina. A primeira regra é não podar (a não ser galhos secos ou doentes, ou ainda algum galho que esteja atrapalhando a passagem). Toda poda enfraquece a árvore.

    Quanto a adubação, se na área em que a Flamboyant está há outras árvores saudáveis, não haverá porque adubar, pois o solo deve ser normal. As raizes da árvore adentrarão o solo até a profundidade adequada para obter todos os nutrientes de que precisa.

    O que não pode faltar é umidade no solo em volta da planta. Em torno do tronco deve ser deixado uma faixa sem calçamento, de pelo menos 2 metros de largura (circunferência em torno do tronco, com 4 m de diâmetro).

    No mais, é aguardar por novo florescimento. Mas os brotos de Flamboyant não queimam com o Sol. Talvez pelo frio mais intenso de alguma madrugada.

    Mas a sua cidade deve ter, na prefeitura, um departamento que cuida de praças e jardins. Se você o procurar, certamente ele designará um funcionário, gratuitamente, para examinar a árvore “in loco” e fazer um diagnóstico preciso. A prefeitura também tem interesse no desenvolvimento saudável das plantas da cidade…

  177. Lucio Gil Says:

    Prezado, procuro uma muda de Flamboyant vermelho para comprar. Você saberia me dizer onde, no Rio de Janeiro, eu encontraria mudas à venda? Grato por sua atenção e parabéns pelo blog.
    Abcs
    Lucio
    __________
    resposta do blog:

    Flamboyant e arvore muito comum. Voce encontra mudas em qualquer viveiro. Procure por “viveiro de mudas” + Rio de Janeiro. Lojas de flores tambem podem indicar viveiros de mudas.

  178. Nezito Andrade Says:

    Olá, boa tarde! Primeiramente quero parabeniza-los pelo blog e pelas respostas de imediato…
    Bom, a minha dúvida é: Eu plantei uma Flamboyant no meu terreno quando eu tinha 19 anos, hoje estou com 44 anos, e era um sonho ter esta arvore em frente a minha casa, onde eu ia poder desfrutar de uma bela sombra e tenho uma bela sombra… só que ela esta me causando um certo dano na minha casa e no meu muro… a distância dela pra minha casa e o muro é de 2m por aí, será que se eu cortar a rais dela, ela pode morrer? já pensei em cortar ela só fico triste em te-la que cortar… por favor me deem uma ajuda…
    Att.,
    Nezito Andrade
    ____________________
    resposta do blog:

    Nezito:

    Toda poda é traumática para a planta. Mas no seu caso é justificável. Corte apenas a raiz ou a raizes que estão afetando a casa.

    Quanto maior a área sem calçamento, em torno do tronco da árvore, maior a absorção, pelo solo, da água da chuva, e maior a chance do raizame se expandir normalmente (sem raizes engrossadas anormalmente aparecendo próximo à superfície). Mas deixe essa área sem calçamento mais longe da casa (pode ser parte junto ao muro e parte na calçada da rua). Suponho que há uma calçada junto à parede da casa. Providencie para que a água que escorre por essa calçada se direcione para a rua, diretamente (por um tubo de pvc). Isto evitará que grande quantidade de água se infiltre abaixo dessa calçada (e portanto junto ao alicerce da casa). Se a área junto ao alicerce permanecer bem seca, as raízes não irão nessa direção e não causarão prejuízo à construção.

    Não esqueça de manter área sem calçamento próximo ao tronco, mais para o lado da rua.

  179. Erica Says:

    Tenho um flamboyant a +- 7 anos, ele nunca floresceu, moro em Curitba, tem alguma coisa que possa fazer para ele florir?
    __________
    resposta do blog:

    Só esperar, Erica!

    Flamboyant é árvore das savanas de Madagascar, clima quente, e tem dificuldades para se adaptar a climas temperados ou de montanha. Mas trate a sua árvore com carinho, que ela chegará às flores. Quanto mais Sol ela pegar, melhor para a sua adaptação.

  180. MEIRE Says:

    Já fiz muitas mudas de flamboyant,é difícil perder uma semente.Vou escrever aqui os passos que faço.

    Lixo as duas pontas da semente, coloco-as num recipiente de vidro, fervo a agua num caneco e despejo-a sobre as sementes, costumo fazer isso a noite e deixo até no outro dia.

    Tiro as sementes da agua e num vidro, que pode ser de maionese, vazio, ponho um chumaço de algodão úmido e em cima as sementes, tampo o vidro e deixo até sair o ferrão da raiz. Isso demora de 3 a 6 dias + ou – .

    Preparo o lugar em que vou planta-las assim; corto uma garrafa pet ao meio, faço varios furos no fundo, coloco substrato porque ele é bem leve e fácil para a raiz fincar, ponho as sementes por cima do substrato (ja com o ferrão da raiz aparecendo + ou – 1 cm), tampo a garrafa com a parte de cima que cortei,pode deixa-la sem a tampinha, para entrar um pouco de ar. ( o ferrão da raiz voltado para baixo)

    Em poucos dias a raiz desce e levanta a semente, ela fica de joelho e depois de pé, até soltar a casca da semente e liberar as primeiras folhinhas,

    Tiro a parte de cima da garrafa, espero sair 2 pares de folhas e então transplanto para um saquinho individual, para que assim a muda fique mais forte e poder passar para o lugar definido.

    Assim é rápido e fácil fazer as mudas,

    BOA SORTE.
    __________
    Valdir diz:

    Obrigado pelas dicas, Meire!

  181. marcelo Says:

    como posso cuidar do meu flamboyant? ele é bonsai. Obrigado.
    __________
    resposta do blog:

    Marcelo:

    Procure no google ou outro um saite especializado em bonsai. Há também livros sobre o assunto, inclusive para iniciantes.

  182. Josi Says:

    Boa noite!
    Preciso saber qual é a melhor época do ano para podar a flamboyant.
    Quero que ela cresça como uma figueira, bem redonda para fazer bastante sombra.
    Obrigada
    Josi
    __________
    resposta do blog:trong>

    Josi:

    Creio que a melhor época para poda é próximo do início da Primavera. Nessa época as árvores estão meio que hibernando, por causa da estiagem de inverno. Mas pode o mínimo possível, pois toda poda é estressante para a árvore. Poda excessiva pode matá-la ou enfraquecê-la muito, tornando-a vulnerável a doenças e ataques de parasitas.

  183. ana laura Says:

    Olá, adorei o blog, mas lamento tê-lo lido em um momento triste para mim, pois meu pai está cogitando a possibilidade de cortar nosso lindo pé de flamboyant que tem mais de 25 anos, pois as raízes derrubaram parte do muro de nosso vizinho, queria saber se há alguma alternativa, se cortar parte da raíz q está na direção da casa do vizinho a árvore morre? Gostaria q não, pois amo a natureza e essa árvore tem um valor sentimental mto gde para mim e meu pai. Sei q de fato suas raízes são gigantes, pois a arvore é plantada na frente de nossa casa e meu cachorro mexendo na terra encontrou raízes nos fundos de nosso quintal já.

    Sigam com este blog maravilhoso! E se puderem responder e se houver alguma alternativa para não cortar a árvore ficarei feliz. Abraços!
    __________
    resposta do blog:

    Ana Laura:

    Deixe cortar as raízes que avançam no muro do vizinho. A árvore vai “sentir”, mas não deve morrer, e logo se recuperará.

    Importante, para que a árvore não desenvolva (anormalmente), próximo ao tronco, raízes muito grossas e superficiais, é que haja uma grande infiltração da água da chuva no solo em torno da árvore. Se possível, toda a área debaixo da copa. Ideal é que essa área não esteja calçada (apenas gramada ou com outras plantas rasteiras).

  184. Vinicius Says:

    Ola ! Fiz a bobagem de pedir para que podassem o flamboyant da casa da minha quando ela estava viajando, pois estava exageradamente grande e estava entrando agua na casa em função do entupimento causado,,,,,, só que não pude acompanhar a poda e o “jardineiro” fez uma poda drastica deixando apenas o tronco e ramificações principais sem galhos e folhas !!! minha tia quer me matar,,,, sera que ele voltara e ser bonito e frondoso ? pode ser que ele morra e não brote mais ?
    __________
    resposta do blog:

    Vinicius:

    Como deve ter sido a primeira poda drástica da árvore, ela deve se recuperar bem.
    Bom, isto se você não mora em Santa Catarina ou RS, climas onde o Flamboyant demora mais a se recuperar.

  185. Weslei Sagaz Says:

    Boa noite,
    meus parabéns pelo blog.
    Após ler muito comentários aqui fiquei ainda mais empolgado em ter a minha primeira Flamboyant, porém muito mais cauteloso quanto ao plantio seguro próximos à construções.
    Gostaria de saber se é tecnicamente viável e seguro plantar uma “Flam” em um jardim de 35 m2 com grama, plantando à uma distancia de 3m da casa e 1,5m da cerca viva (feita por murtas) de forma que não venha prejudicar ambas?
    Por gentileza, caso seja possível como devo proceder quanto ao plantio (espaçamento, contenção, adubagem, enfim)!?
    Moro no Nordeste da Bahia.
    Desde já agradeco se puder me ajudar!
    __________
    resposta do blog:

    Weslei:

    Flamboyant é árvore de savana, espaços abertos. Sua tendência e esparramar-se pelos lados, sem alcançar grande altura.

    O seu espaço vai ser restrito para a “Flam”. Mas acho que daria certo se você aplicar algumas técnicas de bonsai, visando controlar o crescimento. Se for possível, instale no solo um tubo de concreto, de 1 metro de diâmetro ou mais, recolocando a terra extraída e ali plantando a muda.

    Como haverá um espaço restrito para as raízes, a árvore como um todo crescerá menos depois de se tornar “adulta” (depois da primeira floração). A partir daí, se notar que a árvore está com pouco viço (mas só se isto ocorrer), você deverá fazer adubações periódicas (leves), como nos bonsai.

  186. Carolina Says:

    Olá,
    meus parabéns pelo blog, muito informativo!
    Tenho algumas dúvidas, tenho uma área restrita de terreno aberto, espaco esse entre vizinhos, é possível controlar o tamanho da copa da Flamboyant através de podas sem causar danos na árvore ou nas construcoes vizinhas? Como eu poderia proceder na plantacao dessa muda?
    Grata!
    __________
    O blog diz:

    Carolina:

    Veja a resposta ao comentário logo acima deste, feito pelo Weslei.

  187. Eliane Linhares Says:

    Parabéns pelo BLOG!
    Gostaria de sua ajuda. Compramos uma casa que tem um Flamboyant em frente, no pátio e ele está morrendo. Ele está com o tronco se esfarelando. Haviam vários buracos em torno dele e ao preenche-los com terra vi que o tronco esta desse jeito. O antigo proprietário tinha cães que cavaram em volta da arvore. Gostaria de recupera-la. Tem como ajudar? Aguardo. Abraços Fraternos. Eliane Linhares

  188. Andressa Weber Says:

    Boa Tarde!
    Tenho uma flamboyant há 5 anos, deve estar com uns 3 a 5m de altura e esta apresentando presença de parasitas com pequenos furos no caule.. Preciso da sua ajuda para saber como proceder.. não queria perder ela.. é muito linda
    __________
    O blog diz:

    Andressa:

    Se você puder, mande fotos do tronco da árvore, para a gente tentar diagnosticar (mande como anexo de e-mail, para o endereço indicado no quadro CONTATO, na página inicial do blog).

    Em todo caso, furos são feitos por insetos, e não por parasitas. Se a quantidade de furos for pequena (digamos, uns 10 ou 20), não há porque se preocupar. Mas você pode frustrar o desenvolvimento das larvas desses insetos passando uma camada de cal nas partes afetadas.

  189. Nêmora Says:

    Excelente conteúdo!
    Que cuidados tenho que ter, na serra gaúcha, com uma muda podada e reenvasada para bonsai que já perdeu as folhas? Devo deixá-la “no tempo” ou resguardá-lá do frio intenso, chuvas em demasia, ventos fortes, geada e, possivelmente, neve?
    Grata
    Nêmora
    __________
    resposta do blog:

    Nêmora:

    Flamboyant é uma árvore de clima quente e relativamente seco. Assim, deve ser protegida de geadas, neves, ventos gelados e excesso de umidade. Ideal seria receber o máximo possível de Sol.

  190. janete Says:

    Amei todas as dicas, muito bom!! Tenho uma flamboyant verm. com mais de 30 anos em uma chácara que será transformada em parque para crianças carentes, as raízes estão grossas e expostas, esta lindo, mas por motivo de segurança para com as crianças, pensei em cercar com uma mureta na altura das raízes e aterrar fazendo uma grande floreira. Estarei prejudicando a minha linda arvore por cobrir as raízes? Se sim, qual outra opção? obg e abs
    __________
    resposta do blog:

    Janete:

    Nenhum problema em cercar o tronco da árvore. Mas não aterre até encher a “caixa”. Deixe no alto pelo menos uns 10 cm (melhor 20) sem terra, para que a água da chuva fique retida nesse espaço por alguns minutos (portanto sem escorrer para longe do tronco), infiltrando depois no terreno e levando umidade suficiente ao solo. Mas faça essa “caixa” do maior tamanho possível (em largura), pelo menos 2 metros por 2 metros (ou 2 metros de diâmetro, se redonda).

  191. viviane marie de mesquita barros cardachevski Says:

    ola muito me impressionou esse blog recentemente adquiri um pé de jacaranda cuspidifolia ela já veio com 3 m de altura esta perdendo as folhas eé isso um bom sinal pois estamos em 25 de julho e no google achei a informação de que isso e normal.eu sou uma planta freek o jardim da minha casa é repleto de espécies de flores e arvores mas estou entusiasmada em adquirir um flamboyant onde posso ascessar algum vendedor que possa me fornecer um pé da especie vermelha agradeço desde já
    __________
    resposta do blog:

    Viviane:

    Mudas de Flamboyant são bastante comuns. Você vai achar em qualquer viveiro de mudas ou lojas de plantas e flores.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 74 outros seguidores